SlideShare agora está no Android. 15 milhões de apresentações, na ponta de seus dedos.  Get the app

×
  • Compartilhar
  • Email
  • Incorporado
  • Curtir
  • Salvar
  • Conteúdo privado
 

SAO PAULO - ANOS 70

por contlista pintora decoradora em \ em 22 de outubro de 2008

  • 22,674 visualizações

SAO PAULO ANOS 70

SAO PAULO ANOS 70

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
22,674
Visualizações no SlideShare
22,640
Visualizações incorporadas
34

Actions

Curtidas
2
Downloads
63
Comentários
5

3 Incorporações 34

http://www.slideshare.net 32
http://www.facebook.com 1
https://twitter.com 1

Carregar detalhes

Carregado através de SlideShare como Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar

15 de 5anterioresseguinte Publicar um comentário

  • Marcbmont Marcbmont Acho que a boate no fim da consolação chamava-se Opus 2004 e a casa na praça Roosevelt chamava-se Baiuca. Toquei em todas elas, no Cave, no Ton Ton Macoute e no La Licorne...rsrsr..Saudades de São Paulo naquela época. Voltava pra casa de madrugada e nunca sofri nenhum tipo de violencia. 1 ano atrás
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processando...
  • Marcbmont Marcbmont Toquei no Mondo Cane. Era um barato aquele lugar. Bons tempos 1 ano atrás
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processando...
  • elliottpinheiro Elliott Pinheiro O restaurante da Nestor Pestana era os Vikings... Minha saudosa tia Nair tinha uma escola de modelos na Augusta e foi uma das organizadoras do carpete e um desfile de moda na Augusta carpetada... 2 anos atrás
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processando...
  • claricebagrichevsky Clarice Bagrichevsky, Postgraduation Professor at Fundação Visconde de Cairu AIR, SÓ HOJE TIVE TEMPO DE VER OS SLIDES DOS ANOS 70 COM CALMA.
    VIVI TUDO ISSO E UM POUCO MAIS!

    EM CRIANÇA, QUANDO VIEMOS DO RIO, MOREI NO IBIRAPUERA (QUE AINDA ERA UM MATAGAL,TINHA ATÉ UMA CHÁCARA NOS FUNDOS DE NOSSA CASA).
    E NA MINHA VIDA ADULTA, POR MAIS DE 30 ANOS, MOREI NOS JARDINS, NO FINAL DA CONSOLAÇÃO (entre Oscar Freire, que era uma ruazinha de casinhas populares, e a Estados Unidos).

    NA AUGUSTA, AO LADO DA HI-FI, TINHA UM BAR CHIQUÉRRIMO CHAMADO MONDO CANE COM DRINKS ENORMES EM AQUÁRIOS.
    TINHA O LONGCHAMPS ONDE SE COMIA NO BALCÃO E MUITO BEM.
    HAVIA O FREVINHO DO BEIRUTE E DO CHOPP, O YARA ONDE A GENTE TOMAVA CHÁ.
    TINHA O CINE MAJESTIC (hoje querem derrubar o cinema sucessor e existe um movimento em SP para tombá-lo).
    MAIS O CINE PICOLINO, E O CINE REGÊNCIA.
    E UM RESTAURANTE DE LUZ DIFUSA (tinha que subir uma escada), CUJO NOME ESQUECI E QUE FICAVA PERTO DO MARACHÁ – o das sessões malditas à meia noite de sábados - RESTAURANTE QUE TODA A “CLASSE TEATRAL” FREQUENTAVA ANTES DA MODA GIGETTO, NA NESTOR PESTANA, CONCORRENDO COM O EDUARDO E SEU GARÇON ALCOÓLATRA, O JARBAS.
    ALI NO CENTRO TINHA O BARROQUINHO, O TON-TON MACOUTE (depois, New Ton-Ton), E AQUELA BOATE BADALADÍSSIMA NO FINAL DA CONSOLAÇÃO CUJO NOME NÃO LEMBRO. NA PÇAROOSEVELT TINHA UM PIANO BAR DE ONDE O DELFIN NETO NÃO SAÍA. (memoriazinha ruim...)
    NA PARTE LOGO ABAIXO DA PAULISTA (direção centro) INAUGURARAM A PRIMEIRA BOATE GAY-CHIC DE SP, A “MEDIEVAL”.
    NA ESQUINA DA ESTADOS UNIDOS, TINHA A PADARIA DO PÃO PULLMAN (o filho do dono estudou comigo no colegial – Química Industrial - no Osvaldo Cruz).
    AINDA TENHO ROUPAS DA PARAPHERNALIA, AINDA LEMBRO DO CHEIRO DA LOJA DO APARÍCIO, A RASTRO.
    COMI MUITA COXINHA DO BOLOGNA.
    O RESTAURANTE DO CONSULADO ESCANDINÁVIO NA NESTRO PESTANA ERA UMA DELÍCIA. ELÁ FOI ENSAIADA A PRIMEIRA PARTE DA MONTAGEM DO ANTUNES,PEER GYNT. NA FRENTE, A TV EXCELSIOR.
    TEVE UM ANO QUE ACARPETARAM A AUGUSTA DE VERMELHO, E PELA MESMA ÉPOCA A RITA LEE DEU UM SHOW NO BALCÃO DA JEANS STORE (da qual ainda tenho duas capinhas de chuva).
    TAMBÉM TINHA O BEKA, ONDE A GENTE IA AOS SÁBADOS DAR UM TAPA NOS CABELOS.
    E, COMO SENÃO BASTASSE, O COLÉGIO PAES LEME TAMBÉM FICAVA NA AUGUSTA!

    NO BEXIGA,O CHIQUÉRRIMO ERA FREQUENTAR O “OTHERO & GONZALEZ”, DA CAROL WHITAKER.

    NA AV.SANTO AMARO FUNCIONOU A PRIMEIRA BOATE A USAR LUZ NEGRA – “HULLABALOU” – ONDE UM BAILARINO CHAMADO VICTOR AUSTKIN DANÇAVA EM UM PRATICÁVEL REDONDO NO MEIO DA PISTA.

    O AUTOR DOS SLIDES TAMBÉM ESQUECEU DOS AMASSOS EM CARROS NO ALTO DO MORUMBI, PERTO DA PORTA DA FAZENDA MORUMBI, ONDE AINDA SE VISLUMBRAVA TODA SÃO PAULO, ATÉ O AEROPORTO. ESSE LUGAR FICOU CONHECIDO COMO “TREPÓDROMO DO MORUMBI”.

    Assim, de momento, só lembrei desses lugares (a memória está quase senil).
    Se lembrar demais alguma coisa, escrevo. E se você conhecer o autor dos slides, passe para ele incrementar essa boa lembrança de uma São Paulo que não existe mais (infelizmente).

    Ósculos & amplexos saudosos.
    2 anos atrás
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processando...
  • guest1271d52 guest1271d52 parabens muito legal mesmo....viajei...no tempo... 4 anos atrás
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processando...
Publicar comentário
Editar seu comentário

SAO PAULO - ANOS 70 SAO PAULO - ANOS 70 Presentation Transcript