Mudança Organizacional

69.167 visualizações

Publicada em

Aspectos fundamentais para garantir o sucesso de processos de mudança organizacional

Publicada em: Negócios
5 comentários
23 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
69.167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
813
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2.235
Comentários
5
Gostaram
23
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mudança Organizacional

  1. 1. A Gestão da Mudança Aspectos fundamentais para garantir o sucesso dos processos de mudança por Armando Levy
  2. 2. Agenda • O que é mudança? • O que é uma organização? • O que é resistência? • Mudanças exigem planejamento • Mudanças exigem comunicação
  3. 3. O que é mudança? • Reestruturação organizacional • Fusões & Aquisições • Novos processos e tecnologias • Profissionalização da empresa • Troca de comando • Demissões em massa e PDV • Aposentadoria dos líderes ou heróis • Contratação de especialistas • Formação de profissionais
  4. 4. O que é uma organização? Presidente Marketing Comercial Operações Administração Produto Vendas ATC RH Propaganda Representação Logística Financeiro Pesquisa Franqueados Manutenção Regionais Parcerias Televendas Sistemas Compras
  5. 5. Muito mais que uma estrutura • Perfis individuais • Estruturas organizacionais • Força motriz • Ciclo de vida e perfis • Estratégia
  6. 6. Perfil Profissional • Visão do Dr. Ichak Adizes (www.adizes.com) – Perfil dos executivos • Integrador • Administrador • Produtor • Empreendedor
  7. 7. Integrador Este seu trabalho está • Facilitador o máximo, • Preocupa-se com parabéns! as pessoas • Valoriza a ética • Conselheiro • Busca o consenso • Formador de equipes • (Dificuldade para aceitar mudanças drásticas) • (Dificuldade para sacrificar as amizades)
  8. 8. Administrador O modelo está definido. Quem • Sistematizador não gostar pode • Organizador começar a • Segue normas e procurar outro regulamentos emprego • Aprecia controles • Implanta decisões • Executa planos • (Desconfia das mudanças porque comprometem normas e processos) • (Coloca as normas acima de tudo)
  9. 9. Produtor Põe o sistema no ar agora • Foco em resultados e vamos pedir aos • Comprometido com o usuários que nos ajudem a melhorar o trabalho que for necessário! • Necessidade de realizar • Intransigente com a qualidade • Busca reconhecimento • (Foco intensivo no trabalho o leva a se desligar do cotidiano)
  10. 10. Empreendedor Sai da • Desafiador frente! • Aprecia novos desafios • Gera seu próprio plano de ação • Assume riscos • Auto-propulsor • Modifica processos e metas • Geralmente inicia negócios • (Egocêntrico) • (Vaidoso) • (Teimoso)
  11. 11. A importância do perfil • Questões sobre o perfil e a gestão da mudança – Qual o perfil do líder da equipe de mudança? – Quais são os perfis do time de mudança? – Há empreendedores, administradores, produtores e integradores no time? – Uma equipe só de administradores compreende os aspectos humanos envolvidos no processo?
  12. 12. Estruturas organizacionais • A maneira como as organizações estruturam seus negócios é o resultado da interação de diversas forças, da visão de negócio de seus fundadores às demandas e pressões do mercado • De modo evolutivo, as estruturas organizacionais passam por mutações – Estruturas lineares – Estruturas funcionais – Estruturas linha-função – Estruturas por projeto – Estruturas matriciais – Estruturas cooperadas – Estruturas integradas
  13. 13. Estrutura linear General Coronel Capitão Sargento Soldado
  14. 14. Estrutura funcional Presidente Produção Marketing Finanças Produto Promoção Logística Preço Decisão e Execução
  15. 15. Estrutura linha-função Presidência Diretoria A Diretoria B Diretoria C DEPTO 3 DEPTO 4 DEPTO 5 DEPTO 1 DEPTO 2 ÁREA 1 ÁREA 2 ÁREA 3 SUB ÁREA 1 SUB ÁREA 2 SUB ÁREA 3 SUB SUB ÁREA 1 SUB SUB ÁREA 2 SUB SUB ÁREA 3 Decisão Execução
  16. 16. Estrutura por projeto Presidente Produção Marketing Finanças Produto Promoção Logística Preço Gerente de Projeto Todo poder ao gerente do projeto
  17. 17. Estrutura matricial Direção Depto A Depto B Depto B de projeto 1 Gerência de projeto 2 Gerência
  18. 18. Estruturas Cooperadas Jornalista Fotógrafo Diagramador Agência de Comunicação Design Redator Cinegrafista
  19. 19. Estruturas Integradas CABOS GABINETES SOFTWARE DELL CHIPS MOUSE TECLADO
  20. 20. As mutações Presidência Diretoria de Vendas Operações logística Fornecedor Represen- de TI Fornecedor 1 Fornecedor 2 tante 1 Trade ÁREA 1 ÁREA 2 ÁREA 3 SUB ÁREA 1 SUB ÁREA 2 SUB ÁREA 3 SUB SUB ÁREA 1 SUB SUB ÁREA 2 SUB SUB ÁREA 3 Concorrente
