Workshop Internacionalização - Apresentação Cabo Verde

482 visualizações

Publicada em

Apresentação integrada num workshop informativo sobre o mercado de Cabo Verde, no âmbito do GET OUT - Programa de Internacionalização de PME da ANJE.

Publicada em: Direito
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
482
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Workshop Internacionalização - Apresentação Cabo Verde

  1. 1. ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JOVENS EMPRESÁRIOS APRESENTAÇÃO DO MERCADO DE CABO VERDE
  2. 2. Get Out 2014-2015 LOCALIZAÇÃO Cabo Verde encontra-se localizado na costa ocidental Africana, no Oceano Atlântico, a 450 km da costa do Senegal. É um arquipélago composto por dez ilhas e oito ilhéus, subdividido em dois grupos. Grupo Barlavento constituído pelas ilhas de Santo Antão, São Vicente, São Nicolau, Santa Luzia, Sal e Boa Vista . Grupo de Sotavento constituído pelas ilhas de Maio, Santiago, Fogo e Brava. As ilhas do Sal e da Boavista são as que atraem mais turistas. CABO VERDE
  3. 3. Get Out 2014-2015 GEOGRAFIA Cabo Verde tem uma área de 4.033 quilómetros quadrados, com relevo acidentado e na maior parte das ilhas predominam as paisagens montanhosas com exceção das ilhas do Sal, Boa Vista e Maio que são planas com longas praias de areias brancas e água verde- esmeralda. CLIMA O clima é tropical seco, com uma temperatura média anual de 25 graus centígrados e com duas estações, a das chuvas (de Agosto a Outubro) e a estação seca. A temperatura da água varia entre 21 e 25 graus centígrados. CABO VERDE
  4. 4. Get Out 2014-2015 POPULAÇÃO Cabo Verde tem cerca de 492.000 habitantes numa proporção de 48% homens/52% mulheres, censo 2010. A população concentra-se em maior quantidade nos meios urbanos. A densidade populacional média é de 127 hab/km2 (2010). A população é composta por três Grupos Étnicos, se assim se podem chamar: Mestiços (71%), Africanos (28%) e Europeus (1%). A diáspora ultrapassa o número de habitantes das ilhas e atingirá cerca de 800.000 pessoas, incluindo 500.000 emigrantes e 300.000 descendentes. CABO VERDE
  5. 5. Get Out 2014-2015 ECONOMIA A economia Cabo Verdiana, é uma economia terciarizada, onde os serviços, incluindo o Turismo, representam cerca de 75% do PIB, sendo a base produtiva da indústria pouco desenvolvida (essencialmente ligada aos setores dos têxteis, do calçado e das pescas). Estudos recentes apontam para a consolidação do setor turismo e atividades afins, nomeadamente: os transportes, o comércio e os serviços de apoio. Áreas chave, como a logística e a segurança marítima, os transportes aéreos, as tecnologias de informação e da comunicação, as energias renováveis, e o próprio setor financeiro servem de garante para a continuidade do crescimento sustentado e do desenvolvimento a médio longo prazo. CABO VERDE
  6. 6. Get Out 2014-2015 NEGÓCIOS Das 189 economias analisadas pelo World Bank, Doing Business 2014 (DB 2014) coloca Cabo Verde como a 2ª melhor economia no que a África Central e Ocidental diz respeito , e ocupa o 121º. lugar do Ranking Geral. No que concerne ao item desenvolvimento humano médio, Cabo Verde surge como o sexta melhor classificado da África Subsahariana. Cabo verde tem realizado investimentos para a criação dos requerimentos básicos (infraestruturas, instituições e contexto macroeconómico), dos potenciadores de eficiência (funcionamento dos mercados) e do nível de inovação e sofisticação, faz com que esta economia ocupe o sétimo lugar no ranking entre as economias mais competitivas do continente africano. CABO VERDE
  7. 7. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS AGRICULTURA E PECUÁRIA O setor agrícola é refém dos condicionalismos climatéricos provocados pelo Deserto do Sahara, onde os baixos e irregulares índices pluviométricos não permitem que o setor assegure as necessidades do País. Agricultura caracteriza-se por ser do tipo de subsistência, cobrindo apenas 10% do consumo alimentar nacional. O sector representou 6,7% do PIB em 2013. CABO VERDE
