Abortado, enterrado e sobreviveu  Fotos chocantes, mas vitoriosas.   Cada dia que passa eu me surpreendo mais com o ser hu...
Lucinda Ferreira Guimarães, 40 anos, deverá ser indiciada por tentativa de homicídio, sob a acusação de dar à luz e enterr...
 
Segundo informações a criança só sobreviveu por estar enterrada em pé tendo um cachorro cavado um pouco a terra ao redor d...
 
Os policiais foram acionados através de uma denúncia anônima para darem atendimento a uma ocorrência de abandono de crianç...
 
Para surpresa dos moradores locais depois de uma busca nas proximidades encontraram numa toca de tatu no matagal, um recém...
 
Ao chegarem, os policiais perceberam que ele estava vivo, tiraram os restos de terra da boca e imediatamente o encaminhara...
 
É um menino e nasceu com 08 meses...   Nasceu não é.... Foi obrigado a “sair” do útero desta ordinária...
 
A senhora Lucinda é “mãe”(gerou apenas, porque ser mãe é muito mais que por uma criança no mundo) de 4 filhos e esta era a...
 
Quando Deus quer salvar uma vida preciosa como a desse bebê, nenhum ser humano é capaz de agir contra!!!
 
Pense nisso! E demonstre que você também ficou indignado e passe a diante este e-mail! Para que mais pessoas possam saber ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ABORTADO ENTERRADO SOBREVIVEU

859 visualizações

Publicada em

ABORTADO ENTERRADO SOBREVIVEU

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
859
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ABORTADO ENTERRADO SOBREVIVEU

  1. 1. Abortado, enterrado e sobreviveu Fotos chocantes, mas vitoriosas. Cada dia que passa eu me surpreendo mais com o ser humano. Como alguém pode ter coragem de um ato tão monstruoso com seu próprio filho?
  2. 2. Lucinda Ferreira Guimarães, 40 anos, deverá ser indiciada por tentativa de homicídio, sob a acusação de dar à luz e enterrar vivo um menino recém-nascido em um terreno baldio próximo ao bairro São Miguel, em Laranjeiras do Sul, no Paraná.
  3. 4. Segundo informações a criança só sobreviveu por estar enterrada em pé tendo um cachorro cavado um pouco a terra ao redor de sua cabeça, deixando-a descoberta e por causa do calor da terra que manteve a temperatura corporal
  4. 6. Os policiais foram acionados através de uma denúncia anônima para darem atendimento a uma ocorrência de abandono de criança enterrada num matagal. Segundo as primeiras informações uma senhora teria retornado para a residência ao entardecer com as vestes sujas de sangue o que chamou a atenção de vizinhos que observaram as ações da suspeita que estaria grávida até então.
  5. 8. Para surpresa dos moradores locais depois de uma busca nas proximidades encontraram numa toca de tatu no matagal, um recém-nascido que estava cheio de bichos e moscas sob sua pele. Já se passavam 24 horas do provável aborto e os moradores então acionaram a polícia, pois achavam que o recém-nascido estaria em óbito.
  6. 10. Ao chegarem, os policiais perceberam que ele estava vivo, tiraram os restos de terra da boca e imediatamente o encaminharam ao Hospital. No local uma equipe policial levantou informações da localização da mãe e a encontrou num bar a algumas quadras do local e deu voz de prisão a infratora. No hospital o recém-nascido recebeu os cuidados médicos necessários e passa bem.
  7. 12. É um menino e nasceu com 08 meses... Nasceu não é.... Foi obrigado a “sair” do útero desta ordinária...
  8. 14. A senhora Lucinda é “mãe”(gerou apenas, porque ser mãe é muito mais que por uma criança no mundo) de 4 filhos e esta era a 5ª gravidez. Estava casada pela 2ª vez e o filho não era deste último .
  9. 16. Quando Deus quer salvar uma vida preciosa como a desse bebê, nenhum ser humano é capaz de agir contra!!!
  10. 18. Pense nisso! E demonstre que você também ficou indignado e passe a diante este e-mail! Para que mais pessoas possam saber o quão sem coração pode ser uma pessoa!

×