Apresentação 350 2012 para site

1.802 visualizações

Publicada em

Apresentação da 350.org em português (2012)

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.802
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.156
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Explain the small group breakout activity
  • Explain the small group breakout activity
  • Explain the small group breakout activity
  • Explain the small group breakout activity
  • Apresentação 350 2012 para site

    1. 1. O que é ?
    2. 2. É MAIS que umnúmero...
    3. 3. É sobre… CIÊNCIA
    4. 4. É um limite claro
    5. 5. QUE NOS DIZ O QUE ÉSEGURO PARA O NOSSO CLIMA
    6. 6. É também sobre um… MOVIMENTO
    7. 7. Um movimentoGLOBAL daSociedade Civil
    8. 8. Unido por uma meta comum:Auckland, Nova Zelândia Nova Délhi, Índia Copenhague, Dinamarca
    9. 9. RoteiroA CIÊNCIA DOS 350A 350.org
    10. 10. O que sabemossobre as MudançasClimáticas?
    11. 11. 1. O CO2 e outros gases de efeito estufaseguram o calor do sol na nossa atmosfera.O EFEITO-ESTUFA
    12. 12. Antes da Revolução Industrial, por milhares de anos, a quantidade decarbono na atmosfera era de 287ppm.
    13. 13. Hoje, após muita queima de petróleo, carvãoe gás natural, nós estamos em 390ppm –este é o recorde de acúmulo de CO2 nahistória do planeta.
    14. 14. 2. Nós também sabemos que o CO2 influencia a temperatura global Aonde chegaremos no meio do século se 550ppm? Mais? continuarmos com as coisas assim?Partes por Milhão HOJE: 390ppm CO2 ANTES 1900s CO2 em PPM Era Glacial TEMPERATURA GLOBAL Anos atrás Observem como a linha da temperatura segue a de concentração de CO2 ao longo do tempo.
    15. 15. 3. E, finalmente, nós podemos ver os impactosocorrendo ao nosso redor. São Paulo, 2009
    16. 16. GELEIRAS ESTÃODERRETENDO
    17. 17. MUIR & RIGGS GLACIER, ALASKA 1941
    18. 18. MUIR & RIGGS GLACIER 2004
    19. 19. PEDERSEN GLACIER, AK 1920
    20. 20. PEDERSEN GLACIER, AK 2005
    21. 21. O NÍVEL DO MAR ESTÁ SUBINDO Alteração do nível do mar Média de três anosAltimetria por satélite (cm) Ano
    22. 22. OS OCEANOSESTÃ0 MAISÁCIDOS
    23. 23. Os recifes de coral estãodescorando
    24. 24. OS EVENTOS EXTREMOSESTÃO SE TORNANDOMAIS FREQUENTESJaneiro de 2011
    25. 25. “Australianos sofrem a pior seca em 1.000 anos - Guardian UK, Nov 7, 2008 ”
    26. 26. Furacão Catarina, Sul do Brasil, 2004
    27. 27. Número de grandes enchentes por décadaAumento das enchentes por década
    28. 28. “Entre os dias 22 e 26,choveu em São Paulo 40% do previsto pelos ”especialistas para todo o mês de janeiro. Veja SP – 3/02/2010
    29. 29. Pequenas ilhas estãoafundando ou erodindo
    30. 30. A Amazônia acabou de passar pela segunda "seca de 100anos" nos últimos cinco anos. -
    31. 31. E uma das maiores evidências…
    32. 32. …é o DERRETIMENTO do ÁRTICO.% alteração na cobertura de Novas previsões Observações por satétlite Média da previsão do IPCC Mudança mais provável (derretimento) Abrangência do IPCC Derretimento atual observado gelo Já derreteu 80 ANOS mais rápido do que os cientistas previram ANO
    33. 33. CO2 NA ATMOSFERAPARTES POR MILHÃO CO2 ESTAMOS AQUI: 390 PRECISAMOS ESTAR AQUI: 350 ANO
    34. 34. COMO SABEMOSISSO TUDO?
