CONEXÃO               AMACLERJ_________________________________________________________    Academia Maçônica de Artes, Ciê...
EXPEDIENTEREDATOR: Elvandro de Azevedo BuritySECRETÁRIO: Carlos Roberto AlvesREVISÃO: Ademilton Madureira LimaRedação e Ad...
CONEXÃO                      AMACLERJÓrgão de divulgação e informação da Academia Maçônica de Artes, Ciências e           ...
4
Biografia do Patrono   Cad. 02 - Alfredo D´Esgragnolle Taunay       Ocupada pelo Acadêmico Sergio Tavares Romay           ...
Amigos da AMACLERJ...                         Eliane Mariath Dantas        Membro do Quadro de Fundadores Letras          ...
Messody Ramiro Benoliel             Membro do Quadro de Fundadores Letras               Cad. 20 - Lupicínio Rodrigues - AL...
Carvalho BrancoCarvalho Branco > Marilza de Castro - Presidente do InBrasCI -                Instituto Brasileiro de Cultu...
João Batista LagoArticulista e analista político, poeta e escritor, foi editor de                       vários jornais e t...
13 de junho de 2007 Sentados, da esquerda para adireita, os acadêmicos da AMACLERJ:          Bernardino, Romay, Celso, Edu...
23 de agosto de 2007     O GOERJ, hoje, GOB-RJ, prestou significativa homenagem ao Diado Escritor e ao Dia Nacional do Art...
29 de novembro de 2007      Realizado o 9º Salão de Artes Plásticas do GOERJ, hoje GOB-RJ, eoutorga do Mérito Castro Alves...
31 de março de 2008      Quando do LXVIII Grande Salão de Artes Cidade do Rio de Janeiro- evento AMACLERJ - PUMART. Ocorre...
31 de maio de 2008       Quando do LXIX Salão de Artes Comemorativo as Mães e a Mulher.Foram homenageadas com DESTAQUE DE ...
Quadro da AcademiaCadeira             Acadêmico   01 -   Ademilton Madureira Lima   02 -   Sergio Tavares Romay   03 -   0...
Diretoria Executiva               2008/2009               PresidenteAcadêmico - Gilberto Jorge da Cruz Araujo            V...
Noticiário Acadêmico                       Você sabia que...            Dia 7 de julho de 2008 - Segunda-feira - Sessão de...
A AMACLERJ dando continuidade ao projeto“Leitura Não Tem Fronteira” realizou doação de livros paraa Biblioteca “Carlos de ...
AUGUSTA E RESPEITÁVEL LOJA SIMBÓLICAMAÇÔNICA - Dinâmica e Inteligente - é um livro queaborda a estratégia maçônica.     Na...
Na Bienal Internacional do Livro - 2009, no Rio deJaneiro, realizar-se-á o lançamento do livro de autoria doAcadêmico da A...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ano I nº2 julho 2008 Retrospectiva

481 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
481
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ano I nº2 julho 2008 Retrospectiva

  1. 1. CONEXÃO AMACLERJ_________________________________________________________ Academia Maçônica de Artes, Ciências e Letras do Estado do Rio de Janeiro - AMACLERJ_________________________________________________________ EDIÇÃO RETROSPECTIVA_________________________________________________________ANO I Nº 2 JULHO 2008_________________________________________________________
  2. 2. EXPEDIENTEREDATOR: Elvandro de Azevedo BuritySECRETÁRIO: Carlos Roberto AlvesREVISÃO: Ademilton Madureira LimaRedação e Administração:Rua do Lavradio, 97 - Rio de Janeiro - RJCEP 23230-070 Esta publicação, patrocinada pela AMACLERJ, publicará artigos einformará assuntos relacionados com a cultura em geral e os que em geralpuderem interessar. A publicação de artigos/informações é livre, sujeita, porém, ao critériodo EXPEDIENTE do CONEXÃO AMACLERJ. Tendo em vista o espaçodisponível, solicita-se a quem nos honrar com sua colaboração que o artigotenham no máximo uma folha de papel A4, que seja entregue em disquete ououtra mídia digital, no word, espaço simples. Figuras em jpg resolução mínima200 dpi. Poderá, também, como anexo, ser enviado por mensagem eletrônica.Em ambos os casos, sempre, com a indicação e/ou identificação do autor,não se admitindo pseudônimo ou anonimato. CONEXÃO AMACLERJ não tem fins lucrativos. Os conceitos emitidosem artigos/informações são de responsabilidade do autor, não representando,necessariamente, o pensamento do Expediente do CONEXÃO AMACLERJ,nem da AMACLERJ ou do GOB-RJ. Distribuição gratuita via internet, no Portal do GOB-RJ(www.goerj.org.br - link Academia de Letras - Conexão AMACLERJ). Seráremetido para todos os endereços eletrônicos constantes do cadastro daAMACLERJ. Os arquivos estão em extensão PDF (portable documentformat). Caberá ao leitor/internauta, por sua própria conta e risco, providênciar/baixar o Adobe Acrobat Reader.
