A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS

12.645 visualizações

Publicada em

Aula ministrada na 9ª Escola Bíblica de Obreiros da Assembleia de Deus em Campina Grande-PB, realizada no período de 15 a 18/01/2012.

Publicada em: Espiritual
3 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Viva Calvino
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • A doutrina assembleiana é totalmente bíblica e totalmmente verdadeira. Mas o que me preocupa pastor é a falta de conhecimento bíblico-teológico da parte dos crentes, pois realmente vivemos tempos de apostasia em relação á Palavra de Deus, e os irmãos cada vez mais são enganados por ventos de doutrinas estranhas, uma parte só quer graça, e vão pulando dançando etc, de culto em culto mas nunca mudam de vida, e ainda acabam caindo em heresias destruídoras por falta de conhecimento, pois os dois devem andar juntos graça e conhecimento. Outra parte só quer benção, e acabam caindo também em doutrinas erradas em teologias da prosperidade e os obreiros que deveriam doutrinar a igreja, não se preparam e estão dando comida podre pra igreja. Á se não fosse Deus sucitar alguns remanescentes entre nós ,que defendem a Palavra da VERDADE. Que Deus te abençoe e continua a expor a verdade . Que a graça do Senhor Jesus, o amor de Deus e a comunhão do Espirito Santo sejam com todos os meus irmãos em Cristo Jesus. E peço a todos irmãos que preguem a PALAVRA PURA e que se preparem, em nome do PAI, do FILHO e do ESPIRITO SANTO amém.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Pr. Altair foi uma benção que Deus continue abençoando
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.645
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.183
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
401
Comentários
3
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS

  1. 1. A DOUTRINA CRISTÃ PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS Pr. Altair Germano
  2. 2. ASSEMBLEIA DE DEUS: UMA IGREJA CENTENÁRIA <ul><li>Uma igreja centenária que deseja manter um testemunho relevante, uma mensagem e prática genuinamente bíblica precisa considerar as seguintes questões: </li></ul><ul><li>A questão da identidade: Quem somos? </li></ul><ul><li>A questão histórica: De onde viemos? </li></ul><ul><li>A questão doutrinária: No quê cremos? </li></ul><ul><li>A questão crítica e contextual: Como estamos? </li></ul><ul><li>A questão visionária: O que queremos ser e onde queremos chegar? </li></ul>
  3. 3. A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA <ul><li>Quais as fontes da doutrina pentecostal assembleiana? </li></ul><ul><li>Quando e como se deu o seu desenvolvimento histórico? </li></ul><ul><li>Onde podemos encontrar a doutrina pentecostal assembleiana? </li></ul><ul><li>Quais doutrinas pentecostais assembleianas são consideradas essenciais, e quais são as periféricas à luz da grande tradição cristã (Credos e Confissões)? </li></ul><ul><li>Há consenso doutrinário entre os pentecostais assembleianos nas questões centrais e periféricas? </li></ul>
  4. 4. AS FONTES HISTÓRICAS DA DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA <ul><li>A doutrina pentecostal assembleiana é historicamente oriunda dos segmentos evangélicos que influenciaram e que foram alcançados pelo movimento pentecostal: </li></ul><ul><li>Séc. XVI: Reforma Protestante (Martin Lutero) </li></ul><ul><li>Séc. XVII: O Pietismo (Philip Jacob Spener) </li></ul><ul><li>Séc. XVII: Os Batistas (John Smith/Thomas Helwys) </li></ul><ul><li>Séc. XVIII: O Metodismo (John Wesley) </li></ul><ul><li>Séc. XIX e XX: O Movimento Pentecostal </li></ul>
  5. 5. AS CARACTERÍSTICAS DA DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA <ul><li>Influenciada por diversas correntes teológicas </li></ul><ul><li>Personalista (certa ênfase na autoridade de quem ensina) </li></ul><ul><li>Reprodutivista (a doutrina é reproduzida geralmente com pouca análise crítica) </li></ul><ul><li>Fragmentada (a doutrina não é especificada num único documento confessional) </li></ul><ul><li>Regionalizada (as convenções estaduais e regionais decidem o entendimento e a aplicabilidade de algumas doutrinas) </li></ul>
  6. 6. AS FONTES OFICIAIS DA DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA <ul><li>A Bíblia Sagrada </li></ul><ul><li>As resoluções e pareceres convencionais </li></ul><ul><li>As publicações da editora oficial (Casa Publicadora das Assembleias de Deus –CPAD): </li></ul><ul><li>O Jornal Mensageiro da Paz </li></ul><ul><li>As revistas especializadas e segmentadas </li></ul><ul><li>As revistas da Escola Dominical </li></ul><ul><li>Os livros publicados com a aprovação do Conselho de Doutrina </li></ul>
  7. 7. O CREMOS (CREDO) ASSEMBLEIANO BRASILEIRO: ORIGEM OUTUBRO DE 1938 – Theodoro Sthonr
  8. 8. O CREMOS (CREDO) ASSEMBLEIANO BRASILEIRO: ORIGEM Junho de 1969 – Alcebíades P. de Vasconcelos (Diretor de Publicações)
  9. 9. O CREMOS (CREDO) ASSEMBLEIANO BRASILEIRO ATUAL <ul><li>1) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29); </li></ul><ul><li>2) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2Tm 3.14-17); </li></ul><ul><li>3) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9); </li></ul><ul><li>4) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurar a Deus (Rm 3.23 e At 3.19); </li></ul>
  10. 10. <ul><li>5) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8); </li></ul><ul><li>6) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor. (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9); </li></ul><ul><li>7) No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12); </li></ul>
  11. 11. <ul><li>8) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15); </li></ul><ul><li>9) No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7); </li></ul><ul><li>10) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme  sua soberana vontade (1Co 12.1-12); </li></ul>
  12. 12. <ul><li>11) Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira — invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda — visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16, 17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14); </li></ul><ul><li>12) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10); </li></ul><ul><li>13) No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15); </li></ul><ul><li>14) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46). </li></ul><ul><li>Fonte: www.cpad.com.br </li></ul>
  13. 13. UNIDADE E DIVERSIDADE DOUTRINÁRIA PENTECOSTAL ASSEMBLEINA? <ul><li>Convergências e Divergências Doutrinárias: </li></ul><ul><li>Teologia (Trindade e modalismo) </li></ul><ul><li>Cristologia (A duas naturezas de Cristo) </li></ul><ul><li>Pneumatologia (A evidência do Batismo com o Espírito Santo, a prerrogativa para o recebimento dos dons do Espírito, etc) </li></ul><ul><li>Eclesiologia (Na Liturgia: ordem, palmas, danças, coreografias, cultos neopentecostalizados, ritmos e estilos musicais, etc. No Governo Eclesiástico: ministérios, títulos, cargos e ofícios, a figura e funções dos presbíteros e dos evangelistas, pastores e pastoras, diáconos e diaconisas, etc.) </li></ul><ul><li>Escatologia (dispensacionalismo, literalismo, pós, pré e midi-tribulacionismo, pré e pós milenismo, etc.) </li></ul>
  14. 14. DESAFIOS DOUTRINÁRIOS PARA A ASSEMBLEIA DE DEUS NO BRASIL <ul><li>Refletir, atuar e transformar (o perigo do doutrinismo teórico e do ativismo pragmático) </li></ul><ul><li>Ouvir, ler e questionar (criticidade x criticismo) </li></ul><ul><li>Consolidar e reinterpretar (o perigo do reprodutivismo doutrinário e do liberalismo teológico) </li></ul><ul><li>Escrever e publicar os fundamentos doutrinários da denominação e as suas resoluções convencionais </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Conhecendo as Doutrinas da Bíblia , Myer Pearlman, Vida. </li></ul>DICAS LITERÁRIAS
  16. 16. <ul><li>Teologia Sistemática: uma perspectiva pentecostal , Stanley Horton, CPAD. </li></ul>DICAS LITERÁRIAS
  17. 17. <ul><li>Teologia Sistemática , Eurico Bergstén, CPAD. </li></ul>DICAS LITERÁRIAS
  18. 18. <ul><li>Teologia Sistemática Pentecostal , diversos autores, CPAD. </li></ul>DICAS LITERÁRIAS
  19. 19. <ul><li>Dicionário do Movimento Pentecostal , Isael de Araujo, CPAD. </li></ul>DICAS LITERÁRIAS
  20. 20. LIVROS PUBLICADOS Email: [email_address] Blog: www.altairgermano.net Fones: (81) 9232 0617 e 9749 8282

×