  8. 8. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS AGRICULTURA E PECUÁRIA O setor dá emprego a cerca de 25.000 pessoas (agricultura e floresta) repartindo-se pelos 150.000 hectares de cultivo. A restante área é ocupada por pastagens e floresta. As principais produções agrícolas do país são o feijão, milho, cana sacarina, batata doce, amendoim, batata inglesa, banana e mandioca. CABO VERDE
  9. 9. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS AGRICULTURA E PECUÁRIA A produção animal centra-se na criação de frangos, suínos, caprinos e coelhos e em menor escala bovinos, equídeos e ovinos. O setor cobre cerca de 90% das necessidades de consumo de carne do País. A construção de oito barragens duplicará a área irrigável do país. CABO VERDE
  10. 10. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS AGRICULTURA E PECUÁRIA NOTAS IMPORTANTES Face ao crescimento do turismo surgiu a necessidade de realizar novos investimentos para a produção de legumes: tomate, salsa, agrião, alface, beterraba e rabanete. O combate à erosão tem sido uma prioridade por parte das entidades governamentais, e tem sido alvo de fortes investimentos que possibilitem a inversão deste fenómeno. CABO VERDE
  11. 11. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS AGRICULTURA E PECUÁRIA OPORTUNIDADES •Produção de hortaliças, frutas e legumes frescos destinado ao segmento de hotelaria e restauração; •Processamento e comercialização de frutos e legumes secos; •Transformação e comercialização de carnes e derivados; •Produção/coleta, secagem, embalagem e comercialização de chás e ervas aromáticas; •Produção/engarrafamento de derivados de cana para exportação (aguardente, mel, ponche); •Floricultura; CABO VERDE
  12. 12. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS AGRICULTURA E PECUÁRIA OPORTUNIDADES •Criação de raças melhoradas para produção de leite e derivados; •Indústria de abate de animais, corte, embalagem e comercialização de carne; •Aviário para produção de carne e ovos; •Produção e comercialização de ração animal e materiais para avicultura; •Criação de aves e animais “exóticos”; •Consultoria e assistência técnica especializada no setor; •Exportação de produtos de consumo generalizado e gourmet (produtos lácteos, azeite, óleos alimentares, frutas, leguminosas e vegetais enlatados, sumos, vinhos, cervejas e produtos congelados). CABO VERDE
  13. 13. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DO MAR A zona económica exclusiva é de 734.265 Km2. NOTAS IMPORTANTES Cabo Verde está fortemente empenhado, no desenvolvimento das pescas, e do posicionamento de Cabo Verde como hub oceânico (hub marítimo de passageiros e carga). Com um mar rico e diversificado em termos de espécies marítimas, regista-se um aumento da procura por peixes e derivados quer no mercado interno quer no mercado externo. CABO VERDE
  14. 14. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DO MAR OPORTUNIDADES •Requalificação e modernização da estrutura portuária, logística, transportes e dos serviços associados; •Dinamização do setor náutico de recreio e turismo de cruzeiro; •Desenvolvimento de competências ao nível da investigação marinha, pesca, aquacultura e industrias conexas; CABO VERDE
  15. 15. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DO MAR OPORTUNIDADES •Vigilância e segurança marítima; •Construção, equipamento e reparação naval; •Serviços de transporte marítimo; •implementação de iniciativas empresariais nesta área; •Criação de atum em cativeiro; •Criação de mariscos (camarão e lagostas); •Comercialização de iscas e acessórios de pesca; •Construção e venda de botes e pequenos barcos de fibra de vidro. CABO VERDE
  16. 16. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DA ENERGIA O governo delineou uma política de consolidação do setor através do reforço e incentivo ao investimento em energias renováveis, para com isso diminuir a dependência do consumo de combustíveis fosseis. Em 2012 Cabo Verde tinha instalada uma capacidade de 33 Megawatts em energias renováveis, sendo que 25,5 eólica e 7,5 solar, correspondente a 25% da capacidade total instalada. CABO VERDE
