Seminario ilìada

11.008 visualizações

Publicada em

2 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.008
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
193
Comentários
2
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminario ilìada

  1. 1. SEMINARIO ILÌADA VISÂO GERAL A Ilíada é constituída por 15.693 versos, em hexâmetro dactilico que é a formatradicional da poesia épica Grega e foi elaborada, num dialeto literário artificial dogrego antigo que nunca foi fato falado, composto de elementos de outros dialetos. Considera-se que tenha sua origem na tradição oral, ou seja, teria originalmente sidocantada pelos aedos (um artista que cantava as epopéias), e só muito mais tarde, osversos foram compilados numa versão escrita por volta do século VI a.C. em Atenas. A Ilíada influenciou fortemente a cultura clássica, sendo estudada e discutida naGrécia Antiga e posteriormente no Império Romano. A Ilíada passa-se durante o nono ano da guerra de Tróia, trata-se da ira de Aquiles. Aira é causada por uma disputa entre Aquiles e Agamenon. A história da guerra de Tróia, não é contata na integra. Dessa forma o conhecimentoprévio da mitologia Grega acerca da guerra é relevante para na compreensão da obra.
  2. 2. CARA CTERÍSTICAS A Ilíada é um poema Épico de 24 cantos atribuídos a Homero, composto entre os séculos 9 e 8 a.C. que narra à era do herói grego Aquiles, filho do bravo Peleu e da deusa Tétis. O desencadear dos fatos está umbilicalmente ligado á defesa do time, a honra pessoal, o mais cultuado valor humano, entre os antigos. Em nome dela, gregos e troianos movimentam incessantemente o afiado bronze, jorrando o chão de sangue, vale lembrar que a guerra teve inicio com uma afronta moral,quando París príncipe de Tróia, tomou para si a mulher do rei Meneleu, a bela Helena. A história começa quando Aquiles é aclamado o grande guerreiro grego, e tem sua honra ultrajada pelo rei dos Aqueus, Agamêmnon.Helena de Tróia, por Evelyn de Morgan 1898
  3. 3. TEMA ILÌADA A Ilíada, ela narra uma série de acontecimentos da guerra de Tróia e se refere a umasérie de outros, seu principal tema é o ciclo da ira de Aquiles e da sua causa. Isto ficaclaro, na primeira linha do poema. Através da consumação dessa ira, é tratada ahumanização do herói e semideus Aquiles, sempre em conflito por sua dupla natureza,filho de uma deusa e um homem, portanto mortal. A questão da escolha entre valores materiais, como a segurança e a vida longa, evalores morais como a gloria e o reconhecimento eterno é tratado na escolha com queAquiles se defronta lutar e morrer jovem, e ser lembrado para sempre, ou permanecerseguro e ser esquecido. Entrando em contraste com Heitor um grande herói que não busca a gloria, mas lutapela segurança de sua família e a preservação de sua cidade Tróia. A guerra e suas conseqüências também é tema central de Ilíada, sendo ricamenteretratada, amizade, honra e muitos outros temas abstrato que também fazem parte daobra, compondo um belo painel da alma humana o que é sem duvida uma dasqualidades que tem determinado vida longa a narrativa homérica na cultura universal. DA ESQUERDA P/ DIREITAMENELAU, PÁRIS, DIOMEDES, ODISSEU, NESTOR, AQUILES eAGAMÊMNOM
  4. 4. PARTES DA EPOPEIA Ilíada por ser uma epopéia é uma longa narrativa literária de caráter heróico,grandioso e de interesse nacional e social. Com todos os elementos narrativos:Narrador, Narratário, Personagem, Tema, Enredo, Espaço, Tempo. A epopéia de Ilíada reúne mitos, heróis e deuses, podendo ser apresentada emprosa ou verso. Toda epopéia deve se constituir de 5 partes: Proposição Invocação Dedicatória Narração Remate, epílogo ou desfecho O narrador épico se mantém distanciado dos fatos na terceira pessoa apresentandoos fatos como acontecimentos passados.