    35. 35. A maior pesquisa de projeção dahistória: Em 1988, o IPCC foi criado para “prover aos tomadores de decisão e outros interessados no tema uma fonteobjetiva de informação sobre mudanças climáticas”
    36. 36. cientistasNOVOS RELATÓRIOS PERIODICAMENTE
    37. 37. GANHOU O PRÊMIO NOBEL EM 2007 COM O AL GORE
    38. 38. Nós já aquecemos nosso planeta mais de 0,7 grau centígrado.Se esperarmos mais para agir, nós vamos enfrentar…
    39. 39. O desaparecimento dePEQUENAS ILHAS
    40. 40. Impactos severos na ECONOMIA
    41. 41. RELATÓRIO STERN, 2006“ O mais abrangente relatório já feito sobre a economia das mudanças climáticas alerta que o aquecimento global pode causar perturbações em todo o mundo tão grandes quanto as causadas pelas duas grandes guerras mundiais e a Grande Depressão. - Environmental News Service
    42. 42. O COLAPSO NA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS“O mundo nunca enfrentou uma ameaça previsível na produção de alimentos em tão grande ”escala, como a que pode causar o derretimento das geleiras nas montanhas da Ásia. - Lester Brown, Earth Policy Institute, Autor de O Plano B
    43. 43. IMPACTOS NA SAÚDE“ O aquecimento global ” aumenta a ocorrência de malária e dengue, diz ONU. - Bloomberg, Nov. 27, 2007
    44. 44. CRISE E AMEAÇA AOS DIREITOS HUMANOS“ Em 2010, 42 milhões de pessoas na China e no Paquistão,foram forçadas a deixar suas casas ” por consequência de desastres naturais.Junho de 2011, Relatório do Conselho Norueguês de Refugiados
    45. 45. “ As Mudanças Climáticas vão aprofundar a divisão e o conflito nas relações internacionais… pela ” distribuição de recursos, principalmente água e terra. - Report: World in Transition, 2007
    46. 46. É POR ISSO QUEDEVEMOS AGIR AGORA.
    47. 47. “Se a humanidade deseja preservarum planeta semelhante ao que acivilização se desenvolveu e onde avida na Terra estáadaptada, evidências paleoclimáticase as mudanças climáticas em cursosugerem que a concentração de CO2terá que ser reduzida das atuais 387ppm para no máximo 350ppm.” - Climatologista (NASA) Dr. James E. Hansen, 2008
    48. 48. Então, como podemosvoltar aos 350ppm e evitaruma catástrofe climática?
    49. 49. É DIFÍCIL, MAS NÃO IMPOSSÍVELSE COMEÇARMOS AGORA.
    50. 50. SIGNIFICA REFAZERO NOSSO MUNDO
    51. 51. SIGNIFICA UTILIZARMOS ENERGIA EÓLICA AO INVÉS DE ENERGIA A CARVÃO
    52. 52. SIGNIFICA PLANTAR ÁRVORESAO INVÉS DE DESMATAR NOSSAS FLORESTAS
    53. 53. E IMPLEMENTAR MILHARESDE SOLUÇÕES DIFERENTES
    54. 54. que criem novosempregos verdes
    55. 55. E deixem nossascomunidadesSAUDÁVEIS
    56. 56. PARTES POR MILHÃO CO2ANO CHEGANDO AOS 350
    57. 57. De acordo com James Hansen e com outroscientistas, as principais ações que nósdevemos implementar imediatamente são: Eliminar progressivamente o uso de carvãoaté 2030 Melhorar as formas de agricultura e aspráticas de silvicultura Reduzir dramaticamente o uso de todas asfontes de combustível fóssilSe nós conseguirmos cumprir estas metas,poderemos voltar às 350ppm no meio doséculo.
    58. 58. ORGANIZANDO AÇÕES, NÓS PODEREMOS PEDIR AOS NOSSOS LÍDERES QUE FAÇAM ESTAS MUDANÇAS 58 58
    59. 59. E DAREMOS EXEMPLO DE COMO NOSSAS COMUNIDADES PODERIAM SER EM UM MUNDO COM 350PPM
    60. 60. RoteiroA CIÊNCIA DOS 350A 350.org
    61. 61. NOSSA MISSÃOInspirar o mundo para que este se erga à altura do desafio da crise climática – criando um novo sentido de urgência e de possibilidade para o nosso planeta.
    62. 62. História da 350Tendo começado apenas com um pequeno grupo de jovens eum escritor, a 350 conseguiu conectar um movimento criativo, diverso e abrangente
    63. 63. Em 2007, a ciência era clara.
