Enade/2015 - Faculdade Shalom de Uberlândia

877 visualizações

Publicada em

Informações sobre o ENADE _ Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
877
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Enade/2015 - Faculdade Shalom de Uberlândia

  1. 1. Art. 5º da Lei nº 10.861/04, que institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Legislação
  2. 2. !"#$%#&'()*+,-%-./%(+#$ 0*1!20 !"#$%&'( )'*"+,'-(.%( /0'-"'12+(.+( 3,#",+( !45%6"+6 7%"(, 89:;<8 =99>( !"#$%#&'()3(,)4.5,(,)36) 75#3.#&'( !"#$%#&'() 68-65+# !"#$%#&'() %+-65+# !.-(#"#$%#&'()*+,-%-./%(+#$ 21!92 28#:6)1#/%(+#$)36) 96,6:;6+<()36)2,-.3#+-6, Os Indicadores de QualidadeIndicadores de Qualidade
  3. 3. 1.  das IES; 2.  dos cursos de graduação; 3.  do desempenho acadêmico dos estudantes (ENADE). !"#$%"&"'()*+'",-./0"
  4. 4. Objetivo específico Avaliar instituições, cursos e o desempenho dos estudantes.
  5. 5. ENADE Prova CURSOS (CENSO 2010) CONCLUINTES (CENSO 2010) ESTIMATIVA 8.879 389.636 400 - 450 mil
  6. 6. •  Prova; •  Questionário de impressões dos estudantes sobre a prova; •  Questionário do estudante; •  Questionário do coordenador do curso. Instrumentos básicos
  7. 7. •  Indicador de Qualidade da Educação Superior •  Subsidia políticas de expansão e regulação para SINAES/INEP/MEC. CPC dos cursos - são referenciais de Qualidade que subsidiam o Ministério para definição de políticas públicas de expansão e Regulação da Graduação. CPC dos cursos são também indicadores que compõem o IGC – Índice Geral de Cursos de uma IES. ENADE
  8. 8. 1.  Conteúdos Programáticos previstos nas DCN; 2.  Habilidades – exigências da evolução do conhecimento; 3.  Competências para compreender temas exteriores ao âmbito específico da profissão. Objetivos do ENADE Aferir desempenho em relação a:
  9. 9. O ENADE verifica !  Competências e habilidades básicas das áreas; !  Conhecimento sobre conteúdos básicos e profissionalizantes; !  Questões transdisciplinares.
  10. 10. • O ENADE é componente curricular obrigatório. • A IES fica impedida de emitir o histórico escolar do estudante que não comparecer à prova. • Se concluinte, não cola grau. Importante
  11. 11. Concessão de estímulo aos melhores classificados, na forma de: •  Bolsa de estudos (Capes) •  Auxílio específico •  Outra forma de distinção Avaliação de desempenho
  12. 12. 1$2.&."#$%".%23&"/,/4-/5&."" 1.  Administração 2.  Ciências Contábeis 3.  Ciências Econômicas 4.  Comunicação Social 5.  Design 6.  Direito 7.  Negócios Internacionais 8.  Psicologia
  13. 13. 9. Gestão Comercial 10. Gestão de Recursos Humanos 11. Gestão Financeira 12. Logística 13. Marketing 14. Processos Gerenciais
  14. 14. •  Bacharelandos: Aqueles que tenham expectativa de conclusão até julho de 2016, assim como aqueles que tiverem concluído mais de 80% da carga horária do curso. •  Tecnólogos: Aqueles que tenham expectativa de conclusão até dezembro de 2015, assim como aqueles que tiverem concluído mais de 75% da carga horária do curso.
  15. 15. •  Os matriculados em cursos não descritos na Portaria Normativa (ver Edital 2015). •  Estudantes que colarem grau até o dia 31/08/2015.
  16. 16. 1.  A realização do ENADE é pré-requisito para colação de grau. Sem ENADE = Sem diploma 2. Avaliação é trienal. Os conceitos ficam “carimbados” no curso por três anos. 3. Cada estudante recebe um Boletim de Desempenho próprio.
  17. 17. •  Perda de benefícios aos estudantes dos cursos que obtiveram no ENADE conceitos 1 e 2. •  Estudantes não podem concorrer à bolsa FIES. • Cursos não podem oferecer bolsas do PROUNI.
  18. 18. •  Formação geral : 10 questões (8 de múltipla escolha e 2 discursivas) • Componente específico: 30 questões (27 de múltipla escolha e 3 discursivas)
