Artigo equina 10 mar abr-2007

414 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
414
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo equina 10 mar abr-2007

  1. 1. AGRONEGÓCIO Futebol ou Equitação?Neste artigoserãoapresentadasalgumasconsiderações,sem pretensãode esgotar oassunto, sobrea análise decustos e Um desejo comum a muitos pais é que seus fícil acesso. Levantamento realizado no mês debenefícios na filhos pratiquem esportes. É a busca por uma vida fevereiro de 2007 em diversas hípicas e escoli- mais saudável, física e mentalmente. O esporte nhas de futebol derruba, ao menos em parte, esteescolha entre permite maior contato e desenvolvimento social e mito. O custo mensal médio para praticar futebolhipismo revela nossos potenciais e limites. Estas e muitas em uma escolinha, duas vezes por semana, foie futebol. outras vantagens da prática esportiva são conhe- apurado em R$ 83,21, considerando mensalidade cidas e, felizmente, coincidem com anseios das e equipamentos2 (Tabela 1). De acordo com o crianças e jovens. Quando é tomada a decisão de mesmo levantamento, é possível praticar hipismo, encaminhar os filhos para prática esportiva, sur- também duas vezes por semana, por R$ 65,26 ou ge a dúvida: qual modalidade? Questões históri- seja, 78% do custo médio para prática de futebol. cas e culturais1 dificilmente colocam o hipismo No entanto, é possível praticar futebol com custo como primeira opção desse país. Já o futebol sur- inferior ao hipismo. Destaca-se também a grande ge com elevada freqüência, muitas vezes associ- amplitude de custos observada entre as diversas ado à idéia de ser uma alternativa de baixo custo hípicas, com a mensalidade mais cara equivalen- e grande benefício. Neste artigo serão apresen- te 8,3 vezes a mensalidade mais barata (no fute- tadas algumas considerações, sem pretensão de bol, esta relação é de apenas 2,8 vezes). esgotar o assunto, sobre a análise de custos e benefícios na escolha entre hipismo e futebol. 1 Conforme Gilberto Freire, e já relembrando em editorial desta Revista, desde o Brasil Colonial a figura do cavalo estava associada ao senhor de engenho, caracterizando-o como “o animal, mais que qualquer outro, a 1. Custos financeiros serviço do domínio dos ‘Defensores da Ordem’ sobre a massa”. 2 Para o cálculo do custo mensal de equipamentos (incluindo, entre Iniciando pelo aspecto mais estereotipado do outros, o uniforme) foi calculado dividindo o custo unitário pela vida útil hipismo, sua imagem de esporte das elites, de di- (expressa em meses).
  2. 2. Tabela 1: Preços unitários e custos mensais para prática de hipismo e de futebol em 14 escolas na região metropolitana de São Paulo (SP). PREÇO (R$) CUSTO MENSAL (R$) Mínimo Médio Máximo Mínimo Médio Máximo HIPISMO • Mensalidade 60,00 280,00 500,00 60,00 280,00 500,00 • Capacete 63,00 71,50 80,00 0,70 0,79 0,89 • Culote 50,00 65,00 80,00 2,78 3,61 4,44 • Bota 80,00 150,00 220,00 0,67 1,25 1,83 • Chicote 20,00 20,00 20,00 1,11 1,11 1,11 Total 65,26 286,77 508,28 FUTEBOL • Mensalidade 36,00 68,00 100,00 36,00 68,00 100,00 • Chuteira 110,00 135,00 160,00 4,58 5,63 6,67 • Uniforme 70,00 115,00 160,00 5,83 9,58 13,33 Total 46,42 83,21 120,00Obs.: (1) As mensalidades consideram duas aulas semanais. (2) Os preços referem-se a vestuário e equipamentos para iniciantes. Tanto no caso do futebol quanto no hipismo foramencontrados itens com valores superiores aos apresentados na Tabela, mas destinados quase que exclusivamente aosatletas profissionais das modalidades analisadas.................................................................................................................................................................................................... Observa-se, neste item “custo financeiro”, que cavalo, incluindo os primeiros contatos, o atoo futebol leva ligeira vantagem, embora