    64. 64. E a consciência sobre o tema estava crescendo.
    65. 65. Mas não havia muita ação…ainda.
    66. 66. Início de uma campanha: Step It Up• Um blog • Grupo de jovens + 1• Um convite modesto escritor “ajude a começar um • 3 meses de organização movimento”, “participe. • 1.400 eventos Alguns de nós estamos • Todos os 50 estados dos tentando coordenar EUA centenas de protestos” • Todos unidos por uma mensagem comum: “80% até 2050”
    67. 67. 7 Jovens e um Ideal..
    68. 68. Em 2007
    69. 69. 2000 AÇÕES NOS 50 ESTADOS DOSESTADOS UNIDOS
    70. 70. Como ir do Local para o Global?
    71. 71. Um problema global exige um movimento global
    72. 72. Um movimento global precisava de um objetivo global:Relatório do Dr. James Hansen em 2008: 350ppm
    73. 73. Então, começamos a espalhar o significado de 350… Wellington, NZ, 2008 – 350 Climate Action Festival (primeira ação da 350!) …e obtivemos resposta!
    74. 74. Primeiro dia global de ação 24/10/2009
    75. 75. Em 2009, o movimento 350 começou com uma equipe de jovens de todo o mundo…
    76. 76. [INSERT YOUR OWN 350 ACTION PHOTO!] …e se espalhou para mais de 400 organizações parceiras…
    77. 77. 24/10/2009 Dia internacional de ação climática 5.200 eventos 181 países “O dia mais abrangente de açãopolítica na história do planeta.” –Foreign Policy Magazine, CNN
    78. 78. Wellington, Nova Zelândia
    79. 79. Sydney, Austrália
    80. 80. Cebu City, Filipinas
    81. 81. Nepal
    82. 82. Maracaibo, Venezuela
    83. 83. Taiti
    84. 84. Austrália
    85. 85. Koprivnica, Croácia
    86. 86. Tema, Gana
    87. 87. Hyderbad, Índia
    88. 88. Egito
    89. 89. Boston, Estados Unidos
    90. 90. China
    91. 91. Cazaquistão
    92. 92. Cidade do México
    93. 93. Washington D.C., EUA
    94. 94. Times Square, EUA
    95. 95. Mt. Vinson, Antártica
    96. 96. Abu Dhabi, Emirados Árabes
    97. 97. Mar Morto
    98. 98. São Carlos, BrasilSão Carlos, Brasil
    99. 99. Nas primeiras páginas ao redor do mundo…
    100. 100. Como tudo isso aconteceu? Criatividade e Arte
    101. 101. Como tudo isso aconteceu? Tornando os invisíveis visíveis
    102. 102. Como tudo isso aconteceu? Novos meios de Comunicação
    103. 103. Como tudo isso aconteceu? Construindo um movimento global heterogêneo
    104. 104. Como tudo isso aconteceu? Diversão
    105. 105. Como tudo isso aconteceu? Levando nossa mensagem para os líderes mundiais
    106. 106. Esse grande show de ação públicaaconteceu exatamente 6 semanas antes dos líderes mundiais se encontrarem para criar um novo tratado climático em Copenhague.
    107. 107. UNFCCC, Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, foi criada na ECO 92, no Rio de JaneiroCOPENHAGUE RIO
    108. 108. Situação em 2010 - Países que ratificaramPROTOCOLO DE QUIOTO 1997 - Países que não ratificaram - Sem Posição
    109. 109. COP 12 Montreal, Canada 2005A cada ano temos duas semanas deConferência das Partes (COP) para discutiras ações dos países relacionadas àsmudanças climáticas
    110. 110. Em 2009, a COP de Copenhague era importante, porque o primeiro período de compromissos do Protocolo de Quioto acaba em 2012, e os governos deveriam acordar o que aconteceria após esse período.DEZEMBRO DE 2009
    111. 111. Nós aprendemosalgumas coisas em Copenhague…
    112. 112. …existe um movimentoenorme de cidadãospor todo o mundo…
    113. 113. …isso inclui centenas dentro do centro de conferência, milhares fora,…
    114. 114. …e milhões fazendo ações solidárias mundo afora.
    115. 115. Existem campeões governamentaistambém, como o Presidente Nasheed das Maldivas.
