Hangout vivências ECOs

398 visualizações

Publicada em

As formas de ensinar/aprender vêm se transformando com a cibercultura. Nesse contexto compreendemos a construção colaborativa de variados desenhos didáticos da Educação Online agenciados também com os eventos científicos da mesma natureza. É justamente essa perspectiva que parece possibilitar uma incursão pelo fazer dos eventos científicos online e pelos conceitos fundamentais como dialogismo, polifonia, criatividade. Com isso, o nosso objetivo é promover uma conversa sobre como os alunos têm participado dos eventos científicos online e como os seus cursos têm mobilizado as redes sociais da internet no sentido de bricolar o processo formativo com as práticas culturais contemporâneas.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
398
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
72
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hangout vivências ECOs

  1. 1. Alice Maria Figueira Reis da Costa Mestranda ProPEd/UERJ Email: alicemaria.costa@yahoo.com.br Twitter @AMFRC Vivências em Eventos Científicos Online, uma Bricolagem da Educação Online
  2. 2. TEATRO DEL OPRIMIDO - "A 220 SALTEN XISPES" - Teatro social - canal ARTE CLAUSTROFOBICO
  3. 3. Julian Boal_1, Iniciación al Teatro del Oprimido. Presentación - canal zemos98
  4. 4. Alice Maria Figueira Reis da Costa - Historicidade
  5. 5. Mídias Digitais
  6. 6. O Uso Educativo dos Meios de Comunicação É interessante que toda linguagem usada na teoria da comunicação, na cibernética, é uma linguagem puramente ideológica e castrante. [...] O transmissor é o sujeito que transmite a mensagem; a mensagem é o objeto seu, próprio, pessoal. Isso é profundamente perigoso (FREIRE, 1985, p. 198-199)
  7. 7. Dialogicidade Para o educador-educando, dialógico, problematizador, o conteúdo programático da educação não é uma doação ou uma imposição - um conjunto de informes a ser depositado nos educandos - mas a devolução organizada, sistematizada e acrescentada ao povo daqueles elementos que este lhe entregou de forma desestruturada (FREIRE, 2005).
  8. 8. A educação autêntica, não é de A para B ou de A sobre B, mas de A com B, mediatizados pelo mundo (FREIRE, 2005).
  9. 9. Prós X Contras das Interações Online A comunicação online nos permitem ultrapassar as distâncias geográficas e estar em constante interação com quem desejamos; Interfaces gratuitas potencializam o acesso a comunicação e informação; Uso de áudio, vídeo, games, imagens, hipertextos em diferentes mídias; a juventude está conectada; visibilidade e alcance das informações online; criação de estratégias e metodologias de dentro da Educação Online; convergência de culturas; qualidade (disponibilidade, estabilidade e custo) da conexão de banda larga; 3G, 4G, principalmente no Brasil; relações de poder que demarcam situações de opressão, por ideologias dominantes;
  10. 10. Como a Educação Online se inspira com as práticas cotidianas? Oficina I e-DoC com Lydia Wanderley e Felipe Carvalho
  11. 11. Ambientes Virtuais de Aprendizagem
  12. 12. Educação Online mobilidade bidirecionalidade Interatividade ubiquidade hibridismo
  13. 13. Maneiras de Fazer!?
  14. 14. Pesquisa-formação [...] a importância da pesquisa-formação como uma articulação epistemológica e metodológica que potencializa a emergência de autorias cidadãs (SANTOS, ALVES, 2005, p. 124) Preconiza a “prática pedagógica como itinerância estratégica que concebemos a pesquisa-formação em educação on-line como espaço de formação docente” (SANTOS, ALVES, 2005, p. 128)
  15. 15. Referências BARROS, Diana Luz Pessoa de; Fiorin, José Luiz (orgs). Dialogismo, Polifonia, Intertextualidade: em torno de Baktin. 2. ed. 2. reimpr. - São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2011. FREIRE, Paulo. A dialogicidade – essência da educação como prática da liberdade. In: _____. Pedagogia do Oprimido. 40ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005. p.89-101. SANTOS, Edméa. Educação on-line como campo de pesquisa-formação potencialidades das interfaces digitais. In: SANTOS, Edmea; ALVES, Lynn (orgs.). Práticas Pedagógicas e Tecnologias Digitais. Rio de Janeiro: E-papers, 2005.
  16. 16. Referências SILVA, M. (Org.). Educação online. São Paulo: Loyola, 2011. SILVA, Marco. Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 4ª ed. 2006. WANDERLEY, Lydia; CARVALHO, Felipe. [Oficina] Como a Educação Online se inspira com as práticas cotidianas? In: I Encontro Internacional Docência e Cibercultura, Rio de Janeiro, 2015.

×