Quando a Musa Cala
Tudo silencia quando a Musa cala. O mundo encontra o recanto do sonho mais profundo... Quando a Musa cala.
As estrelas escondem  o seu brilho, o luar fica parado... Quando a Musa cala.
Os lagos, os oceanos, silenciam as suas águas, as flores escondem o seu perfume... Quando a Musa cala.
Os olhos se fecham, as lágrimas ficam suspensas, tudo acontece, num repente... Quando a Musa cala.
Os amantes se afastam, os beijos são perdidos, as mãos não se acariciam... Quando a Musa cala.
E o homem amado silencia,  percebe a dor e a nostalgia,  sufoca a música nos lábios... Quando a Musa cala.
E a Musa adormece  no silêncio das dores, a espera do retorno da voz que acalentava. Tudo acontece, num repente... Quando ...
Criação de Sonia Soares Rio de Janeiro, 28 de abril de 2005 Proibida a cópia e/ou reprodução Falando Com o Coração Home Page
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

QUANDO A MUSA CALA

381 visualizações

Publicada em

QUANDO A MUSA CALA

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
381
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

QUANDO A MUSA CALA

  1. 1. Quando a Musa Cala
  2. 2. Tudo silencia quando a Musa cala. O mundo encontra o recanto do sonho mais profundo... Quando a Musa cala.
  3. 3. As estrelas escondem o seu brilho, o luar fica parado... Quando a Musa cala.
  4. 4. Os lagos, os oceanos, silenciam as suas águas, as flores escondem o seu perfume... Quando a Musa cala.
  5. 5. Os olhos se fecham, as lágrimas ficam suspensas, tudo acontece, num repente... Quando a Musa cala.
  6. 6. Os amantes se afastam, os beijos são perdidos, as mãos não se acariciam... Quando a Musa cala.
  7. 7. E o homem amado silencia, percebe a dor e a nostalgia, sufoca a música nos lábios... Quando a Musa cala.
  8. 8. E a Musa adormece no silêncio das dores, a espera do retorno da voz que acalentava. Tudo acontece, num repente... Quando a Musa cala. Sonia Soares
  9. 9. Criação de Sonia Soares Rio de Janeiro, 28 de abril de 2005 Proibida a cópia e/ou reprodução Falando Com o Coração Home Page

×