  5. 5. PERSONAGENS PRINCIPAIS A Ilíada é um poema extenso, e possui uma grande quantidade de personagens daMitologia Grega, Homero assumia que seus ouvintes estavam familiarizados com essesmitos, o que pode causar confusão ao leitor moderno. Aquiles - Príncipe, líder dos Mirmidões, herói e melhor de todos os guerreiros,filho da deusa Tétis, e do mortal rei Peleu. Sua ira é o tema central de Ilíada. Agamêmnon- Rei de Micenas e comandante supremo dos Aqueus, sua atitude detomar a escrava Briseis de Aquiles é o estopim do desentendimento entre eles. Pátroco- Amigo de Aquiles. Alguns argumentavam que havia envolvimento íntimoentre Aquiles e Pátroco, que foi morto por Heitor quando fingia ser Aquiles. Odisseu (Ulisses)- Rei de Ílaca, considerado astuto ou ardiloso. Foi ele que teve aidéia de fazer a armadilha aos troianos. Calcas Tetorídes- Poderoso vidente que guiava os Aqueus. Ajax, Nestor, Idomemeu- Reis e heróis gregos, que comandavam exércitos de seusreinos sob a supervisão de Agamêmnon. Diomedes- Príncipe de Argos comandava a frota de navios de seu reino. Menelau- Rei de Esparta, marido de Helena e irmão mais novo de Agamêmnon. Heitor- Príncipe de Tróia, irmão Paris melhor guerreiro troiano. Páris- Príncipe de Tróia, sua fuga com Helena é a causa da guerra. Sua flecha é quemata Aquiles acertando-o no calcanhar. Helena – Esposa de Páris, antes esposa de Menelau e pivô da Guerra. Com a quedade Tróia volta para Menelau. Brisseis- Prima de Heitor e Paris capturada pelos Aqueus se torna escrava deAquiles por quem se apaixona. E os deuses gregos que se tornam parte ativa na trama Tétis, Apolo, Zeus, Hera,Atena, Poséidon, Afrodite, Ares e Péon.
  6. 6. Resumo dos Cantos Canto I: É o décimo ano da guerra de Tróia. Aquiles e Agamémnom se desentendem devido à disputa sobre uma jovem cativa Canto II: Odisseu impede uma revolta e os gregos se preparam para um ataque a Tróia. Canto III: Páris desafia Menelau para um duelo, propondo decidir o destino da guerra. Menelau vence, mas Páris sobrevive, salvo por Afrodite. Canto IV: O pacto é quebrado pelos troianos e a guerra recomeça. Canto V: Diomedes realiza grandes prodígios, ferindo Afrodite e Ares. Canto VI: Heitor retorna à Tróia para pedir que se tente apaziguar Afrodite. Encontra-secom esposa e filho e retorna à batalha junto de seu irmão Páris. Canto VII: Heitor duela com Ajax. A luta empata interrompida pela noite. Canto VIII: Os deuses se retiram da batalha. Canto IX: Agamémnom tenta se reconciliar com Aquiles, mas este recusa. Canto X: Diomedes e Odisseu saem em missão de espionagem e atacam o acampamento troiano. Canto XI: Páris fere Diomedes, e Pátroclo fica sabendo da desastrosa situação grega. Canto XII: Retirada grega até as naus. Canto XIII: Poséidon se apieda dos gregos e os motiva. Canto XIV: Hera adormece a Zeus, permitindo a reação grega. Canto XV: Zeus acorda e impede que Poséidon continue interferindo. Os troianos retomam a vantagem no combate. Canto XVI: Pátroclo pede a armadura a Aquiles e permissão para entrar na luta. Aquiles concede, porém Pátroclo é morto por Heitor.
  7. 7. Canto XVII: Há uma disputa pelo corpo e armadura de Pátroclo. Heitor fica com aarmadura e Ajax com o corpo. Canto XVIII: Aquiles fica sabendo da morte de Pátroclo, e sua mãe lhe providencia umanova armadura. Canto XIX: Aquiles, de armadura nova e reconciliado com Agamémnom, se junta àguerra. Canto XX: Batalha furiosa, da qual participam livremente os deuses. Canto XXI: Aquiles chega aos portões de Tróia Canto XXII: Aquiles duela com Heitor e o mata. A seguir, desonra seu cadáver,arrastando-o ao acampamento grego. Canto XXIII: Pátroclo é velado adequadamente Canto XXIV: Príamo pede o cadáver do filho e Aquiles, comovido, cede. Heitor édevidamente velado em Tróia.
  8. 8. BIBLIOGRAFIAWikipédia, 26/04/2011<WWW.wikipedia.org>Google, 27/04/2011<WWW.google.com.br>Sua Pesquisa, 29/04/2011<WWW.suapesquisa.com>
  9. 9. A MORTE DE HEITOR- Franz Match (1861-1943)
  10. 10. CORPO DE HEITOR HOMERO E SEU GUIA Adolphe bouguereal (1825-1905) ESCULTURA deHERA e ZEUS em frente ao parlamento em Viena
  11. 11. MANUSCRITO GREGO DE ILIADA final sec. V
  12. 12. PÁRIS E HELENA – Jacques Louis David (1748-1825) PRÌAMO AOS PÈS DE AQUILES – Joseph Wencker (1871)
  13. 13. ZEUS E TÉTIS Ingres (1811)CAVALO DE TROIA

×