FINEP-SENAI-Curso

108 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
108
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

FINEP-SENAI-Curso

  1. 1. 10/2/2008 Eng. Afonso Henriques Neto 1 Projeto marco BRA/B7-311/2000/005 “Redes de Centros Tecnológicos e Apoio às Pequenas e Médias Empresas no Brasil” CURSO EM PROCESSAMENTO DECURSO EM PROCESSAMENTO DE POLPOLÍÍMEROS TERMOPLMEROS TERMOPLÁÁSTICOSSTICOS MMóódulo 2dulo 2 –– APERFEIAPERFEIÇÇOAMENTO EOAMENTO E ATUALIZAATUALIZAÇÇÃO NO PROCESSO DEÃO NO PROCESSO DE INJEINJEÇÇÃOÃO PARCERIA: INT e SENAIPARCERIA: INT e SENAI
  2. 2. 10/2/2008 Eng. Afonso Henriques Neto 2 1.1. INTRODUINTRODUÇÇÃOÃO –– Mercado brasileiro de TransformaMercado brasileiro de Transformaçção de Plão de Pláásticossticos – A Cadeia Produtiva do Plástico no Brasil – Principais segmentos de mercado 2.2. A MA Mááquina Injetoraquina Injetora – Unidades de Fechamento / Injeção / Controle – Fechamento Hidráulico / Mecânico / Híbrido – Roscas de Plastificação – Bicos de Injeção – Injetoras Modulares – Injetoras Elétricas 3. O Ciclo de InjeCiclo de Injeççãoão – Ciclo de Injeção – Os 6 Ms. do processo de injeção – Temperaturas, Tempos e Pressões – Curva PVT – Velocidade de Injeção – Viscosidade Fundida e Taxa de Cisalhamento – Contração de moldagem e Orientação Molecular – Pós-contração de moldagem PROGRAMA DO CURSOPROGRAMA DO CURSO
  3. 3. 10/2/2008 Eng. Afonso Henriques Neto 3 4.4. Condicionamento e Secagem dos materiais plCondicionamento e Secagem dos materiais pláásticossticos – Secagem de polímeros e sistemas de desumidificação – Condicionamento pós-injeção de peças plásticas – Absorção de umidade das Poliamidas 5.5. Aspectos Econômicos e de ProdutividadeAspectos Econômicos e de Produtividade – Reciclagem de “SCRAPS” de produção – Propriedades dos materiais em função do Nº de Reciclagens – Produtividade no Processo de Injeção – Custos de Investimento na automação do processo de injeção 6.6. AnAnáálise e Solulise e Soluçção de Problemas de Injeão de Problemas de Injeççãoão – Variáveis de Processo x Variáveis de Controle – Manchas devido à Umidade / Gases – Manchas devido à Queima / Contaminação – Efeito Diesel – Vazios e Rechupes – Linhas de Solda (emenda fria) – Esguichos (Jato Livre) – Rebarbas PROGRAMA DO CURSOPROGRAMA DO CURSO
  4. 4. 10/2/2008 Eng. Afonso Henriques Neto 4 7.7. PlPláásticos de Engenharia e de Alto Desempenhosticos de Engenharia e de Alto Desempenho – A Pirâmide dos Plásticos: Commodities / Plast. Engenharia / Plast. Alto Desempenho – Propriedades Mecânicas e Térmicas – Principais Aplicações 8.8. Processos Especiais de InjeProcessos Especiais de Injeççãoão – Injeção Multicomponentes – Injeção sobre Tecidos – Injeção sobre Laminados – Injeção à Gás – Injeção Híbrida Plástico / Metal 9.9. MIMMIM –– MetalMetal InjectionInjection MouldingMoulding – Descrição do Processo – Variáveis do Processo – Principais Aplicações PROGRAMA DO CURSOPROGRAMA DO CURSO
  5. 5. 10/2/2008 Eng. Afonso Henriques Neto 5 10.10. MOLDES de InjeMOLDES de Injeçção de Plão de Pláásticossticos – Moldes de 2 e 3 Placas – Moldes com Câmara Quente – Projeto de Canais de Distribuição – Balanceamento das Cavidades do Molde – Pontos de Injeção – Nervuras e Castelos – Montagem de Peças Plásticas – Sistema de Refrigeração de Moldes 11.11. Tendências do Mercado de InjeTendências do Mercado de Injeçção de Plão de Pláásticossticos – Micro Injeção – Células de Manufatura – Automação do processo – Injetoras de Ciclo Rápido – Injeção de Compostos – Injeção Combinada Termofixos x Termoplásticos PROGRAMA DO CURSOPROGRAMA DO CURSO
  6. 6. 10/2/2008 Eng. Afonso Henriques Neto 6

×