  3. 3. CONEXÃO AMACLERJÓrgão de divulgação e informação da Academia Maçônica de Artes, Ciências e Letras do Estado do Rio de Janeiro Aprovado na plenária de 16 de junho de 2008 Fundado em 13 de Junho de 2008. Idealizador: ELVANDRO BURITY ANO I - Nº 2- Julho - 2008 Editorial Irmãos, Confrades, Amigas e Amigos da AMACLERJ, SAÚDE!FORÇA! UNIÃO! Após concluído o trabalho de montar a estrutura de arquivosda Academia no servidor do GOB-RJ, com este segundo número EDIÇÃORETROSPECTIVA, quis o Expediente do CONEXÃO AMACLERJ trazeralguns registros de eventos encontrados, digamos, acumulados sob o póacumulado dos arquivos não digitalizados. Um atento leitor poderá exclamar: -Poucos! E teremos que concordar. Assim, esperamos que os leitores reflitam eentendam as dificuldades existenciais na manutenção de uma Academia comtodos os problemas de gerenciamento, que envolve a questão dos recursoshumanos disponíveis e os indefectíveis desdobramentos quanto a continuidadeque apesar do apoio recebido no Grão-Mestrado do Eminente Irmão SergioTavares Romay e que, também, vem sendo uma “bandeira” no atual Grão-Mestrado do Eminente Irmão Eduardo Gomes de Souza: - É um fantasma queronda as hostes até das academias extramuros, isto é, não maçônicas. Na certeza de que só a história resgata o respeito próprio e que fora doconhecimento de sua própria história, não há caminho para a auto-estima é queesperamos que o conteúdo do CONEXÃO nº 2 - RETROSPECTIVA - sejacomo uma janela que se abra para que nos orgulhemos e quiça nos supreendamosao descobrirmos o fio mágico de nossas raízes. Um povo, uma sociedade valetanto pelo que nela se preserva, pelo que nela se constrói ou se destrói... comgestos, atitudes ou ações... O poeta Brecht expressou esse impasse em trêsversos: “Só acredite no que seus olhos vêem e seus ouvidos escutam. Não credite nem no que seus olhos vêem e seus ouvidos escutam. E saiba que, afinal, não acreditar ainda é acreditar.” Com certeza, em todas as situações os nossos antecessores na gestãoda AMACLERJ procuraram preservar as energias necessárias e indispensáveisà sobrevivência deste Sodalício. Boa leitura! Elvandro Burity Acad. Cad. 19 - Joaquim Nabuco Redator
  4. 4. 4
  5. 5. Biografia do Patrono Cad. 02 - Alfredo D´Esgragnolle Taunay Ocupada pelo Acadêmico Sergio Tavares Romay Dos arquivos da AMACLERJ Escritor, engenheiro militar e político brasileiro, pintor, músico, crítico literário. Nasceu no Rio de Janeiro a 22/02/1843 e faleceu na mesma cidade a 25/01/1889. Matriculou-se aos 12 anos no Colégio Pedro II, onde se bacherelou em Letras (1858). Em 1861 assentou praça no 4º Batalhão de Artilharia da antiga Escola Central. Encetou no ano seguinte o curso deEngenharia Militar, que teve de interromper em razão da guerra, completando-o em 1870, ao regressar da campanha, alcançando então a promoção de 1ºTenente do Quadro Efetivo. Fez parte do Corpo de Engenharia da expediçãoenviada a Mato Grosso para invadir o Paraguai pelo Norte. Depois de doisanos de marchas e acontanamentos, sobretudo em Coxim entrou a Colunaem país inimigo, mas, foi a mesma forçada a empreender a retirada de lagunaao Aquiduana. Dizimado pela peste e pelos incêncidos ateados aos campos,falho de víveres e sem rumo, esse punhado de homens suportougalhardamente uma