  21. 21. A importância da estrutura • Questões sobre a estrutura e a gestão da mudança – A estrutura organizacional da empresa é conhecida? – Está pronta para gerenciar um processo de mudança? – Os canais de comunicação estão abertos? – O processo de mudança é impositivo?
  22. 22. Força Motriz • Força que move a empresa • É definida pela ideologia central e pela alma da empresa • Tregoe e Zimmermann identificaram 5 forças motrizes: – Produtos oferecidos – Necessidades de mercado – Capacidade de produção e tecnologia – Método de venda e distribuição – Crescimento e lucro
  23. 23. Produtos oferecidos • Organização motivada pela oferta de produtos ao mercado • Tende a produzir, sempre, produtos semelhantes aos atuais, gradativamente aperfeiçoados • Buscará melhor penetração nos mercados que já atende • Tentará atingir outros mercados para vender produtos que já fabrica – Gillette – Volkswagen – IBM
  24. 24. Necessidades do mercado • Organização motivada pelo atendimento de novas necessidades dos consumidores • Tenderá a desenvolver novos produtos • Dará muita ênfase à pesquisa • Necessidade de pessoas atuantes – 3M – Dell – HP
  25. 25. Capacidade de Produção • Organização motivada por técnicas produtivas, tecnologia e equipamentos • Tenderá a fabricar produtos acessíveis a sua tecnologia • Buscará inovação e adaptação tecnológica • Ênfase na análise de custos – Petrobras – CSN – Vale do Rio Doce – Votorantim
  26. 26. Método de Venda • Organização motivada pelo uso de sua estrutura de vendas e de distribuição de produtos • Procurará atuar com produtos que possa vender através de sua estrutura • Poderá comercializar produtos de terceiros • Dará ênfase à propaganda – Natura – Avon – Carrefour – Pão de Açúcar – Editora Abril
  27. 27. Crescimento e Lucro • Organização motivada, acima de tudo, pelo retorno financeiro de seus investimentos • Buscará produtos rentáveis • Muita ênfase na propaganda • Pessoal com excelência em gestão de produtos financeiros, controle de orçamento, redução de custos – Itaú – Bradesco – Credicard – Ambev – Telefonica
  28. 28. O poder da Força Motriz • Questões sobre Força Motriz: – Ela é conhecida? – A implementação da mudança leva em consideração a força motriz da empresa? – Os objetivos da mudança estão alinhados à força motriz?
  29. 29. Ciclo de vida e perfis • Ichak Adizes assinala que as empresas, como todo organismo vivo, passam por ciclos de vida • Estes ciclos de vida têm relação com os perfis profissionais que atuam na empresa – Desbravamento – Toca-Toca – Adolescência – Plenitude – Aristocracia – Fossilização
  30. 30. Desbravamento • Idéia de um líder carismático • Emoção viabiliza produto de forma intuitiva • Tecnologia ainda Thomas Edison inexplorada e incipiente
  31. 31. Toca-Toca • Tudo é visto como oportunidade • Sem diretrizes definidas, coexistem diferentes critérios de contratação, promoção e remuneração • Pessoas trabalham apagando incêndios
  32. 32. Adolescência • Empresa começa a profissionalizar a administração • Época de transição dolorosa • Pessoas lutam para defender interesses pessoais e evitar padrões que as prejudiquem • Luta pelo poder pode consumir muita energia
  33. 33. Plenitude • Empresa passa a planejar seu futuro • Começa a valorizar a contribuição das pessoas • Propõe desafios e participação nos lucros • Muitas empresas re-valorizam sua cultura e se abrem a sistemas mais democráticos • Outras eternizam práticas do passado que deram certo e comprometem o futuro
  34. 34. Aristocracia • Poder se desloca das áreas de produção e marketing para a área financeira • Empresa deixa de correr riscos • Solução dos problemas é adiada • “Somos os melhores” • “Os clientes precisam de nós”
  35. 35. Fossilização • Empresa perde mercado • Acirram-se conflitos de interesse • O culpado é sempre o outro • Todos se protegem escondendo informações • Comunicação é limitada • Demissões freqüentes e injustas
  36. 36. Questões sobre o ciclo de vida • Processos de mudança exigem a compreensão prévia de seus objetivos: – Vamos mudar para alcançar um novo ciclo de vida? – Estamos em qual? – Quais as implicações da mudança? – Podemos saltar ciclos de vida?
  37. 37. Estratégias, decisões e processos • Estratégias, decisões e processos estão profundamente conectadas à história de vida da empresa, à sua Força Motriz, à sua Ideologia Central e à sua estrutura organizacional • A gestão da mudança leva esses fatores em consideração?
  38. 38. O que é resistência? • Embora muitos imaginem que a resistência à mudança venha a ser apenas um ato de “sabotagem”, a verdade é que a resistência à mudança é, apenas, a defesa da cultura organizacional que vai ser mudada
