Girl At a Window  Rembrandt Harmensz van Rijn  –   1606–1669.
SINAIS DE MATURIDADE Fátima Irene Pinto Clique Girl At a Window  Rembrandt Harmensz van Rijn  –   1606–1669.
A gente não sabe ao certo quando a  maturidade  chega nem como ela se instala  –   talvez porque seja de forma lenta e qua...
Não se desespera quando a vida parece dar uma longa pausa e aguarda com serenidade e otimismo as novas circunstâncias aind...
A pessoa madura   se despoja dos melindres,  se despe dos preconceitos,  deixa de ser reativa para ser pró-ativa. Aprende ...
A pessoa madura não aparenta ser. Ela é! Ela é alguém que fez um "clean-up", passou o "desfragmentador&quot...
Texto: Recebido por e-mail da autora em 11 fev, 2006. Imagem: Getty Images. Música: Bilitis - Francis Goya. Formatação: Jo...
Fátima Irene Pinto      Fátima Irene Pinto ,   quarta filha de Arthur Ferreira Pinto e Sílvia Veronezi Pinto, nasceu em Pi...
Acha a Bíblia um manancial de conhecimento assim como a Mitologia. Gosta de estudar sobre Confrarias e Metafísica ... um p...
A partir e 1990, passou a dedicar-se integralmente ao trabalho e aos filhos, preenchendo o pouco tempo disponível com estu...
Sair Girl At a Window  Rembrandt Harmensz van Rijn  –   1606–1669.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SINAIS DE MATURIDADE

641 visualizações

Publicada em

SINAIS DE MATURIDADE

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
641
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SINAIS DE MATURIDADE

  1. 1. Girl At a Window Rembrandt Harmensz van Rijn – 1606–1669.
  2. 2. SINAIS DE MATURIDADE Fátima Irene Pinto Clique Girl At a Window Rembrandt Harmensz van Rijn – 1606–1669.
  3. 3. A gente não sabe ao certo quando a maturidade chega nem como ela se instala –  talvez porque seja de forma lenta e quase imperceptível – mas de repente a gente se dá conta da prazerosa sensação da maturidade. A pessoa madura sente-se mais livre para expressar pensamentos e sentimentos, dizer a sua verdade calma e mansamente. Muitas vezes opta por não dizer nada ainda que esperem que ela diga, e isto não lhe causa nenhuma culpa ou constrangimento. A pessoa madura sente-se contente consigo mesma, valoriza o longo trajeto já percorrido e verifica que tanto as vitórias quanto as derrotas foram necessárias para o seu crescimento e plenitude.
  4. 4. Não se desespera quando a vida parece dar uma longa pausa e aguarda com serenidade e otimismo as novas circunstâncias ainda não configuradas no cenário de sua existência.   A pessoa madura decididamente não faz tipo e se liberta de vez da idéia : mas o que vão pensar de mim? Aprende a distinguir valores essenciais dos valores supérfluos e descartáveis. Sabe que esta passagem pela terra é rápida demais para ser desperdiçada com mazelas. Os sonhos, projetos e ideais de uma pessoa madura são quase sempre exeqüíveis . Contenta-se com o que tem, ajusta-se dentro do próprio orçamento, não gasta mais do que ganha e faz algumas renúncias (de forma serena) em prol de seu núcleo familiar ou de alguma causa que resulte no bem comum.
  5. 5. A pessoa madura se despoja dos melindres, se despe dos preconceitos, deixa de ser reativa para ser pró-ativa. Aprende a gostar da própria companhia, torna-se a melhor amiga de si mesma dando ao próprio “eu” os contornos do equilíbrio. Conhece seus pontos fortes e fracos, sabe que não tem todas as respostas nem é dona da verdade mas mantém um código secreto de verdades e valores próprios que lhe permitem nortear-se, de forma positiva, pelas diversas circunstâncias da vida.
  6. 6. A pessoa madura não aparenta ser. Ela é! Ela é alguém que fez um "clean-up", passou o "desfragmentador" no seu "disco rígido" e deu "del" em centenas de arquivos inúteis que atravancavam e emperravam o livre fluxo da própria existência. —————————— Descalvado – SP – 08 fev. 2006. Destaques do formatador em negrito e tamanhos de fonte. Ela é alguém que está em paz consigo mesma.
  7. 7. Texto: Recebido por e-mail da autora em 11 fev, 2006. Imagem: Getty Images. Música: Bilitis - Francis Goya. Formatação: José Carlos Abreu Teixeira. O PPS “Sinais de Maturidade” termina aqui. A seguir são apresentados alguns dados biográficos de FÁTIMA IRENE PINTO. Caso esses dados não sejam de seu interesse, aperte para sair a tecla “Esc”, a primeira de cima para baixo do lado esquerdo do teclado. Para prosseguir, continue a clicar. 
  8. 8. Fátima Irene Pinto   Fátima Irene Pinto , quarta filha de Arthur Ferreira Pinto e Sílvia Veronezi Pinto, nasceu em Pirajuí (SP) no 17 de Agosto de 1953. Mudou-se com a família para a cidade de Descalvado (SP) aos 3 anos de idade, onde hoje reside. Formada em Letras em 1978 ( Fac. Barão de Mauá - Rib.Preto), mãe de gêmeos,  Renan Veronezzi e Régis Veronezzi, adora ler e tem muitos livros de H. Rohden - Pietro Ubaldi - Yogananda - Chopra.
  9. 9. Acha a Bíblia um manancial de conhecimento assim como a Mitologia. Gosta de estudar sobre Confrarias e Metafísica ... um pouquinho de tudo, como diz, mas dá realce à "Grande Síntese" de Pietro Ubaldi que leu aos 16 anos e acha uma obra sublime e nunca mais deixou de retomar várias vezes.  Vê o seu primeiro livro, MOMENTOS CATÁRTICOS, como um livro com temas denotadamente tristes. Já os livros posteriores mostram uma nova mulher em fase de gratidão e renovação perante a vida. Momentos Catárticos. São Paulo: Fiuza Editores, 2001.   Palavras Para Entorpecer O Coração . Belo Horizonte: Soler Editora, 2004.  “ RELICÁRIO" Fragmentos de Amor e Paixão. Belo Horizonte: Soler Editora, 2004. Ecos da Alma . Belo Horizonte: Soler Editora, 2005. Livros editados:
  10. 10. A partir e 1990, passou a dedicar-se integralmente ao trabalho e aos filhos, preenchendo o pouco tempo disponível com estudos vários, na condição de auto-didata. Nessa condição, foi aluna dos cursos Pró-Vida; Ordem Rosa Cruz e Self Realization da Índia, dentre outros. Fátima Irene consta em diversas Coletâneas e E-Books e tem diversos textos traduzidos para outros idiomas.  — ——————————— Fontes: http://www.paralerepensar.com.br/fatimairene.htm http://www.fatimairene.com/especial/biografia.htm
  11. 11. Sair Girl At a Window Rembrandt Harmensz van Rijn – 1606–1669.

×