Defesa

237 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
237
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Defesa

  1. 1. Atuação Cultura de Jovens Escritores na Cena Literária de Porto Alegre: O Caso Daniel Galera Angela Francisca Mendez de Oliveira Orientadora: Prof. Dra. Rejane Pivetta de Oliveira
  2. 2. 1. A literatura no horizonte das relações socioculturais
  3. 3. 2. A literatura do contemporâneo A Geração Zero Zero no Sul do país
  4. 4. Grupo Cultural ou Formação Intelectual: Um Estudo de Raymond WilliamsGrupo de Bloomsbury, foi um grupo de artistas e intelectuais britânicos que existiu entre 1905 e o fim da II Guerra Mundial. Dele participaram osromancistas e ensaístas como Virginia Woolf, E. M. Forster e Mary (Molly) MacCarthy, o biógrafo e ensaísta Lytton Strachey, o economista JohnMaynard Keynes, os pintores Duncan Grant, Vanessa Bell e Roger Fry, o crítico literário Desmond MacCarthy, o crítico de arte Clive Bell e ojornalista Leonard Woolf.
  5. 5. [...] eles provinham, na maioria, de famílias deprofissionais liberais e de funcionários públicos, ecresceram dentro do sistema educacional [...] de escolas euniversidades “públicas”. Seus líderes (Woolf, Keynes,Strachey) conheceram-se em Cambridge. [...] são umafração da classe dirigente, tanto no sentido de quepertencem integralmente a ela [...], quanto de queconstituem uma divisão coerente dela, definidas pelosvalores de uma determinada educação superior: a possede uma cultura geral, e não de uma cultura meramentenacional ou de classe [...]. (WILLIAMS, 2011, p.79-80)
  6. 6. É pois, aprendendo a estudar a natureza e a diversidade dasformações [...] que podemos caminhar na direção de umacompreensão mais adequada dos processos culturais imediatosdas produções culturais. (WILLIAMS, 2011a, p.85).[...] há muitos grupos culturais importantes que possuem umcorpo de práticas em comum ou um etos distinguível, ao invés deprincípios ou objetivos declarados em um manifesto. (WILLIAMS,2011b, p.201).
  7. 7. AUTORES NASC. FORMAÇÃO OFICINAS 1° PUBLICAÇÃO N° ÚLTIMA PUBLICAÇÃO ACADÊMICA LITERÁRIAS LIVROS Alessandro 1979 Publicidade Milton CONTOS: 01 CONTOS: Garcia (POA) Hatoum A sordidez das pequenas coisas A sordidez das pequenas coisas Nelson de (Não Editora, 2010) (Não Editora, 2010) Oliveira Antônio 1984 Letras Seminário de CONTOS: 03 CONTOS:Xerxenesky (POA) Mestrado criação Entre A página assombrada por fantasmas literária (Movimento, 2006) (Rocco, 2011) Cristiano 1976 Publicidade Assis Brasil CONTOS: 01 CONTOS: Baldi (CAXIAS) Ou Clavículas Ou Clavículas (Livros do Mal, 2002) (Livros do Mal, 2002) Carol 1982 Publicidade Assis Brasil NOVELAS: 02 ROMANCE: Bensimon (POA) Mestrado Pó de Parede Sinuca embaixo d’água (Não Editora, 2008) (Comp. das Letras, 2009)Daniel Galera 1979 Letras Assis Brasil CONTOS: 05 ROMANCE: (SP/POA) Dentes Guardados Cordilheira (Livros do Mal, 2001) (Comp. das Letras, 2008) QUADRINHOS: Cachalote (Comp. das Letras, 2010) Daniel 1974 ---- Assis Brasil CONTOS: 03 ROMANCE: Pellizzari (MANAUS/ Ovelhas que voam se perdem no Dedo negro com unha POA) céu (DBA,2005) (Livros do Mal, 2001)Diego Grando 1981 Letras Assis Brasil POESIA: 02 POESIA: (POA) Doutorado Desencantado carrossel Sétima do singular (Não Editora, 2008) (Não Editora, 2012) Everton 1979 Publicidade ---- POESIA: 01 ---- Behenck (POA) Os dentes da delicadeza (Não Editora, 2010) Leandro 1973 Jornalismo ---- TEATRO: 03 CONTOS: Sarmatz (POA) Mestrado Mães e sogras Uma fome (IEL, 2000) (Record, 2010)Luisa Geisler 1991 Ciências Assis Brasil CONTOS: 02 NOVELA: (CANOAS) Sociais Contos de mentira Quiça (Record, 2011) (Record, 2012) Marcelo 1970 Publicidade ---- CONTOS: 05 CONTOS: Benvenutti (POA) Ciências Vidas cegas Arquivo morto Contábeis (Livros do Mal, 2002) (Kafka Edições, 2009)Michel Laub 1973 Jornalismo Assis Brasil ROMANCE: 05 ROMANCE: (POA) Música anterior Diário da queda (Comp. das Letras, 2001) (Comp. das Letras, 2011), Paulo Scott 1966 Direito Assis Brasil CONTOS/POESIA: 06 ROMANCE: (POA) Mestrado Histórias curtas para domesticar as Habitante irreal paixões dos anjos e atenuar o (Alfaguara, 2011) sofrimento dos monstros (Sulina, 2001) Rafael Bán 1981 Física Lea Masina ROMANCE: 03 ROMANCE: Jacobsen (POA) Tempos e costumes Uma Leve Simetria (Alcance, 1998) (Não Editora, 2009) Reginaldo 1980 Publicidade Charles CONTOS: 02 CONTOS: Pujol Filho (POA) Pós Escrita Kiefer Azar do personagem Quero ser Reginaldo Pujol Filho criativa (Não Editora, 2007) (Não Editora, 2010)Rodrigo Rosp 1975 Publicidade Charles CONTOS: 02 CONTOS: (RJ/POA) Linguística Kiefer A virgem que não conhecia Picasso Fora de lugar (Pós) (Não Editora, 2007) (Não Editora, 2009)Samir M. de 1981 Publicidade Assis Brasil NOVELA: 01 NOVELA: Machado (POA) O professor de botânica O professor de botânica (Não Editora, 2008) (Não Editora, 2008) Verônica 1973 Jornalismo Ministrante CONTOS: 04 CONTOS: Stigger (POA) Doutorado de oficina O trágico e outras comédias Os anões (Arte) literária (Angelus Novus, 2003) (Cosac Naify, 2010)