  39. 39. O que é Cultura? • Modo de ser, pensar e fazer de um grupo, comunidade, sociedade ou país • Gostos, paixões, convenções e opiniões que mantêm uma sociedade unida • Tradição, valores, crenças, hábitos e normas que determinam a identidade de um povo
  40. 40. Cultura é... •“... o que todo mundo sabe, sem saber que sabe.” Terry Eagleton Filósofo e Professor de Teoria Cultural da Universidade de Manchester (UK)
  41. 41. Índia • Lugares • Roupas • Comida • Hábitos • Folclore • (Castas sociais) • (Fanatismo religioso)
  42. 42. França • Comidas • Mitos • Lugares • Tradições • (Guilhotina) • (Xenofobia) • (Colonialismo)
  43. 43. EUA • Cowboy • Construções • Mercado • Terra de imigrantes • (Expansionismo) • (Intervencionismo) • (Fanatismo)
  44. 44. Cultura organizacional • Conjunto de pressupostos básicos • Modo de percepção da realidade • Modo de fazer • Espírito da organização • Modelos mentais
  45. 45. Mudança x Cultura • Mudanças são uma afronta à cultura estabelecida: – Mudam normas e processos – Mudam pessoas – Mudam os modos de fazer e perceber as coisas – Mudam os valores – Mudam os objetivos – Mudam a missão, a visão e os valores • Enfim, mudam a cultura
  46. 46. Choque cultural • Implementação de sistemas e outros processos de mudança acarretam choques culturais que precisam ser gerenciados para não comprometer a mudança
  47. 47. Mudança & Planejamento • Planejamos os aspectos técnicos da mudança, mas precisamos planejar, também, a mudança cultural que virá: – Compreender os perfis necessários à mudança e após a mudança – Avaliar os impactos da mudança na estrutura – Avaliar os impactos da mudança na estratégia
  48. 48. A comunicação e a mudança • Um bom processo comunicacional em apoio à mudança pode usar uma ou mais destas ferramentas: – Pesquisa ação de clima organizacional – Matriz de indicadores – Endomarketing – Modelos sociais – Padrões comportamentais – Rituais – Gestão de Talentos
  49. 49. Pesquisa ação de clima • Pesquisa social voltada para a ação ou resolução de problema coletivo • Coleta de dados não deve envolver apenas questionários • Pessoas envolvidas no problema devem ter voz ativa • Diagnóstico deve originar ações • Ações devem ser comunicadas a todos – Volvo – Basf – Copesul
  50. 50. Matriz de indicadores • Balanced Score Card • Deve abrigar informações-chave sobre diversas áreas da empresa (marketing, rh, finanças, operações) • Indicadores selecionados devem poder ser comprados com os de outras empresas • Indicador representa um índice que traduz a comparação entre um resultado obtido contra uma variável – Lucro x faturamento – Clientes atendidos x atendentes – Novos produtos x faturamento
  51. 51. Endomarketing • Assumir efetivamente o processo de comunicação entre a empresa e os funcionários através de: – Manual e vídeo de integração – Jornal interno – Cartazes motivacionais – Intranet e correio eletrônico – Cartas e cartões padronizados – Eventos – Dinâmicas de grupo
  52. 52. Modelos sociais • Empresa deve definir quais são seus modelos sociais – Os gerentes? – Os diretores? – Os supervisores? • Definida a questão, a empresa deve criar o modelo comportamental e cultural que servirá de guia – Gerentes empreendedores • O passo seguinte é treinar as pessoas para assumirem seus papéis – Na Bell Atlantic, executivos devem seguir modelo social “Esteja Aqui Agora!”, que significar dar total atenção aos interlocutores • Construção de modelos sociais: – Dinâmicas de grupo – Jogos empresariais – Encontros
  53. 53. Padrões comportamentais • Grande desafio da gestão da cultura é que padrões individuais de comportamento reflitam a cultura da organização • Empresas podem estabelecer padrões comportamentais como: – Proibição do uso de barba – Higiene pessoal diária – Roupas adequadas para quem lida com clientes • Muitas empresas definem estes padrões no momento da contratação, quando o funcionário está mais preparado a aceitá-los
  54. 54. Rituais • Vários rituais aparecem na liturgia empresarial. Entre eles, os mais significativos são: – Ritos de comemoração e integração – Ritos de reforço – Ritos de passagem • Relógio de ouro para pessoas que completam 25 anos de casa passa qual mensagem? • Rituais devem integrar estratégia da empresa
  55. 55. Gestão de Talentos • Montagem de portfólio de executivos com algumas variáveis básicas – PERFIL – Desempenho funcional – Grau de inserção na cultura
  56. 56. Muito Obrigado! Armando Levy armando@epress.com.br Armando Levy e-Press Comunicação www.epress.com.br (11) 4082 4600

×