Importância econômica das algas

14.159 visualizações

Publicada em

trabalho apresentado por Kaline,jefersom,Kelly,Edjane,

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.159
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
70
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
352
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Importância econômica das algas

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL RUAL DE PERNAMBUCO – UFRPE UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA - UASTImportância Econômica das Algas
  2. 2. Principais Países Produtores de Algas: CHINA JAPÃO
  3. 3. As Algas são utilizadas: Na alimentação; Na fabricação de fertilizantes; Na fabricação de rações; Na medicina; Na farmacologia; No tratamento de água;
  4. 4.  Alimentação - Consumo Direto KOMBU
  5. 5. Cerca de 21 espécies são utilizadas na culinária japonesa;As algas mais importantes nesse sentido são NORI (Porphyra spp.), KOMBU (Laminaria spp.) e WAKAME (Undaria sp.); Porphyra Undaria Laminária
  6. 6. As algas são comidas visando seu valor nutricional, sabor, cor, textura além de serem combinadas com vários outros tipos de alimentos.As análises de certas algas comestíveis mostram que muitas contêm significantes quantidades de proteínas, vitaminas e sais minerais que são essenciais para nutrição humana.
  7. 7. Elementos importantes como complementoalimentar C; A; D; E B (B1, B12, Vitaminas rivoflavinas, niacinas, acido fólico) Cl, Na, K, P, Mg, Ca, Fe, Sais minerais Mn, I, Zn, Mo ,Co
  8. 8. 1 - Porphyra
  9. 9. Conhecida como NORI (Japão), ZICAI (China), PURPLE LAVER (Grã-Bretanha).Uma das algas mais comidas no sudeste asiático.É rica em vitaminas C, B, e E, e excelente fonte de iodo. A Porphyra é uma alga distribuída principalmente em regiões temperadas, mais também pode ser encontrada em regiões subtropicais.
  10. 10. Nori é consumida emforma de aperitivos ouenrolada em um bolinho dearroz com carne ou peixe,alimento conhecido como“sushi”. Nori – alimento feito a partir da alga Chondrum. Dados de 1999 informam que a produção de Porphyra (nori) no Japão, Coréia e China juntos atingiu 1 milhão de toneladas de algas frescas gerando um capital de 1.200 dólares por tanelada. Sushi
  11. 11. 2 - Laminária
  12. 12. Conhecida como KOMBU (Japão), HAIDAI (China), ou KELP (nome usado para se referir a várias espécies de algas paradas de grande porte);Laminaria é uma alga natural de águas frias (8-16 C) crescendo nas costas de vários países (América do Norte, África, Europa e Ásia); Na costa brasileira, mais precisamente no Rio de Janeiro, existe um banco com duas espécies de Laminaria (L. abyssalis e L. brasiliensis) a uma profundidade que varia de 40 a 120 metros.
  13. 13. O produto industrializado é constituído por pedaços dealgas secas ou em conservas e sua utilização é variável:em sopas, saladas, chás, misturado a outros alimentos ouem produtos secundários como temperos. Salada de algas. Sopa feita com pedaços de algas secas.
  14. 14. A alga Laminaria, foi muito utilizada como curativa do bócio devido ao alto teor de iodo que ela contém.A China é o maior produtor desta alga, a produção tem atingindo cerca de 4 milhões de toneladas de algas frescas, gerando um capital de 2.800 dólares a tonelada.
  15. 15. 3 - Undaria
  16. 16.  Conhecida como WAKAME (Japão) e QUINDAI- CAI (China);Alga encontrada em águas de temperatura um pouco mais mornas, crescendo sobre rochas e recifes a 1-8 metros abaixo de nível de marés baixas;A Undaria é consumida como “chips” e em alimentos instantâneos como sopas e macarrão;Os japoneses foram os pioneiros na produção desta alga;A Coréia é o maior produtor desta alga sendo que sua produção somada às do Japão e China atinge cerca de 400 mil toneladas, gerando um capital de 6.900 dólares a tonelada.
  17. 17.  Alimentação – Consumo Indireto
  18. 18. FicocolóidesSão substâncias mucilaginosas extraídas das algas. Formam substâncias viscosas, incluindo géis, que podem se solidificar com o decréscimo de temperatura;São classificados em: Alginatos, ágar e carragenanas; O uso destas substâncias nos mais variados tipos de indústrias vem crescendo à medida que novas diferentes propriedades destes ficocolóides são desenvolvidas;