  17. 17. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DA ENERGIA NOTAS IMPORTANTES Continuidade na aposta de novos projetos, com o apoio da União Europeia que irá facultar os conhecimentos técnicos especializados (por exemplo, partilha das boas práticas e organização de ações de formação) necessários para alcançar o objetivo ambicioso de Cabo Verde para o setor da energia: que as energias renováveis contribuam em 50 % para o cabaz de eletricidade até 2020. CABO VERDE
  18. 18. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DA ENERGIA OPORTUNIDADES •Continuidade na promoção de políticas de consolidação e de reformas do setor; •Aumentar a produção de energia renováveis; •Alargar o abastecimento de energia à população e empresas; •Modernizar a rede de abastecimento de energia; •Produção de painéis e outros equipamentos; •Serviços de auditoria energética; •Instalação e exploração de sistemas de micro geração; CABO VERDE
  19. 19. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DA ENERGIA OPORTUNIDADES •Diminuir a dependência externa; •Promover a utilização e a conservação da energia renováveis junto da população; •Elaboração de estudos sobre o potencial eólico e solar do País; •Aumentar o número de parques eólicos; •Gestão dos parques eólicos existentes; •Modernização de equipamentos; •Serviços de montagem e manutenção desses sistemas e software de gestão de sistemas energéticos. CABO VERDE
  20. 20. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS TURISMO Setor em franca expansão, fruto de um forte investimento privado. O número de estabelecimentos hoteleiros em Cabo Verde aumentou 7,2 por cento de 2012 para 2013. Em 2013 estiveram em atividade mais 15 estabelecimentos hoteleiros do que em 2012 (total de 222), permitindo atingir os 9.058 quartos (mais 6,3% do que em 2012), 15.995 camas (6,6%). CABO VERDE
  21. 21. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS TURISMO No horizonte de 2016, a meta é chegar a cerca de 750.000 turistas/ano, consolidar o destino Cabo Verde e transformar a oportunidade conjuntural em algo duradouro e sustentável. Estima-se que este setor represente cerca de 16.2% de contribuição direta para o PIB e cerca de 43% no conjunto dos Serviços agregados. O Turismo é um dos principais vetores de desenvolvimento económico e para onde se vêm canalizando mais de 90% dos investimentos externos. CABO VERDE
  22. 22. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS TURISMO NOTAS IMPORTANTES Foi delineado um programa de estabilização e reforço do setor que assenta em três vetores: Diversificação, criar novos polos de atração e consolidação de Cabo Verde como um destino Turístico de excelência, Melhoria nas “ligações“ do turismo com os restantes setores económicos. CABO VERDE
  23. 23. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS TURISMO OPORTUNIDADES •Crescimento do turismo, fruto do aumento progressivo do fluxo de turistas nos últimos anos; •Novas unidades e serviços de apoio nas diferentes ilhas; •Novos serviços de animação, desporto e aventura, cultura e novos roteiros.; •Grandes investimentos em novas unidades hoteleiras; CABO VERDE
  24. 24. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS TURISMO OPORTUNIDADES •Estima-se um crescimento médio anual das receitas do turismo de aproximadamente 6.5% nos próximos dez anos; •Estudos recentes colocam Cabo Verde no 4º lugar africano (África a sul do Saara) em termos de competitividade turística; •Foi anunciado em 2013 a criação de cinco zonas de jogo em Cabo Verde. (Sal, Santiago, São Vicente, Boa Vista e do Maio) CABO VERDE
  25. 25. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DAS TIC Neste âmbito foi delineada uma estratégia de desenvolvimento e crescimento que assenta em duas premissas: a primeira de caráter empresarial direcionada para os mercados exteriores e como fonte geradora de emprego. A segunda enquanto instrumento basilar na promoção da competitividade, inovação e setor de suporte para o desenvolvimento dos restantes setores da atividade económica e empresarial. CABO VERDE
