SONHOS PEREGRINOS Efigênia Coutinho
Explodem pelo ocaso os Sonhos   nesse estertor que a mente vive …  S obranceir os  esvoaça m,  exacerbado s  alguns ideais...
O pensamento, em chamas, luta   vai pelos ares rasgando, marca   sulcos...desce aos confins da gruta ! N ovo dia, descorti...
Todos os direitos reservados   Sala de Poetas   AVSPE   Copyright © By Efigênia Coutinho   2006  Twilight Time
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SONHOS PEREGRINOS

268 visualizações

Publicada em

SONHOS PEREGRINOS

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
268
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SONHOS PEREGRINOS

  1. 1. SONHOS PEREGRINOS Efigênia Coutinho
  2. 2. Explodem pelo ocaso os Sonhos nesse estertor que a mente vive … S obranceir os esvoaça m, exacerbado s alguns ideais dos originais Sonhos ! Pelo horizonte, ante o semblante da atmosfera muda, soam lamentos duma nota musicada...A Luz que antes reluzia, esvai-se dolorida!
  3. 3. O pensamento, em chamas, luta vai pelos ares rasgando, marca sulcos...desce aos confins da gruta ! N ovo dia, descortina - dia divino - um palco luminoso, surge através dos vales - Luz de Sonhos Peregrino! Balneário Camboriú
  4. 4. Todos os direitos reservados Sala de Poetas AVSPE Copyright © By Efigênia Coutinho 2006 Twilight Time

×