PAIXAO E LOUCURA

478 visualizações

Publicada em

PAIXAO E LOUCURA

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
478
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PAIXAO E LOUCURA

  1. 1. Paixão e Loucura Então... está combinado: eu não telefono, você não me procura... Deixa com está. Deixa como deve ser... Sem angústias, sem brigas, sem medo, sem rancor! Deixe que o amor fale por si só... Deixe que a paixão estacione nesse ponto de onde parou... Sigamos nossas vidas... Não vamos parar no tempo e viver só de lembranças!
  2. 2. Eu não cobro a sua presença ao meu lado. Você não reclama a minha ausência quando eu estiver distante. E... num repente de segundo, quando nossos corações se cansarem da solidão... Quando, sozinhos em nossos leitos, a simples lembrança de nossas loucas noites de amor, nos fizer gritar de saudade. Fizer estremecer nossos corpos. Nos causar um aperto enorme no coração...
  3. 3. E a perda total dos sentidos Não mais nos permitirem raciocinar... Os gritos desesperados de paixão Ecoarem em nosso quarto solitário! Nossos sussuros... Nossa respiração ofegante, invadirem nossa mente! Quando o calor da vontade, o fogo do desejo, gritar nossos nomes no vazio... Quando já nada mais nos interessar senão o abraço apertado até nos sufocar de prazer, até nos dilacerar a alma...
  4. 4. Então... é hora de você voltar! É hora de, novamente, Nos perdermos no calor da paixão. É hora de você me pegar de qualquer jeito, me jogar na cama, no chão, na mesinha pequena, no corredor nas escadas, no elevador! Em qualquer lugar, onde pudermos extravasar a paixão e matar a louca saudade. A necessidade doída do toque gostoso, de suas mãos deslizando em mim e das minhas passeando por seu corpo!
  5. 5. Onde der pra rolarmos, Pra nos beijarmos... Pra nos engolirmos! Para expulsar de dentro de nós dois tudo o que ficou guardado, esperando a hora de explodir em loucura, em insanidade, em louca paixão!.. Você me ama... Eu me dou inteirinha. Você me abocanha. Eu me entrego sem apelos. Sem timidez! Tudo se transforma! Então... pra matar a vontade, Você me amassa, me sacode, Me abraça... Me pega pelos cabelos... O amor grita dentro de nós! Sobra paixão! Sobra ternura! Não tem saudade... Só tem loucura!
  6. 6. Depois, nossos corpos trêmulos, exaustos de tanto amar, se separam novamente sem nada pedir... sem nada falar! Até que a necessidade, premente, indulgente de completar nosso íntimo, nos fale mais alto! Nos chame ansiosamente. Para novamente o amor brotar! Você vai voltar outra vez, entrar por aquela porta e, de novo a gente vai se amar! Com loucura! Do mesmo jeito! Tudo de novo... Autora: Milla Pereira Música : Richard Clayderman_Oceano Montagem : [email_address] www.pranos.com.br

×