Há momentos em que somos tímidos para expressar o amor que sentimos,  por medo de envergonhar a outra pessoa ou de nos env...
Dizemos:  “Cuida-te”, “Porta-te bem!”, etc.  Mas realmente, estas são maneiras diferentes de dizer:“Amo-te”,  “És importan...
Devemos escutar o Amor nas palavras que as outras pessoas nos dizem. Um elogio dito carinhosamente transporta maior afecto...
Dizemos “Amo-te” de muitas maneiras:  com pequenos presentes, com bilhetes românticos, com sorrisos e, às vezes, com lágri...
Não é a presença ou a ausência de alguém que faz a diferença. Porque uma pessoa pode não se sentir solitária ainda que est...
Lembra-te:  Se amas alguém, diz-lho.  Lembra-te sempre de dizer o que sentes.  Nunca tenhas medo de expressar-te.  Aprovei...
Passa esta mensagem aos teus amigos.  Marca a diferença no teu dia e no deles.  A diferença entre expressar amor e  râncor...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ESCUTAR E VER O AMOR

454 visualizações

Publicada em

ESCUTAR E VER O AMOR

Publicada em: Educação, Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
454
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ESCUTAR E VER O AMOR

  1. 1. Há momentos em que somos tímidos para expressar o amor que sentimos, por medo de envergonhar a outra pessoa ou de nos envergonharmos a nós mesmos. Fugimos de dizer “Amo-te” e tratamos de o comunicar por outras palavras. ESCUTAR E VER O AMOR..
  2. 2. Dizemos: “Cuida-te”, “Porta-te bem!”, etc. Mas realmente, estas são maneiras diferentes de dizer:“Amo-te”, “És importante para mim”, “Importa-me o que acontece contigo”, “Não quero que estejas mal”. Às vezes somos muito estranhos. A única coisa que queremos dizer e a única coisa que devemos dizer e, de facto, é a única que não dizemos. Assim, porque o sentimento é real e por a necessidade de o dizer ser tão forte, usamos outras palavras e formas para dizer o que realmente queremos dizer.
  3. 3. Devemos escutar o Amor nas palavras que as outras pessoas nos dizem. Um elogio dito carinhosamente transporta maior afecto e amor que os sentimentos que são expressados de maneira pouco sincera. Um abraço ou um beijo impulsivos dizem “AMO-TE”, mesmo quando as palavras dizem algo diferente. Qualquer expressão de preocupação significa “Quero-te”.
  4. 4. Dizemos “Amo-te” de muitas maneiras: com pequenos presentes, com bilhetes românticos, com sorrisos e, às vezes, com lágrimas. Outras vezes mostramos o nosso amor quando nos mantemos em silêncio, sem dizer uma palavra, ou falando muito e bruscamente. Às vezes mostramos, também, o nosso Amor através da impulsividade. Muitas outras vezes temos de demonstrar amor, perdoando a alguém que não tenha conseguido perceber o Amor que tenhamos tentado expressar..
  5. 5. Não é a presença ou a ausência de alguém que faz a diferença. Porque uma pessoa pode não se sentir solitária ainda que esteja só. Ás vezes é bom estar só. E isso não nos faz solitários. O caso não é o estar presente com alguém. O caso é estar presente PARA alguém.
  6. 6. Lembra-te: Se amas alguém, diz-lho. Lembra-te sempre de dizer o que sentes. Nunca tenhas medo de expressar-te. Aproveita esta oportunidade para dizer a alguém o que significa para ti. Aproveita todos os dias de forma a que nunca te arrependas de não ter dito alguma coisa a alguém.
  7. 7. Passa esta mensagem aos teus amigos. Marca a diferença no teu dia e no deles. A diferença entre expressar amor e râncor é que os râncores às vezes duram mais. A quantidade de Amor que sentes, pode ser medida pela quantidade de Amor que dás .......... Ou, em outras palavras, a medida em que dás, é a medida em que recebes.

×