A sida

995 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
995
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A sida

  1. 1. A SIDAEscola Eugénio de CastroTrabalho realizado por: Laura Pais Nº14 6ºEDisciplina: Ciências da NaturezaProfessora: Helena Alves 1
  2. 2. ÍndiceIntrodução 3A SIDA: • O que é a SIDA? 4 • O que é o VIH? 4 • Como retardar o aparecimento da SIDA em seropositivos? 4 • Quais são as formas de transmissão do VIH? 5 • Como não se transmite o VIH? 5 • Quais são as pessoas potencialmente mais vulneráveis? 6 • Quem deve fazer o teste diagnóstico do VIH? 6 • Quais são as doenças mais frequentes num doente com SIDA? 7 • A SIDA tem cura? 7 • Conclusão 8 • Bibliografia 9 2
  3. 3. Introdução Neste trabalho irei falar sobre a SIDA onde irei dizer o que é, o que é oVIH, se tem cura ou não, como se transmite, como não se transmite, porque é quese deve fazer o teste, quais são as pessoas mais vulneráveis e como se retarda oaparecimento da SIDA em pessoas seropositivas. 3
  4. 4. A SIDA O que é a SIDA? A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida mais conhecida por SIDA é umadoença que não é hereditária causada pelo vírus da imunodeficiência humana (nalíngua inglesa pode ser chamada de VIH ou HIV) que enfraquece o sistemaimunitário do nosso organismo, destruindo a capacidade de defesa em relação amuitas outras doenças. O que é o VIH? O Vírus da Imunodeficiência Humana também designado por VIH é o agentecausador da SIDA. Este causador pode ficar no corpo humano por tempo que não édeterminado, sem manifestar qualquer sintoma. Quando uma pessoa estácontaminada com o vírus VIH diz-se ser seropositiva. Uma pessoa VIH - positiva (seropositiva) pode não ter sinais da doença,ficando com um estado saudável durante um período de tempo podendo durarvários anos, mesmo assim a pessoa continua a estar infetada, porque o vírus estápresente no seu organismo, podendo transmiti-lo a outra pessoa, durante essetempo. Como retardar o aparecimento da SIDA em seropositivos? A duração do período entre a entrada do vírus no organismo e o diagnósticoda SIDA depende dos cuidados que cada pessoa tem, como: boa higiene pessoal,boa nutrição, não fumar e praticar desporto. 4
  5. 5. O aparecimento da SIDA pode ainda ser retardado pela correta utilizaçãodos medicamentos que atrasam a multiplicação do vírus e dos medicamentos queprevinem as doenças oportunistas, ou seja, doenças que surgem por causa dosistema imunitário estar enfraquecido - chamados medicamentos anti-retrovíricos. Quais são as formas de transmissão do VIH? A transmissão sexual é a principal via onde se transmite a infeção VIH(Vírus da Imunodeficiência Humana). As secreções sexuais de uma pessoa infetadapodem transmitir o VIH sempre que exista uma relação sexual com penetração –anal, vaginal ou oral – sem preservativo. O risco associado ao sexo oral aumentaquando são verificadas algumas infeções, como por exemplo: úlceras bocais,gengivas inflamadas, garganta irritada ou gengivas a sangrar após escovagem ouutilização do fio dentário. Uma das outras vias de transmissão é o contato com sangue infetado, peloque a partilha de seringas, agulhas, escova de dentes, lâminas de barbear e/oumaterial cortante com a pessoa infetada pelo VIH constitui risco de transmissão. Embora haja um risco menor, não devem ser partilhados objetos cortantesonde exista sangue de uma pessoa infetada. É o caso dos piercings, instrumentosde tatuagem e de furar as orelhas e alguns utensílios de manicura. Durante a gravidez, se a mãe estiver infetada pode transmitir a infeção aobebé, através do seu próprio sangue, ou mesmo durante o parto, através do sangueou secreções vaginais. Também há risco de contagiar o bebé durante o período dealeitamento. Quando a mãe é seropositiva, as terapêuticas anti-retrovíricas,ministradas durante a gravidez, permitem que o risco do seu bebé nascer infetadoseja reduzido. Como não se transmite o VIH?O VIH não se transmite: •Através do ar, alimentos, água, picadas de insetos e outros animais, louça,talheres, sanitas ou qualquer outro meio que não envolva sangue, esperma, fluídosvaginais ou leite materno; 5
