PESCAR

644 visualizações

Publicada em

PESCAR

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
644
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PESCAR

  1. 1. A Pesca Gênesis 1:29 “ E Deus disse: Vede! Entrego-vos todas as plantas que produzem semente... e todas as árvores em que há frutos que dão semente; isto será o vosso alimento ” . Rildo Silveira Created by [email_address] Cruzília – MG – Brasil
  2. 2. Os oceanos fornecem 123 milhões de toneladas de peixes e crustáceos por ano, dos quais apenas 66 milhões são consumidos pelo homem. O restante, golfinhos, tartarugas e moluscos que caem na rede e não têm valor comercial, ou é descartado e morto ou é usado como ração na alimentação de outros bichos. A pesca industrial esgota as cadeias alimentares marinhas, danificando seriamente os ecossistemas oceânicos e pluviais .
  3. 3. Peixes S entem D or e E stresse Assim, puxar um peixe para fora d'água com um anzol é similar à alguém puxar um humano para fora d'água segurando suas partes íntimas. Deve ser terrivelmente doloroso...   Muitos peixes, especialmente os que vivem no fundo, usam a boca para se alimentar e também como órgão sensor geral. A sensação de um peixe fora d'água se compara à de um homem sendo asfixiado, sentindo suas forças se esvaírem lentamente. A retirada da água causa uma dor terrível e provoca sangramento das guelras. Estudiosos americanos declararam que os peixes têm por volta da mesma quantidade de terminações nervosas em suas bocas que os humanos têm em seus genitais.  
  4. 4. A I nteligência Os peixes possuem um sistema nervoso complexo com um cérebro e uma espinha dorsal similar aos outros vertebrados. São bem sucedidos e eficientes em seu próprio ambiente. Estudos comportamentais indicam que eles exibem formas complexas de aprendizado, como condicionamento, aprendizado em série reversa e aprendem a evitar os perigos. A competição entre os pescadores e o peixe, sugere consciência e inteligência no peixe em um nível no mínimo suficiente para desafiar o pescador.
  5. 5. Seres Sensíveis A morte infligida pela pesca, uma asfixia lenta tanto na rede como depois de um período extenso de luta contra o anzol fincado em algum lugar dentro de sua cabeça, é dolorosa e sofrível para um animal senciente. Seus cérebros emitem substâncias opiáceas e possuem receptores para elas, mecanismos de atenuação da dor em outros vertebrados.
  6. 6. Pesca Esportiva Muitos acham normal pescar desde que os peixes sejam retornados à água, mas o peixe está sendo judiado e ainda nossas mãos retiram uma substância importante que os protege contra doenças. O anzol pode ser engolido, levando à complicações, e mesmo se não acontecer isso, o anzol quando é puxado deixa uma lesão que pode levar a uma infecção e a dor na boca impede que eles se alimentem, o que facilita a inanição e a morte: o sangramento freqüentemente atrai piranhas , jacarés e outros predadores. Quando esses programas estrearam, imitando os similares americanos, entendeu-se ser uma boa ação devolver à água os peixes capturados.
  7. 7. O ideal seria proibir esses torturantes programas “ecológicos”. A dor gerada pelo imenso arpão atravessando o corpo de um peixe deve ser a mesma que sentiríamos se fôssemos trespassados por uma lança. Decisão Sensata
  8. 8. Reflexão Devemos refletir sobre os programas de pesca na TV, em que os desportistas ou apresentadores capturam peixes com anzol. Aparentemente bons ecologistas ou bons samaritanos, depois de fisgá-los, eles os devolvem à água. Só não imaginam a dor e o estresse que provocam no animal, suficiente para que a grande maioria não consiga sobreviver.
  9. 9. Peixes em T anques Peixes criados em tanques, como tilápias, carpas e trutas, também são submetidos a forte estresse devido aos espaços exíguos em que são mantidos. Em alguns restaurantes vêem-se aquários onde peixes e lagostas são expostos para ser em escolhidos pelos fregueses.   Esses aquários estão longe de fornecer o mesmo espaço que esses animais encontrariam na natureza. Muitas vezes, em virtude da urgência em se preparar os pratos, são descamados, têm o couro arrancado, ou são eviscerados ainda vivos! Há especialidades culinárias japonesas, um tipo de sushi, em que o peixe é servido ainda vivo. Segundo os “ experts ” , é necessário que ele ainda se mova ao ser servido, caso contrário o prato deve ser devolvido!
  10. 10. Caranguejos e Lagostas Nós, humanos, temos direito a isso? Quem nos deu esse direito? Temos o direito de jogar uma lagosta viva na água fervente? Temos o direito de comer um peixe fatiado ainda vivo no seu prato num restaurante japonês? Nosso paladar é tão importante assim na ordem das coisas? Um sabor diferente em nossas bocas justifica tudo? Atrocidades contra os animais existem em todas as partes do mundo. Aqueles que apreciam caranguejos sabem que costumam ser fervidos vivos! Caranguejo que não se move não é consumido. A lagosta é grelhada ainda viva, recém-retirada de um tanque, de onde foi escolhida pelo freguês. Depois de ser colocada diretamente na brasa com um peso por cima ela passa instantaneamente da cor verde/azul para vermelha...
  11. 11. Alternativas à Carne de Peixe A carne de peixe possui : 1) Proteínas, vitaminas, minerais e ômega 3. 2) Muitas toxinas, inclusive a botulínica. 3) Adrenalina , noradrenalina e hormônios atenuadores da dor.     Alternativa Vegetariana: Ao item 1 : P roteínas, vitaminas, minerais e ômega 3 são nutrientes facilmente encontrados nos legumes, verduras , frutas e grãos integrais. Ao item 2 : T oxinas são encontradas nos vegetais em quantidades muito menores. Ao item 3 : Adrenalina , noradrenalina e hormônios atenuadores da dor são isentos nos vegetais , que também são livres de crueldade.
  12. 12. Faça sua parte. Divulgue este documento. Mande para seus amigos. A NATUREZA AGRADECE !!! Este, e outros slides, você encontra nos sites www. abcanimal .org. br www. floraisecia .com. br

×