  8. 8. Reflexões “quadro de autores pesquisados”Ação empreendedora dos jovens escritores: Livros do Mal eNão EditoraA literatura da Academia: jovens intelectuaisAscensão das oficinas literárias: profissionalização do ofícioA opção pelo conto: uma expressão contemporâneaA inserção no mercado: migrações editoriais
  9. 9. 3. Redes de interação:Daniel Galera e Cordilheira no sistema cultural
  10. 10. 4. Cordilheira e o desvelamento das regras da arte A obra Cordilheira de Daniel Galera é um romance de ficção, mas  também  uma  narrativa  da  experiência  que  obriga  a interrogar-se sobre as disposições sociais que estão na origem das produções culturais.
  11. 11. O  romance  de  Galera  constrói  a  sua  trama  a  partir  da representação  do  campo  literário  e  social  de  que  a  obra  faz parte,  localizando  agentes,  suas  posições  e  estratégias  no interior  do  sistema.  São  diferentes,  mas  bem  orquestradas práticas sociais de “cooptação”, como se refere Bourdieu (2010, p.19),  tais  como  recepções,  reuniões,  coquetéis,  contatos, entrevistas,  entre  outras.  Todo  o  espetáculo  que  hoje  a literatura - sobretudo em função de suas estreitas relações com o campo econômico - passa a incorporar, pilares da indústria da arte, está desvelado no romance de Galera.
  12. 12. Tinha recebido no dia anterior um e-mailempolgadíssimo do meu editor argentino dizendo que ElPaís havia publicado uma resenha favorabilíssima, que olivro estava distribuído nas livrarias e em todos osestandes da Feira do Livro de Buenos Aires e que umprograma de televisão local viria me entrevistar após oevento de lançamento para falar sobre a nova geraçãode autores brasileiros. (GALERA, 2008, p.16)
  13. 13. No carro, Martín tentou me explicar no que consistiaexatamente o tal coquetel. Estariam presentes alguns outrosautores brasileiros que participariam da feira do Livro, oadido cultural, o próprio embaixador, alguns autores eeditores argentinos, gente de instituições culturais equejandos. Eu tinha tanto interesse nisso quanto numencontro de cirurgiões bucomaxilofaciais. Martín notouminha reação e disse que não era necessário ficar muito,apenas o bastante para que me apresentasse a meia dúziade pessoas diretamente responsáveis pela promoção dacultura brasileira na Argentina. Fiz o possível parareconhecer que essa política de boas relações era importantepara a editora em que ele trabalhava (e que tinha mepublicado e me pagado direitos e me trazido para cá), masera difícil. (GALERA, 2008, p.34)
  14. 14. Considerações FinaisA análise que empreendemos do caso específico de DanielGalera e seu romance Cordilheira parece deixar suficientementeclaro que a existência da literatura é dependente de uma certaposição no sistema, forjada pela atuação de agentes einstituições, ligações inevitáveis com o mercado e a mídia, e comprocessos planejados de produção, circulação e recepção. O que finalmente o caso Daniel Galera evidencia é que a literaturabrasileira produzida no século XXI apresenta muitassingularidades e uma das mais visíveis, certamente, é a forteatuação cultural dos escritores contemporâneos, que semovimentam bastante à vontade no mercado objetivo dasletras, ao mesmo tempo que almejam um lugar no panteãosagrado das musas.
  15. 15. ReferênciasBOURDIEU, Pierre. As regras da arte. Trad. Maria Lucia Machado. São Paulo: Companhia dasLetras, 2010.EVEN-ZOHAR, Itamar. Polissistemas de cultura. Tel Aviv: Universidad de Tel Aviv, 2007.Disponível em:http://www.tau.ac.il/~itamarez/works/papers/trabajos/polisistemas_de_cultura.htm. Acessoem: 28 out. 2012.GRANTA . Os melhores jovens escritores brasileiros. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012. p.183-196.OLIVEIRA, Nelson de. Geração Zero Zero: fricções em rede. Rio de Janeiro: Língua Geral, 2011.WILLIAMS, Raymond. Cultura. Trad. Lólio Lourenço de Oliveira. São Paulo: Paz e Terra, 2011a._________. Cultura e Materialismo. Trad. André Glaser. São Paulo: Editora Unesp, 2011b._________. Marxismo e Literatura. Rio de Janeiro: ZAHAR, 1979.

×