5
ü



I   @
    I cÀsÀ |
    I DOIS I
     :r:rrri




                               'rfï
                              ...
-   ''---.>


=-=:---'-
                                                          - -   -   f=)   -;   --í,   -   i;-   ;....
',**
>1",+':.-'.":0,;
 1-Ì'.1 1ir"iÍ
 :", '::r:,{*''
                          '',
                  ".,',1;rr.,. l-. .e:;...
@
          -




    H
    ttÍ
'
                                                                    - :e.-ero cor po-.o maisde 400 - e com .opogra',a   ...
i

    I

]l
11

i




            O ambiente churrasqueira um dos ocatscornma or des_
                       de          ...
ProjeÌo:
      Elizabelh Lopes
             Sallai          Adrnii
                                  slração
             ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Residência Camamu / BA

512 visualizações

Publicada em

Projeto: Elizabeth Sallai e Miriam Inoue
Montagem da Estrutura: Habitate Arquitetura em Madeira

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
512
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Residência Camamu / BA

  1. 1. 5 ü I @ I cÀsÀ | I DOIS I :r:rrri 'rfï t-- ) :') .i RAS Cr(,| ilsd?a liLlgN&N,gì91.(+3 + dÍrÏ[SS ìilt't'r?Er
  2. 2. - ''---.> =-=:---'- - - - f=) -; --í, - i;- ;. ---= Construçãodistância a os pRopRtEïÁRros t4oRAM SALVADoR. EGosrARArv TRABALHO Et4 BA. Do DASAROUITETAS CAPITAL DA ,1.700 PAULISTA. MAIS DE 05 KM NÃO FORAIV] EIVIPECILHO t'
  3. 3. ',** >1",+':.-'.":0,; 1-Ì'.1 1ir"iÍ :", '::r:,{*'' '', ".,',1;rr.,. l-. .e:;1tii ,'ll*üxffif *íi','i *,: -j,,it",'.t; .;ìïli::,*,, i. Ape xonacìos proleios por cotr]esirutura rnadelfaos pro- de palÌbi zação da arqu tetufacom a estrutura made fa de c r e t á f i o s q u a ì L l r . l a c a s a n a b a a c l e C a m a BT r u o m e s s a ef Ì Ac S e g u n d o l z a b e t h .s r e u n e s n c a s Í o r a m f e i a se Ì ï S ã o E a Õ :spec I caÇão lvloradores cap 1a ba ana procurararn da efar Pauo e os cl enieslorneceraral lotose fÍornacÒessobreo oca . C v e r s a so c a i d a d e sp r o Í l S S i o s a u e t fa b a l ' ì a v a rc o m o S S nq n E m c o n j u n t o c o me v a t a r f e t oÌ op o gr á Íc o Í o ip o s s í v e e s e n o n n d i e Ì n ac o n s t r u Ì i v o p ó s u n a m f u c o s a p e s q L r a e r n r e v i s i a s e A s v o v e r o p r o j e t o a m p a n l a ç ã o D u r a n t e c o n s t r u Ç ã oó s e a r 'ìa fÌefnel v fam nossotfabalhoe enÌraratn efar conïato .e em gerefc afnosa rnontagefal esirulurade maoe ra e a nsia a cJa r r a a a r q u L e l p a u s Ì a n a z a c e t h a a L o p e sd a H a b l a l e a E S ç ã o c l a s e s q u a d rA n o s s a e q u p e d e c a Í p Í r r e f o s p a s s o u q i l a as À q u l e i u r ae m l v l a d e a c l eS à o P a L . r lS P q u e r e a z o u o p f o - r o t T or n e s e s â o b r a e f o s s a s v s Ì a s e f a f f Í e t a s a c a d a 1 5 d e s n ,eloarqu telôf co enquarìÌo sóc a N/l am noLteÍez a com sua r cofÍtoeÌa E zabeth "'jh,iç
  4. 4. @ - H ttÍ
  5. 5. ' - :e.-ero cor po-.o maisde 400 - e com .opogra',a e- a'. ..'a',-td"' êna paravabl/à'oproje.oêm'esnivesdis- r--r: c o c op i c p a l . 2 - a ' e ad e c o 1 , v e ' . a c o - s p ae 3 - : i ' c d ç ; o p a ' d r ó s p e d ê s p r o p o c r à - . o a p r o j e Ì a ' J me s - A ê a J C - C C O ^ O O p A ! T e 1 Ì O S .O r O O S ' i 1 C a i sL S U aO S A O d S c p p i S o casa , propusemos b oco principal o corndoispav Ì-nentos para ganharfnas alturae assimprivieg ar os amblentes a pa sa- e gern de BarraGrande,BA" exp ica Ellzabeth. níve interme- O diáro abrlgao spa servindo nÌerlÌgação nÌegração de e entre d casa p'nc pa e a edi'icacaooara l-ospedês. oLê êsld ma s aba xo e tem totalprivacidade Íès suítes na minicopa nas e lnlerior A madeira o e eÌrìenlo nc oalda casae fo usadana estru- é Dr :Jra,esquadrias deque."A madera, quandobem aplcada e e oroletada,reduzo tempode construção possbi itavár as solu- e 3Ões comoo balanço varanda na desseprojeto que tem 4,5 m", trofnenta am A madeiraesoecificada estrutura a Ìtaú- lvlir na é ca,queapósa montagem recebeu icação stain. esqua- ap de As lrias foramfeitassob medidaem loro verrne enquanto ho, os catentes de nìadeira são ângelm-ped A ém d Ìsso, casapos- ra. a efnascom a umiclade solo , iustiÍican'ì arquitetas. crobl dó as
  6. 6. i I ]l 11 i O ambiente churrasqueira um dos ocatscornma or des_ de é A coz nha e a área soc al não possuemparecles sórìase div taqueno projetopoisse abreparaa paisagern Cornacesso re d se estendefn paâ a ârea externa seja pelos amp os panos de Ìo a cozrnl'ìaao setor e social, áreacontacornchurrasquetTa a coÌ-n v oro, ass Tncomo pe as saídaspara o deque.Toda a estruÌura coila rnetáÌca e kit de aço inox para a graduaÇão grelhase de do telhadoficou aparente A cozinhafoi desenvolv pe a Klt_ da espetose ma s um lornoa lenha. cfrens, SalvadorBA. de
  7. 7. ProjeÌo: Elizabelh Lopes Sallai Adrnii slração ocaldaobÍa l,4ade daeslrutuía ra Zanchel MadeiÌas porcelanato ê cèÌâmica Montaqern daesÌÍutura JuveÍcio garbosa Meídes PntuÍalintaâcfÍlcanasparedes (Eiacongres) demais nas áreas dernadeira ecobertuÍa: llâbitalê Cálcuda€struïura o dernadeiÍa Dias Alan internas exlernas e Spa: acrílico de AÍquiletura MadeiÌa em Cou Xitchens nha Pisos:assoalho denadeira nos Tehas:cerâmica ilaliana tipo Area constfuÍda: m, 422,74 EsqLradf madeira âs: de (Ulimax) cômodos sociais süílepÍiícipal, I Locaizaçãor Canamu/BA

×