  19. 19. Parte I (10 questões) – peso 25% •  Conhecimento tácito – Base oculta que subsidia a ação inteligente (Polanyi, 1967; Schön, 1983). •  Habilidade prática – Desenvolvimento do conhecimento que é útil para se atingir objetivos valorizados pelo sujeito ou pela cultura, mas cuja transmissão geralmente não é mantida pelo meio- ambiente. É o conhecimento que o indivíduo necessita para ser bem sucedido, mas que não é ensinado e, frequentemente, não é sequer verbalizado (Sternberg, 1998).
  20. 20. •  Sóciodiversidade; multiculturalismo e inclusão; exclusão e minorias; biodiversidade; ecologia; novos mapas sócio e geopolíticos; globalização; arte e filosofia; estética; políticas públicas: educação, habitação, saúde e segurança; redes sociais e responsabilidade: setor público, privado, terceiro setor; relações interpessoais (respeitar, cuidar, considerar e conviver); vida urbana e rural; inclusão/exclusão digital; cidadania; ética; •  Direitos humanos; violência; terrorismo; avanços tecnológicos; relações de trabalho.
  21. 21. •  Busca verificar o domínio da área, aferindo o potencial de aprendizagem dos ingressantes e as competências que os concluintes desenvolveram ao longo da trajetória na IES. Parte II (30 questões) – peso 75% Formação específica
  22. 22. •  Questionário do estudante: 54 questões (on-line). •  Questionário de percepção sobre a prova: 9 questões.
  23. 23. •  Formação Básica; •  Formação Profissional; •  Estudos Quantitativos.
  24. 24. I - Planejar e executar processos de recrutamento e seleção; II - Planejar e executar processos de remuneração, benefícios; III - Desenvolver, operacionalizar e aferir os processos de treinamento, desenv. e avaliação de desempenho; Conteúdo específico
  25. 25. IV - Compreender a legislação e gerenciar rotinas de pessoal; V - Promover ações para a gestão de carreiras; VI - Identificar e propor políticas de saúde e qualidade de vida no trabalho; Conteúdo específico
  26. 26. Conteúdo específico VII - Compreender a cultura e gerenciar o clima organizacional; VIII - Ser capaz de negociar e mediar conflitos; IX - Ser capaz de liderar pessoas e grupos e compreender as relações de poder; X - Agir dentro dos princípios éticos e de responsabilidade socioambiental; XI - Capacidade de solucionar problemas de forma criativa e inovadora.
  27. 27. Objetos de conhecimento I - Comportamento Organizacional; II - Comunicação Organizacional; III - Cultura e Clima Organizacional; IV - Empreendedorismo; V - Ética e Respons. Socioambiental; VI - Fundamentos de Gestão;
  28. 28. Objetos de conhecimento VII - Gerenciamento de Carreiras; VIII - Gestão do Conhecimento; IX - Legislação Trabalhista; X - Negociação; XI - Qualidade de Vida no Trabalho; XII - Recrutamento e Seleção;
  29. 29. Objetos de conhecimento XIII - Remuneração e Benefícios; XIV - Rotinas de Depart. de Pessoal; XV - Saúde e Segurança no Trabalho; XVI - Sistemas de Inform. Gerenciais; XVII - Treinamento e Desenvolvimento.
  30. 30. AVALIAÇÃO DINÂMICA DO POTENCIAL DE DOMÍNIO DA ÁREA Missão da IES EstruturaCurricular Projeto Político Pedagógico Crenças, atitudes e valores ENADE ENEM Vestibular Potencial de Aprendizagem (ingressante) conjunto de conceitos e procedimentos considerados essenciais para o domínio da área Competências adquiridas a partir do potencial inicial (expert – profissional) domínio do conjunto de conceitos e procedimentos considerados centrais para o domínio da área Conjunto de avaliações e atividades desenvolvidas ao longo do curso
  31. 31. 22/novembro/2015 Início: às 12h 15min. Não será permitido o ingresso no local da prova, após às 13h. Local: Cada estudante receberá um informativo com o local da prova, após responder o questionário do estudante. No dia da realização do exame, o estudante deve portar: •  Documento de identidade original; •  Comprovante de inscrição ou cartão de informação; •  2 lápis pretos grafite nº 2, apontador, borracha e caneta esferográfica transparente de tinta preta; 6+*7(8*9:!";*"<6!=*"
  32. 32. http://portal.inep.gov.br/ENADE. Outras informações

×