  19. 19. São utilizados na indústria de alimentos, farmacêutica, cosmética, papel, petrolífera e na biotecnologia;A produção de ficocolóides gira em torno de 55 mil toneladas de algas frescas e gerando um capital de 586 milhões de dólares;O mercado mundial consome ao redor de 30 mil toneladas ao ano, extraídas de 126.500 toneladas de algas secas gerando um capital em torno de 213 milhões de dólares;
  20. 20. 1 - Alginatos  Estes Ficocolóides são característicos de algas pardas, particularmente extraídas das algas Macrocystis, Ecklonia, Durvillaea, Ascophyllum e Laminaria;Laminaria Ascophyllum
  21. 21. Macrocystis Ecklonia Durvillaea
  22. 22.  São utilizados como agentes gelificantes, estabilizantes e emulsificantes; O Alginato é utilizado para dar Tintas para tecidos. consistência ao sorvete.
  23. 23. 2 – ÁgarO Ágar está presente na parede celular de algumasalgas vermelhas, especialmente Gelidium, Gracilariae Gracilariopsis; Gracilaria Gelidium
  24. 24.  O ágar tem sido utilizado como agente gelificante para geléias de frutas e vegetais, em confeitarias e doces;
  25. 25. É considerado o ficocolóide mais valioso segundo dados de 2001. O mercado de ágar alcançou 7.630 toneladas de 55.650 toneladas de algas secas gerando um capital de 132 milhões de dólares;No Brasil a exploração de macro algas restringe-se a região nordeste, porém a produção nacional movimenta menos de US$ 2 milhões. No Brasil existem cultivos de Kappaphycus alvarezzi liberados pelo IBAMA no litoral norte de São Paulo e sul do Rio de Janeiro.
  26. 26. 3 - CarragenanasEstão presentes na parede celular das algas vermelhas; Eucheuma denticulatum Chondrus crispus
  27. 27. Dados de 2011 apontam um consumo de 33 mil toneladas de carragenanas extraídas de168.400 toneladas de algas secas gerando um capital de 300 milhões de dólares;São utilizadas na indústria farmacêutica, cosmética, de tintas, e principalmente na alimentícia;Na indústria de alimentos são utilizadas em sorvetes, queijos, pudins, iogurtes, gelatinas, produtos de padaria, temperos e molhos;
  28. 28. As carragenanas estão presentes em: Iogurtes Sorvetes Queijos
  29. 29.  Beta - Caroteno
  30. 30. É um produto de alto poder antioxidante, que vem sendo utilizado como complemento alimentar;É explorado comercialmente, numa movimentação anual de 100 milhões de dólares; Suplemento Alimentar
  31. 31.  Fertilizantes
  32. 32.  As algas podem ser utilizadas para melhorar a textura e retenção de umidade. Além de ser fonte importante de Nitrogênio, Potássio e vários outros componentes minerais; A comercialização de fertilizantes a base de algas movimenta cerca de 15 milhões de dólares por ano; Fertilizantes
  33. 33.  RaçõesRação para aves
  34. 34.  Farelos de algas são utilizadas na produção de rações para gado, carneiros, cães, aves, gatos, peixes e outros animais;Há diversas industrias espalhadas pelo mundo investindo nesse tipo de produto e alcançando cerca 10 mil toneladas de ração produzidas a partir de cerca de 500 toneladas de algas frescas gerando um mercado de 5 milhões de dólares; Ração para peixes
  35. 35.  MedicinaAlgoterapia
  36. 36. Vários poderes curativos têm sido atribuídos às algas, entre eles contra tuberculose, artrite, gripes e até mesmo o câncer;Banhos com algas ou aplicação de algas na pele associadas a radiação infravermelha tem sido utilizada no tratamento de dores reumáticas e osteoporose;
  37. 37.  Farmacologia
  38. 38.  Muitos rótulos de cremes e loções fazem referência ao uso de algas em suas fórmulas; Creme de hidratação Xampu Cera de depilação
  39. 39.  Tratamento de água
  40. 40. Muitas algas têm sido utilizadas com sucesso no tratamento de águas contaminadas com esgotos domésticos e de afluentes de atividades de agricultura; Água tratada.
  41. 41. Cultivo das algas
  42. 42. “Embora não tenhamos grandes fontes produtoras deficocolóides a ponto de nos tornamos auto-suficientese competidores comerciais das grandes empresas doramo, pelo menos em curto prazo devemos conhecermais nossos mais nossos recursos costeiros a fim depodermos aproveitá-los da maneira possível e, quemsabe, em um futuro não tão distante, dispormos deformas alternativas de recursos a serem explorados”. André Luís Faccini Obrigado!

×