    116. 116. 117 países - ilhas vúlneráveis do mundo e diversas nações da África- apoiam as 350ppm e dizem que esta é a meta necessária para a sua sobrevivência.
    117. 117. Ainda assim esses117 países não são os que têm poder. Os maiores e mais poderososemissores não estão preparados para fazer o que sabemos que é necessário.
    118. 118. No fim da conferência, os países ricos não estavam prontos para um compromisso que a ciência indica como necessário. Então, qual foi o próximo passo?
    119. 119. Bom, nós aprendemos quenão podemos esperar pelaação dos nossoslíderes...
    120. 120. Por isso, 2010 foi o ano que colocamos asmãos à obra e pedimos para que nossoslíderes fizessem o mesmo.
    121. 121. Chegar às 350ppm será um longocaminho, mas nós precisamos começarcom o primeiro passo…
    122. 122. … para isso criamos o DiaGlobal de Ação 10/10/10
    123. 123. MILHARES DE COMUNIDADES AO REDOR DO MUNDO
    124. 124. INSTALARAM PAINÉIS SOLARES
    125. 125. CONSTRUÍRAM JARDINS COMUNITÁRIOS
    126. 126. PLANTARAM ÁRVORES EM ÁREAS DEVASTADAS
    127. 127. LIMPARAM SUAS COMUNIDADES
    128. 128. 132 132
    129. 129. INAUGURARAM CENTROS DE RECICLAGEM133 133
    130. 130. CRIARAM ARTE EM LUGARES PÚBLICOS 134 134
    131. 131. CRIARAM MÚSICA135 135
    132. 132. EDUCARAM SUA COMUNIDADE136 136
    133. 133. UNIRAM A COMUNIDADE137 137
    134. 134. APOIARAM TRANSPORTES ALTERNATIVOS138 138
    135. 135. E LITERALMENTE COLOCARAM AS MÃO À OBRA!Mais de 7.000 ações em 188 países!
    136. 136. 2011Apesar dos desastres climáticoscomprovarem os estudos científicos Região Serrana do RJ em janeiro de 2011
    137. 137. E apesar dos especialistas desenvolveremnovas tecnologias
    138. 138. A força do poder financeiro Todo o setor do carvão e do petróleo e seus amigos que ocupam cargos de alto escalão nos governos nos impedem de nos movermos e saírmos do status quo
    139. 139. Em 2011, inspirados nas Revoluções… …que tiraram povos da inércia trazendo-os de volta à AÇÃO
    140. 140. Utilizando o Grafite e também o Twitter
    141. 141. Criamos o MOVING PLANET Um dia pra ir além dos combustíveis fósseis
    142. 142. Uma manifestação mundial para nos levarpara além dos combustíveis fósseis e exigirsoluções climáticas.
    143. 143. Em mais de 180 países, pessoas do mundointeiro se puseram em movimento porsoluções para a crise climática. Veja o vídeo do Moving Planet!
    144. 144. 350.org hoje Mais de 10 mil açõesem 188 países Centenas de equipesdedicadas ao redor domundo, ligadas pelasolidariedade Como podemostrabalhar juntos paradeter a crise climática?
    145. 145. Os Planos da 350.orgpara 2012…
    146. 146. CAMPANHAS CRIATIVAS E PODEROSAS
    147. 147. Fim do Subisídio aosCombustíveis Fósseis!
    148. 148. Incentivo às EnergiasLimpas e Renováveis!
    149. 149. E Como não Poderia Faltar... DIA GLOBAL DE AÇÃO!!!
    150. 150. LIGANDO OS PONTOS... www.ligandoospontos.org
    151. 151. Um dia para entender arelação entre os desastresnaturais e as mudançasclimáticas
    152. 152. Idéias de Ações...• Comunidades Atingidas pordesastres Naturais•Apresentações Educacionais•Protestos•Projetos de prevenção dedesastres•Foto Oportunidade
    153. 153. + + +
    154. 154. MUITA ORGANIZAÇÃO.... =
    155. 155. Está na hora de superarmos a criseclimática… …e nos mexermos!
    156. 156. É hora de começar!Junte-se ao nosso movimento!
    157. 157. Confira nosso site para saber sobre as últimas campanhas: http://world.350.org/brasil/ http://350.org
    158. 158. brasil@350.org

    ×