o hipismo de montar e o manuseio final, desenvolve no-possa apresentar custos competitivos. vas formas de socialização, autoconfiança e auto-estima”.2. Custos e benefícios não financeiros Na mesma época em que foi realizado o le- Quadro 1: Exemplos de indicações para equoterapia.vantamento de custos anteriormente comentado,o noticiário esportivo foi dominado pela repercus- • Acidente Vascular Encefálicosão de contusões no joelho de destacados jovens • Distúrbios do comportamentoatletas do futebol3. Contusões em esportes de con- • Comprometimentos emocionais • Distúrbio de atençãotato, como o futebol, são freqüentes, mas, em ge- • Deficiência auditivaral, com pouca gravidade. No hipismo, acidentes • Problemas ortopédicospodem ser graves (justificando o uso de equipa- • Atraso no desenvolvimento Neuropsicomotormento de segurança – capacetes), mas não são • Dificuldades da aprendizagem ou linguagemfreqüentes. Adicionalmente, os benefícios do hi- • Disfunção na integração sensorialpismo são muito superiores, o que justifica, inclu- • Autismo • Depressãosive, atividades como a equoterapia. Numa ses- • Esclerose Múltiplasão de 30 minutos de equoterapia, um paciente • Esquizofreniaexecuta cerca de 2.000 descolamentos, realizan- • Hiperatividadedo movimentos tridimensionais, que agem no sis- • Insôniatema nervoso profundo, responsável pelas noções • Lesão Medular • Deficiência visualde equilíbrio, distância e lateralidade. A equotera- • Paralisia cerebralpia é indicada no tratamento dos mais diversos • Problemas posturaistipos de comprometimentos motores, mentais, so- • Síndrome do X-Frágilciais e emocionais (Quadro 1). Conforme afir- • Síndrome de Downmação no site da Associação Nacional de Equo- • Stressterapia (ANDE-BRASIL): “a interação com o • Traumatismo Crânio-encefálico Observa-se, neste item “custos e benefícios não3 Nilmar (Corinthians); Obina (Flamengo); Alemão (Palmeiras); e, Kerlon (Cruzeiro). financeiros”, ampla vantagem para o hipismo.
  3. 3. AGRONEGÓCIO 3. Custos e benefícios sociais 4. Considerações finais Os casos de inclusão social pelo futebol são Pelo exposto, observa-se que o hipismo não bastante conhecidos. Neste tópico, será destaca- necessariamente é uma atividade de custo eleva- da apenas a experiência do município de Volta Re- do, podendo, muitas vezes, ser praticado com donda (RJ), para ilustrar o potencial do hipismo gastos inferiores aos incorridos com escolinhas nesta área. Desde 2003, encontra-se em funcio- de futebol. Adicionalmente, os benefícios para o namento naquela cidade uma escola municipal de corpo e mente proporcionados pelo esporte utili- hipismo. Com uma procura por vagas superior a zando o cavalo são significativos, indicando que a mil alunos, a escola está estruturada (e atende) opção pelo hipismo deve ser fortemente conside- mais de 100 alunos gratuitamente, com recursos rada. E, ressalte-se, esta opção não se limita à provenientes de uma parceria com a iniciativa pri- esfera privada: a experiência da Escola Munici- vada. Os alunos competem em provas oficiais, pal de Hipismo deve ser seguida, popularizando o sendo que têm obtido bons desempenhos. Os alu- hipismo, resgatando e incluindo socialmente jo- nos da Escola Municipal de Hipismo vêm, segui- vens de todo Brasil. damente, obtendo resultados expressivos nas eta- pas do Campeonato Estadual de Hipismo no Rio de Janeiro e em outras provas como, por exemplo, Roberto A. de Souza Lima a Copa Mundial de Saltos (vice-campeonato do Professor doutor da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da torneio disputado em Indaiatuba, São Paulo). Tra- Universidade de São Paulo (ESALQ/USP) ta-se de uma experiência de sucesso, formando e raslima@esalq.usp.br recuperando cidadãos, que poderia (e deveria) ser Patrícia de Souza Lima Pimenta replicada em diversos outros municípios. Graduanda da FMVZ/USP.

×