  26. 26. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DAS TIC Estão a ser concertados esforços no sentido de aproximar o domínio científico e académico com o empresarial. Exemplo disso é o Data Center instalado na cidade da Praia para a prestação de serviços, nos domínios do BPO (Bussines Process Outsourcing); de Call Centers e de outros serviços de outsourcing/off-shore. CABO VERDE
  27. 27. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DAS TIC NOTAS IMPORTANTES •Foi criada uma agenda para a modernização e competitividade, a qual apresenta grandes oportunidades de investimento e com uma grande margem de crescimento; •Forte aposta no E-government; •Criação de Parques Tecnológicos (Assembling de equipamentos high tech para exportação) orientados para o mercado internacional, agregando outras valências tais como Centro de Dados, Centro de Negócios, Centro de Incubação de Empresas e um Centro de Treino e Qualificação; CABO VERDE
  28. 28. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DAS TIC NOTAS IMPORTANTES •Criação de uma rede nacional de incubadoras; •O sector das TIC em Cabo Verde estima-se que possa valer cerca de 63 milhões de euros. Salientamos que este setor tem vindo a registar taxas de crescimento de cerca de 5% ao ano. CABO VERDE
  29. 29. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DAS TIC OPORTUNIDADES •Proceder a uma revisão do quadro legislativo para as áreas relevantes ao sector TIC; •Criação de um parque Tecnológico que potencie um ambiente de inovação e empreendedorismo; •Incremento de medidas que possibilitem a efetivação de parcerias estratégicas de longo prazo; •Aumento da procura por computadores e consumíveis, material de rede; •Serviços para o sistema educativo e de desenvolvimento de conteúdos digitais; CABO VERDE
  30. 30. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS CLUSTER DAS TIC OPORTUNIDADES •Formar recursos Humanos qualificados; •Criação de medidas específicas de incentivos direcionados para o IDE e o empreendedorismo nacional; •Criação de instrumentos financeiros adequados para suporte ao investimento; •Criar uma rede nacional de Incubadoras; •Call centres, backoffice, outsourcing e novos serviços para a governação eletrónica. CABO VERDE
  31. 31. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS INDUSTRIA / SERVIÇOS OPORTUNIDADES •Madeira, tubagens, torneiras, cerâmicas, alumínios, ferragens, material elétrico, mobiliário e acessórios para o lar afiguram-se como oportunidades de exportação; •O sector dos transportes rodoviários estimula a importação de partes e acessórios de veículos automóveis, pneus e outros consumíveis; •Na saúde regista-se a necessidade crescente de medicamentos e consumíveis, instrumentos e aparelhos médico-cirúrgicos, assim como a oportunidade de investimento em pequenas clínicas, com bons equipamentos de diagnóstico e qualidade de serviço; CABO VERDE
  32. 32. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS INDUSTRIA / SERVIÇOS OPORTUNIDADES •Serviços de melhoria da eficiência e qualidade na distribuição de água e energia; •Na indústria ligeira cresce a área de montagem para a construção (mobiliário, cozinhas, caixilharias), implicando a importação de máquinas e aparelhos para a transformação final e montagem; •Serviços de manutenção para a habitação e equipamentos fabris; CABO VERDE
  33. 33. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS INDUSTRIA / SERVIÇOS OPORTUNIDADES •Num quadro de promoção do comércio internacional e fomento do investimento com potencial exportador foi criado um amplo conceito de “CIN- Centro Internacional de Negócios” o qual contempla o “CII-Centro Internacional Industrial”, o “CIC-Centro Internacional de Comércio” e o “CIPS-Centro Internacional de Prestação de Serviços” nos quais se autoriza o exercício de atividades de natureza industrial, comercial ou de prestação de serviços destinadas ao comércio internacional. Mediante um pedido de licenciamento de instalação no correspondente Centro Internacional e pagamento das respetivas taxas as empresas acederão a benefícios fiscais e aduaneiros. CABO VERDE
