DOM QUIXOTE

10.804 visualizações

Publicada em

DOM QUIXOTE

Publicada em: Negócios
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.804
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
233
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DOM QUIXOTE

  1. 1. D om uixote Diego Crespo nº 07 Jéssica Lombardi nº 11 Natália Brandão nº 15 Patrícia Jericó nº 20 Patrícia Nabuco nº 21 Vitória Munhoz nº 32 7ª C INTERTEXTUALIDADE
  2. 2. A obra literária Dom Quixote, de Miguel de Cervantes, escrita em 1605, inspira até hoje a arte, a poesia, a dança e o teatro. Todos retratando a paixão do personagem pela justiça e a sua luta incansável pelos fracos,oprimidos e injustiçados. Nesse trabalho, nós queremos mostrar que apesar de ter 400 anos essa história é atual e por isso encontramos muita intertextualidade com esse herói. Reprodução da capa da 1ª edição portuguesa de El Ingenioso Hidalgo Don Quixote de la Mancha impressa em 1605.
  3. 3. NA ARTE Esta pintura retrata o velho Dom Quixote e como ele via o mundo com monstros, e rodeado pelos seus melhores amigos: seus livros. Pintura de Cândido Portinari. Pintura de Salvador Dalí .
  4. 4. MAIS ARTE COM DOM QUIXOTE La coquete du casque de Mambrino, Juan Alberto Esta pintura mostra a conquista do elmo de Mambrino, uma das aventuras vividas por nosso herói. Dom Quixote de las Manchas. Esta pintura foi feita por Juliano Guilherme e retrata o cavaleiro andante de uma forma bem abstrata.
  5. 5. NA DANÇA Ballet Dom Quixote. NO TEATRO Peça Dom Quixote .
  6. 6. ATÉ NO CARNAVAL BRASILEIRO Desfile da escola carioca Unidos da Tijuca em 2005. Esse desfile foi inspirado nas aventuras do fidalgo. E EM CONCURSOS DE DESENHO SOBRE O HERÓI
  7. 7. NA MÚSICA Dom Quixote- Engenheiros do Hawaii Muito prazer, meu nome é otário. Vindo de outros tempos mas sempre no horário peixe fora d’água, borboletas no aquário. Muito prazer, meu nome é otário na ponta dos cascos e fora do páreo puro sangue, puxando carroça. Um prazer cada vez mais raro aerodinâmico num tanque de guerra, vaidades que a terra um dia há de comer. Ás de espadas fora do baralho grandes negócios, pequeno empresário. Muito prazer me chamam de otário por amor ás causas perdidas. Tudo bem..até pode ser que dragões sejam moinhos de vento. Tudo bem...seja o que for seja por amor ás causas perdidas. Por amor as causas perdidas tudo bem... Até pode ser. Que os dragões sejam moinhos de vento muito prazer..ao seu dispor. Se for por amor ás causas perdidas por amor ás causas perdidas .........
  8. 8. MAIS MÚSICA E MAIS DOM QUIXOTE Dom Quixote- Mutantes A vida é um moinho. É um sonho o caminho. É do Sancho, o Quixote. Chupando chiclete. O Sancho tem chance. E a chance é o chicote. É o vento e a morte. Mascando o Quixote. Chicote no Sancho. Moinho sem vinho. Não corra me puxe. Meu vinho meu crush. Que triste caminho. Sem Sancho ou Quixote. Sua chance em chicote. Sua vida na morte. Vem devagar. Dia há de chegar. E a vida há de parar. Para o Sancho descer. E os jornais todos anunciar. Dulcinéia que vai se casar. Vê, vê que tudo mudou. Vê, o comércio fechou. Vê e o menino morreu. E os jornais todos anunciar. Armadura e espada a rifar. Dom Quixote cantar na TV. Vai cantar pra subir.
  9. 9. ATÉ MÚSICA EM INGLÊS COM O CAVALEIRO Man of la Mancha (i, Don Quixote)- Linda Eder Hear me now oh thou bleak and unbearable world. Thou art base and debauched as can be. And a knight with his banners all bravely unfurled. Now hurls down his gauntlet to thee! I am I, Don Quixote, the Lord of La Mancha. Destroyer of evil am I. I will march to the sound of the trumpets of glory. Forever to conquer or die Hear me heathens and wizards and serpents of sin. All your dastardly doings are past. For a holy endeavor is now to begin. And virtue shall triumph at last! I am I, Don Quixote, the Lord of la Mancha. My destiny calls and I go. And the wild winds of fortune will carry me onward. Oh whither so ever they blow . Whither so ever they blow. Onward to Glory I go.
  10. 10. TRADUÇÃO DA MÚSICA O Homem de la Mancha ( eu, Dom Quixote) - Linda Eder Me ouça agora ó mundo deserto e insuportável. Tu base da arte e debochou como pode ser. E cavaleiro com as bandeiras dele todo corajosamente desfraldadas. Agora lances abaixo a manopla dele para ti. Eu sou eu, Dom Quixote, O senhor de la Mancha. Destruidor do mal sou eu. Eu marcharei ao som das trombetas da glória. Sempre conquistar ou morrer me ouçam os pagãos e feiticeiros e serpentes do pecado. Todas suas ações de covarde são passadas. Para um empenho santo agora começar. E a virtude afinal triunfará! Eu sou eu, Dom Quixote, O senhor de la Mancha. Meu destino chama e eu vou. E os ventos selvagens da fortuna me levarão para a frente. Onde eles já sopram. Onde eles já sopram. Para a frente, para a glória eu vou.
  11. 11. Na primeira figura vemos uma cena em que Dom Quixote teria ficado preso no moinho de vento ao atacá-lo com sua lança. Alguns dizem que isso teria inspirado a criação da Roda Gigante anos mais tarde. O que você acha?
  12. 12. Está imagem é muito interessante pois se olharmos de uma forma vemos Dom Quixote e Sancho Pança com moinhos de vento ao fundo. Mas também podemos ver o rosto de um homem. Será Dom Quixote? Com esse trabalho descobrimos muitas coisas sobre esse herói e foi na música principalmente que vimos que Dom Quixote é atual pois defende o amor, a vida a justiça e mesmo não sendo forte ou bem preparado ele ajuda os outros sem esperar nada em troca. Ele pode ser um velho maluco, mas se no mundo existissem mais velhos malucos este mundo seria bem melhor.
  13. 13. BIBLIOGRAFIA Pesquisa de imagens no site www.google.com.br Letras das músicas tiradas do site www.vagalume.com.br Le fossile de Don Quichotte Juan Alberto. Pintura mostra um lado emocional da obra literária, tendo como título o fóssil de Dom Quixote, o que sobrou do grande cavaleiro andante.

×