dolosora odisséia. Narrou Taunay esse glorioso feitoem “A Retirada de Laguna” (1871). Enviado ao Paraguai, secretariou o CondeD´Eu até o término da Campanha. O ambiente de Mato Grosso está retratadoem “Inocência” (1872), precedida por “A Mocidade de Trajano”. Revelara-se um grande escritor nesses livros, seguindo-se “Ouro Sobre Azul” e“Histórias Brasileiras”, em 1874. Foi Deputado Provincial Fluminense,presidente de Santa Catarina e do Paraná, deixando a carreira de militar noposto de Major, ao ser eleito Senador do Império por Santa Catarina. OImperador nomeou-o Visconde. Colaborou em vários jornais e na “RevistaBrasileira”. A sua obra foi reunida pelo filho Afonso em cerca de 30 volumes. Bibliografia “Vultos do Brasil”, de Eli Behar. l 5
  6. 6. Amigos da AMACLERJ... Eliane Mariath Dantas Membro do Quadro de Fundadores Letras Cad. 18 - J.G. de Araújo Jorge - ALAP PARTI Parti... E nos meus olhos ficaram o acenar das mãos que aos poucos foram desaparecendo nas sombras. Parti. Por entre as nuvens cortadas pelos raios de sol, que ofuscavam minha visão ainda umedecida pelas lágrimas. Parti... Por cima da terra, do mar, buscando o ar... e meu todo coração querendo ficar para ouvir mais uma canção. parti... Fui à procura da paixão que tatua nossa pele, nossos corpos suados, nossa caso sem solução. Parti... Com vontade dizendo sim e no horizonte um novo dia chegando dizendo não. 6
  7. 7. Messody Ramiro Benoliel Membro do Quadro de Fundadores Letras Cad. 20 - Lupicínio Rodrigues - ALAPFLAMENGO, MEU BAIRRO QUERIDO Toda vida no bairro do Flamengo. Infância, na Machado de Assis, onde na rua, eu brincava de patins. Coisas boas do meu tempo: os “footings” de sábado à noite, na calçada da praia meninas de um lado poro outro e os cobiçados garotos sentados nos bancos com olhares de açoite. Nas tardes de domingo a pequena prosseguia no cinema São Luiz onde era válido beijar. Como a gente namorava! No meu bloco de sujo requebrando de pires na mão, valia qualquer tostão o samba é que era o rei e a batucada , a inspiração. Agora tudo mudou: nossa calçada diminuiu, hoje tão pequeninha não é mais sua nem minha. Virou pista de automóveis onde pisam antigos sonhos, indiferentes a tudo que passou a machucar uma saudade que ficou. 7
  8. 8. Carvalho BrancoCarvalho Branco > Marilza de Castro - Presidente do InBrasCI - Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais A ARTHUR DA TÁVOLA, nossas homenagens! Almas existem que ao terreno descem A nos dar lição, ser um mensageiro De Luzes Divinas, que não arrefecem... São como aquele humilde candeeiro, Que ao final do túnel, tudo clareia... Cavaleiro da távola redonda Cada, não mais com a espada guerreia, Mas sim com a palavra que nos ronda... Arthur da Távola cumpriu missão, Foi, da nossa Cultura, baluarte: Regeu com alma, mente e coração! Retornou em paz ao plano de cima... Deixando saudade, agora vai, parte... Deixa-nos, de lembrança, obra-prima!... 8
  9. 9. João Batista LagoArticulista e analista político, poeta e escritor, foi editor de vários jornais e tem livros publicados. APAGOGIA (*) Ora a minha solidão No vazio inerte das igrejas Busca encontrar na pedra sagrada A hóstia já sangrada Pelo vício da palavra. O verbo está velho e cansado Não mais atinge a essencialidade A alma revoltada cancela o oratório Feito de silêncios: A pia batismal é seca e rachada. Procura o confessionário perfeito Contudo não encontra ouvidos atentos: Ficaram surdos com a procissão dos gritos Que soam das cavernas mais torpes Ecos solenes que vagam nos tempos do Ser. (*) - publicada em http://www.mhariolincoln.jor.br l 9