  34. 34. Get Out 2014-2015 PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS INDUSTRIA / SERVIÇOS OPORTUNIDADES •Maquinaria, equipamento e todos os consumíveis necessários à sua manutenção; •Serviços e industria para reciclagem de papel e plástico constituem investimentos prioritários; •Os concursos internacionais, no âmbito do quadro de financiamentos externos ao país, revelam uma excelente oportunidade para as empresas de consultoria para o agro negócio, gestão e fiscalidade, engenharia, tecnologias de informação e recursos marinhos;. CABO VERDE
  35. 35. Get Out 2014-2015 CABO VERDE Combustíveis e óleos minerais, etc.21,3% Cereais6,3% Máquinas e equipamentos elétricos6,0% Máquinas e equipamentos mecânicos5,9% Leite e lacticínios, ovos de aves e mel natural4,7% Portugal1ª40,2% Países Baixos2ª20,0% Espanha3ª7,9% Brasil4ª3,5% China5ª3,1% Principais Produtos Importados - 2013Principais Fornecedores - 2013
  36. 36. Get Out 2014-2015 2013% Tot 13Var % 13/122014 Jan/Abr% Tot 14Var % 14/13Máquinas e aparelhos34,316,9%-15,3%11,117,2%-3,3Agrícolas31,615,5%3,4%10,416,1%-7,6% Alimentares28,914,2%-1,1%7,711,9%-13,5% Metais comuns21,810,7%-2,2%7,411,6%11,1% Químicos19,29,4%1,5%6,810,5%4,4% Minerais e minérios17,68,6%-9,7%5,99,1%-3,6% Plásticos e borracha10,65,2%-6,7%2,94,5%-19,3% Veículos e outro mat. transporte5,52,7%-21,3%2,43,7%19,5% Pastas celulósicas e papel6,43,2%-9,4%1,92,9%-3,5% Madeira e cortiça4,22,1%4,8%1,72,7%53,0% Matérias têxteis3,31,6%12,6%1,21,8%16,6% Instrumentos de óptica e precisão3,21,6%-0,2%0,91,4%10,8% Peles e couros2,81,4%48,1%0,60,9%-38,1% Vestuário21,0%-24,6%0,60,9%-27,8% Combustíveis minerais2,21,1%-52,5%0,50,8%1,7% Calçado0,30,2%-16,4%0,20,3%128,3% Outros produtos9,34,6%-4,3%2,43,7%-25,9% Total203,2100,0%-5,8%64,6100,0%-3,6% Fonte: INE - Instituto Nacional de Estatística; Unidade: Milhões de eurosExportações de Portugal para Cabo Verde por Grupos de Produtos
  37. 37. Get Out 2014-2015 GRANDES INVESTIMENTOS PREVISTOS PARA CABO VERDE • € 750 milhões até 2016 nas áreas de resorts e imobiliária turística e da indústria complementar do turismo; •Grandes investimentos na modernização de infraestruturas aeroportuárias - construção do novo Aeroporto Internacional da Praia, com a ampliação e modernização do Aeroporto Internacional da Boa Vista e da consolidação, na Ilha do Sal, de um ‘hub’ aéreo de passageiros e carga; •€ 400 milhões em matéria de modernização, adequação e desenvolvimento das infraestruturas portuárias, com destaque para a construção de um novo Porto de Águas profundas e terminal de contentores, bem como de um terminal para navios de cruzeiro na Ilha de S. Vicente e a conclusão da construção da última fase do Porto de águas profundas da Praia; CABO VERDE
  38. 38. Get Out 2014-2015 GRANDES INVESTIMENTOS PREVISTOS PARA CABO VERDE CABO VERDE Ministérios das Infraestruturas e Economia Marítima Expansão e modernização dos portos - Projetos Montante (ECV Milhões) “Expans ão do Porto da Praia II Fas e” 2.982 “Expans ão e Modernização do Porto de Sal Rei” 1.050 “Aces s o Norte ao Porto Grande do Mindelo” 1.003 “Expans ão e Modernização do Porto Vale dos Cavaleiros e Furna” 744 Construção, modernização, reabilitação e melhoramento das estradas - Projetos Montante (ECV Milhões) “Cons trução do Anel do Fogo” 640 “Reabilitação e As faltagem da Es trada As s omada - Tarrafal” 376 “Es tradas Rurais de Santiago" 247 “Variante S. Domingos - Pedra Badejo - Calheta 216 Ministério do Turismo, Industria e Energia Projeto Montante (ECV Milhões) “Si s tema de Tra ns mi s s ã o e Di s tri bui çã o de Energi a , em s ei s Il ha s de Ca bo Verde” 1.824
  39. 39. Get Out 2014-2015 GRANDES INVESTIMENTOS PREVISTOS PARA CABO VERDE CABO VERDE Ministério do Desenvolvimento Rural Projeto Montante (ECV Milhões) Programa “Mobilização de Agua e Ordenamento de Bacias Hidrográficas” 2.414 Ministério do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território Projeto Montante (ECV Milhões) Programa “Mobilização de Agua e Reforço da Capacidade de Abastecimento” 917 Programa “Consolidação e Requalificação Ambiental” 357 “Sistema Nacional do Cadastro Predial” 238

×