Antonio Luiz Macêdo  Senão para todos, para a grande maioria o natal se resume em árvores coloridas iluminadas com luzes p...
O caminho de Nazaré a Belém, é o caminho da realidade que nunca passa, visto que é caminho verdadeiro que não queremos nem...
Na Anunciação os sonhos de Maria são transfigurados através de uma mensagem do céu.  Pensa, reflete, angustia-se, medita, ...
Após três longos meses de espera, José sofre. A dor da solidão toma conta dos seus dias e das suas noites.  A saudade é gr...
Quirino ordena um recadastramento relâmpago.  José tem de ir a Belém. Não pode deixar Maria porque ela já está nos dias de...
Ao chegar à noitinha, a peregrinação. José bate de porta em porta, pergunta, informa-se... "Não havia lugar para eles...
O caminho de Nazaré até Belém é o caminho da angústia, da solidão, da ansiedade, da incerteza, do cansaço, da sede, da fom...
Porque Jesus nasceu para acolher nossas dores e sofrimentos, o mundo se transforma, tudo é júbilo, apesar da caminhada, e ...
"Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens e mulheres de boa vontade". Música : On Wing of song Monta...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

NAZARE A BELEM

2.309 visualizações

Publicada em

NAZARE A BELEM

2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.309
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

NAZARE A BELEM

  1. 1. Antonio Luiz Macêdo Senão para todos, para a grande maioria o natal se resume em árvores coloridas iluminadas com luzes pisca-pisca, ou presentes, ceia , roupa nova, sapato novo, sinais visíveis de um transbordamento de alegria efêmera e fugaz, porquanto centralizada no humano e material. DE NAZARÉ A BELÉM
  2. 2. O caminho de Nazaré a Belém, é o caminho da realidade que nunca passa, visto que é caminho verdadeiro que não queremos nem desejamos refletir, mas que se faz necessário, porque é ele que nos leva à maior festa da cristandade. Festa da alegria que traz em si e no seu roteiro, renúncia, entrega, rejeição... e abandono.
  3. 3. Na Anunciação os sonhos de Maria são transfigurados através de uma mensagem do céu. Pensa, reflete, angustia-se, medita, indaga, não entende e, por fim, renuncia-se a si mesma, renuncia aos seus projetos, renuncia ao seu amado, e diz sim a Deus. Entrega-se. A dor da renúncia é a primeira placa de sinalização para Belém.
  4. 4. Após três longos meses de espera, José sofre. A dor da solidão toma conta dos seus dias e das suas noites. A saudade é grande. O vazio é maior. O amor que os une é divino. Ora, pede, espera...Maria volta. No reencontro a surpresa e a decepção: aquela a quem ama profundamente está grávida. Toma sobre si toda a culpa. Resolva rejeitá-la em segredo. A dor da rejeição é a segunda placa indicativa do caminho de Belém.
  5. 5. Quirino ordena um recadastramento relâmpago. José tem de ir a Belém. Não pode deixar Maria porque ela já está nos dias de dar à luz. Três dias de viagem no lombo de um jerico. Cansaço, suor, sede, fome, dores, desconforto, calor. À noite vento, frio, escuridão, perigos... É a terceira placa indicativa do caminho de Belém.
  6. 6. Ao chegar à noitinha, a peregrinação. José bate de porta em porta, pergunta, informa-se... "Não havia lugar para eles na hospedaria". Maria sofre. As contrações aumentam. José busca nos arredores da cidade uma gruta onde os animais abrigavam-se durante o inverno. Em meio aos animais Maria dá à luz o seu Filho, o Rei dos Reis. Envolve o menino em faixas. É a última placa indicativa.
  7. 7. O caminho de Nazaré até Belém é o caminho da angústia, da solidão, da ansiedade, da incerteza, do cansaço, da sede, da fome, das lágrimas, da rejeição... mas nunca o caminho do desânimo. Fazer a caminhada até Belém sem passar por estas placas indicativas, é não vivenciar plenamente o sentido do Natal - sofrimento que gera alegria.
  8. 8. Porque Jesus nasceu para acolher nossas dores e sofrimentos, o mundo se transforma, tudo é júbilo, apesar da caminhada, e podemos cantar com os anjos:
  9. 9. "Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens e mulheres de boa vontade". Música : On Wing of song Montagem  : [email_address] www.pranos.com.br

×