  10. 10. 13 de junho de 2007 Sentados, da esquerda para adireita, os acadêmicos da AMACLERJ: Bernardino, Romay, Celso, Eduardo, Ary e Walnir. Em pé, da esquerda para a direita, os acadêmicos, também, da AMACLERJ:Alceu, Betinho, Ziéde, Ubirajara, Tom Madureira, Antonio, Euripedes e Martinho. 10
  11. 11. 23 de agosto de 2007 O GOERJ, hoje, GOB-RJ, prestou significativa homenagem ao Diado Escritor e ao Dia Nacional do Artista Plástico. O evento contou com a presença de acadêmicos não pertencentes aAMACLERJ. Entre as congêneres representadas, destacamos: Academiade Letras e Artes de Paranapuã - ALAP-; Instituto Brasisleiro de CulturasInternacionais - InBrasCI; a Academia Guanabarina de Letras e a AcademiaBrasileira do Meio Ambiente 11
  12. 12. 29 de novembro de 2007 Realizado o 9º Salão de Artes Plásticas do GOERJ, hoje GOB-RJ, eoutorga do Mérito Castro Alves pelos 106º anos de seu nascimento. Evento realizado sob os auspícios do GOB-RJ, em parceria com aPUMART e coordenação da AMACLERJ. Foto: Marlene Fonseca 12
  13. 13. 31 de março de 2008 Quando do LXVIII Grande Salão de Artes Cidade do Rio de Janeiro- evento AMACLERJ - PUMART. Ocorreu o lançamento do livro: NÓS, OS MAÇONS - A MAÇONARIA VISTA POR DENTROo autor AMANDO HURTADO JUÁREZ, nasceu em Segóvia, na Espanha,em 1937. Bacharel em Direito. Ingressou na Ordem Maçônica em 1990.Éprofessor honorário do Institut Internacional des Sciences Politiques. Fotos: Marlene Fonseca 13
  14. 14. 31 de maio de 2008 Quando do LXIX Salão de Artes Comemorativo as Mães e a Mulher.Foram homenageadas com DESTAQUE DE HONRA da FraternidadeFeminina Cruzeiro do Sul - GOB-RJ, as seguintes cunhadas:Lígia Gomes de Souza - Presidente; Jandira Silva Marconi - DiretoraSecretária Adjunta; Sueli Naira Julião dos Santos - Diretora Social; AldaCristina B. Carvalho Lima - Diretora Social Adjunta; Tereza de Jesus BarbosaPinheiro - Diretora de Cultura; Rosângela Mota Rodrigues - CoordenadoraAdministrativa; Marly Alves - Coordenadora Metropolitana e Luzia de SouzaBorges - Coordenadora de Cerimonial de Eventos Externos da Loja Salomão,21.Artistas participantes:Adauria Chiarelli; Adelino de Souza; Augusto Marques; Carlos Alves; CarlosTozato; Clea Azambuja; Dera; Felipe Henrique; Helio Belart; Icone Rocha;Id Carmo; Ilka dos Santos; Inesor Zurd; Iris Carmo; L. Regina; MarciaMontes; Marise Marinheiro; Nancy Cury; Nequitz; Nilza Athayde; Raphael,de Araújo; Ribamar Gomes; Vilma Guimarães; Vitor Tavares; Walter Reis;Yara Mochiaro; Zali Fonseca; Zuleira M. C. Ribeiro (Rizu) e Zênnia.Na ocasião foi feita uma justa homenagem à todas as ma~es pela passagemde seu dia, comemorado no mês de maio. 14
