O que é LALUR?

513 visualizações

Publicada em

Você pergunta e o GUEPARDO responde!
O que é LALUR?

GUEPARDO é a solução fiscal criada pela FH para atender às necessidades de entrega das obrigações fiscais brasileiras. Atende às exigências do SPED e todas às obrigações principais e acessórias, das esferas federal, estadual e municipal.

Desenvolvida em plataforma Netweaver, o GUEPARDO é uma solução nativa completamente integrada ao SAP ECC, assegurando desempenho e estabilidade.

Sempre à frente e completo, o GUEPARDO está fazendo as adequações corretas para atender a ECF, e não exige que o cliente adquira uma nova solução.

Quer saber mais sobre o GUEPARDO? Entre em contato com a FH através do email: guepardo@fh.com.br

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
513
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que é LALUR?

  1. 1. fh.com.br O QUE É LALUR? Livro de Apuração do Lucro Real Apesar de descontinuado pela Receita Federal, o Livro de Apuração do Lucro Real continha finalidade fiscal e havia sido criado para adequar o resultado contábil com a declaração tributária das empresas. Ou seja, os valores que constavam na escrituração contábil eram transferidos a uma apuração fiscal, que continha a base de cálculo do IRPJ e o controle dos valores que poderiam interferir nas apurações dos anos decorrentes.
  2. 2. fh.com.br As empresas que apuraram o seu imposto de renda com base no lucro real, tanto anual quanto trimestral, eram obrigadas a realizar a escrituração regular do LALUR, mesmo que não houvesse nenhum ajuste a ser realizado. O QUE É LALUR?
  3. 3. fh.com.br O QUE É LALUR? Basicamente, o LALUR abrangia dois componentes: A parte A e a parte B. Na parte A, eram descriminados de maneira sucinta todos os ajustes legalmente obrigatórios que a empresa tinha, como por exemplo despesas dedutíveis, receitas não tributáveis e etc. Na sequência, era feita uma demonstração do lucro real com suas devidas adições, exclusões e compensações. Já na parte B, eram feitos os controles dos valores apurados no ano-calendário, que poderiam interferir no resultado fiscal dos anos-calendários subsequentes, como por exemplo receitas deferias ou prejuízos fiscais.
  4. 4. fh.com.br O QUE É LALUR? O ideal era que se registrem os lançamentos no LALUR na medida que os fatos vão ocorrendo. Porém, as empresas do lucro real anual podiam fazer os ajustes no final do ano-calendário. Com a ressalva que, se forem realizados balanços, balancetes de suspensão ou reduções de estimativas, estas informações deveriam estar escrituradas no LALUR de seu respectivo mês, tanto na parte A quanto na parte B. No caso das empresas do lucro real trimestral, a escrituração ficava obrigatória nos meses de março, junho, setembro e dezembro.
  5. 5. fh.com.br O QUE É LALUR? Apesar de não possuir registro em nenhuma repartição oficial, a sua autenticação era obrigatória. Era feito um termo de abertura, todas as demonstrações do lucro real, termo de encerramento e a autenticação pelo representante legal da empresa e pelo contabilista responsável pela escrituração, reconhecendo a exatidão das informações.
  6. 6. fh.com.br O QUE É LALUR? Por último, vale ressaltar a Receita Federal colocou em prática em 2014 a Escrituração Fiscal Digital – EFD - do IRPJ, com intuito de agrupá-la ao SPED e substituir a DIPJ, uma vez que esta nova escrituração contém todos os procedimentos do LALUR.

×