  6. 6. •Através da urina, suor, lágrimas, fezes, saliva, secreções nasais ou vómitos,desde que estes não tenham sangue misturado; •Através de contatos sociais, como o beijo na face, um abraço ou um apertode mão. Quais são as pessoas potencialmente mais vulneráveis? Inicialmente identificavam-se três grupos de risco: os homossexuais, ostoxicodependentes, as prostitutas e a população que recorre aos seus serviços. Com a propagação do vírus, já não há grupos de risco, mas simcomportamentos de risco, pelo que todas as pessoas (homens, mulheres, casados ousolteiros, jovens e idosos, todos, independentemente da cor, raça, situaçãoeconómica ou orientação sexual), se tiverem comportamentos de risco, podem serinfetados. Quem deve fazer o teste diagnóstico do VIH? Todas as pessoas devem fazer o teste. Se teve relações sexuais sem preservativo, se houve partilha de seringas,agulhas ou outro material na injeção de drogas, se fez uma tatuagem ou umpiercing e o material não estava devidamente desinfetado, se teve contato diretocom o sangue de outra pessoa ou mesmo se pensa engravidar ou se está grávida,deve fazer o teste porque não se sabe se pode estar realmente infetado. Se o resultado for positivo, deve-se ter cuidados de saúde apropriados einiciar o tratamento. Deste modo, a evolução da doença é retardada, por outrolado, saber que uma pessoa está infetada deve-se evitar a transmissão a outraspessoas, tendo comportamentos preventivos enquanto se protege a si próprio, deforma mais eficaz, das doenças oportunistas. Em caso de gravidez, pode-se diminuir muitíssimo o risco de transmissão dovírus da mãe para o filho. 6
  7. 7. Se uma pessoa tiver um resultado negativo, significa que o sangue da pessoatestada não apresenta anticorpos anti-VIH, pelo que não deverá estar infetadapelo vírus. Mas, o organismo leva algum tempo a produzir anticorpos que possam serdetetados. Chama-se a esse tempo o “período janela” e que é cerca de três meses,enquanto se tiver um resultado positivo significa que se detetou a presença deanticorpos anti-VIH no sangue da pessoa testada, existindo contaminação pelovírus. De acordo com as informações disponíveis atualmente, ficará infetado paratoda a vida e pode transmitir o vírus, porque o sangue e o esperma ou as secreçõesvaginais contêm o VIH e/ou linfócitos infetados.Quais são as doenças mais frequentes num doente com SIDA? A pessoa que tem SIDA pode ter principalmente tuberculose que é uma dasdoenças infeciosas mais frequentes em Portugal e, que frequentemente afeta apessoa infetada com VIH. É uma doença contagiosa que pode infetar outraspessoas. A SIDA tem cura? A SIDA é caracterizada por uma quebra do sistema imunitário do organismoe, por este motivo, as infeções geralmente não têm cura. Atualmente, a cura não épossível, apesar dos medicamentos existentes. A única medida eficaz paracombatê-la é preveni-la. 7
  8. 8. Conclusão Neste trabalho percebi que antes o que eu sabia sobre a SIDA era mínimo,por isso agora já consigo explicar melhor o que é se me perguntarem. Eu já sabia que a SIDA era fácil de transmitir, mas pensava que só setransmitia a partir de relações sexuais que não são seguras, mas agora aprendi quetambém pode ser transmitida por tudo o que tenha sangue de uma pessoa jácontagiada, sobretudo objetos cortantes. Também fiquei a saber como não étransmitida, quais são as pessoas mais vulneráveis e também a importância detodos nós fazermos o teste diagnóstico porque nem sempre os resultados sãonegativos. 8
  9. 9. Bibliografiahttp://www.min-saude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/doencas/doencas+infecciosas/SIDA.htmhttp://www.aidsportugal.com/Modules/WebC_AIDS/Articles/ViewArticles.aspx?Mid=177&Aid=3391 9

×