  15. 15. Quadro da AcademiaCadeira Acadêmico 01 - Ademilton Madureira Lima 02 - Sergio Tavares Romay 03 - 04 - 05 - Alceu de Almeida Reis 06 - José Carlos Martinho 07 - 08 - 09 - 10 - 11 - Bernardino Coelho Pontes 12 - 13 - Reginaldo Barbosa dos Santos 14 - Paulo Gomes dos Santos Filho 15 - 16 - Eduardo Gomes de Souza 17 - Carlos Gomes 18 - Celso Luiz Serra 19 - Elvandro de Azevedo Burity 20 - 21 - Walnyr Lima Almeida 22 - Gilberto Jorge da Cruz Araújo 23 - Ziéde Coelho Moreira 24 - Ubirajara Gouveia Almeida 25 - Roberto Pumar Silveira 26 - 27 - Eurípedes de Mattos 28 - Ary Azevedo de Moraes 29 - 30 - Antonio Alves de Carvalho 31 - Edimo Muniz Pinho 32 - Carlos Roberto Alves 33 - l 15
  16. 16. Diretoria Executiva 2008/2009 PresidenteAcadêmico - Gilberto Jorge da Cruz Araujo Vice-PresidenteAcadêmico - Paulo Gomes dos Santos Filho Primeiro Secretário Acadêmico - Eurípedes Mattos da Silva Segundo Secretário Acadêmico - Carlos Roberto Alves Tesoureiro Acadêmico - Elvandro de Azevedo Burity Diretor de Relações Públicas Acadêmico - Ziéde Coelho Moreira Diretor de Comunicação e Divulgação Acadêmico - Roberto Pumar Silveira l 16
  17. 17. Noticiário Acadêmico Você sabia que... Dia 7 de julho de 2008 - Segunda-feira - Sessão deHomenagem ao Escritor Nilton Alves - falecido em outubro 2007 - que durantemuitos anos foi responsável pelo Projeto POESIAS NOS ARCOS.Local: Casarão HOMBURua Mem de Sá - LapaPróximo aos Arcos da LapaHorário: a partir das 19 horas Dia 14 de julho de 2008 - Segunda-feira - a reunião daAMACLERJ será na sede da Federação das Academias de Letras e Artesdo Rio de Janeiro - FALARJ - solenidade da Academia de Letras e Artesde Paranapuã - ALAP.Local: rua Teixeira de Freitas, 5 - 3º andar - LapaRecepção a partir das 15.30 horasInício da sessão - 16.00 horasTraje para os Membros da AMACLERJ - o acadêmico (para tanto,recomenda-se aos acadêmicos, antes de se dirigirem ao local,apanharem suas “opas” no Palácio do Lavradio). Dia 28 de julho de 2008 - Segunda-feira - Sessão Solene dePosse de Neo-Acadêmicos na AMACLERJ.Local - rua do Lavradio, 97 - CentroRecepçao a partir das 15.30 horasInício da solenidade - 16 horasTraje - passeio completo ou acadêmico. Para maçons não acadêmicos da AMACLERJ ou de congenêresrecomenda-se o terno preto sem alfaias. l 17
  18. 18. A AMACLERJ dando continuidade ao projeto“Leitura Não Tem Fronteira” realizou doação de livros paraa Biblioteca “Carlos de Laet” mantida pela Loja Pioneirosdo Cabo - 1821 e para a Loja União e Vitória - 2622 que estámontando a Biblioteca “Venerável Belonil de Paula Paim”. VIVENCIANDO A MAÇONARIA é um “bestseller” que está na terceira edição. O autor é o Irmão JorgeVicente que compõe o Quadro da Academia NiteroienseMaçônica de Letras, História, Ciências e Artes. Maiores detalhes visite www.livrosmaconicos.com ou noorkut maçonaria em crônicas. l 18
  19. 19. AUGUSTA E RESPEITÁVEL LOJA SIMBÓLICAMAÇÔNICA - Dinâmica e Inteligente - é um livro queaborda a estratégia maçônica. Nas palavras do autor, o Irmão Newton de AlcantaraFilho, o livro é: - Um caminho para novos paradigmas. Os recursos obtidos com a venda do livro reverterãopara aplicação em obras sociais. Lançamento programado para o dia 18 de julho de 2008,às 18 horas, rua 13 de Maio nº13 sala 802. Restrito para Maçons. l 19
  20. 20. Na Bienal Internacional do Livro - 2009, no Rio deJaneiro, realizar-se-á o lançamento do livro de autoria doAcadêmico da AMACLERJ Elvandro Burity. EU, poetificando... é a terceira incursão pelapoesia. Segundo o autor foi escrito sem pretensão literária eexala sentimentos e momentos. l 20

×