Há, em mim, duas forças.  Uma  quer viver e me puxa para cima.  A outra nem tanto...e me puxa para baixo. Há uma sensação ...
Há em mim um embate entre duas vontades:  uma delas quer expandir-se,  quer amar,quer sorrir, quer expressar-se,  quer int...
Daqui para frente eu te protegereie nada mais te causará medo.  Medo...são tantos os medos!!!!  Medo da vida, medo da mort...
Mas para que este relato nada perca em acuidade, algo precisa ser dito. No auge dos meus questionamentos existenciais, qua...
Levanta-me do barro e eleva-me às puras águas que limpam, consolam , curam , fortalecem cada fibra da minha alma...  E, em...
Dou-me conta então, que recebi uma visita poderosa, milagrosa, inesperada . Não uma fada, nem um gênio, nem um intrépido c...
[email_address]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A TERCEIRA FORCA

308 visualizações

Publicada em

A TERCEIRA FORCA

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A TERCEIRA FORCA

  1. 1. Há, em mim, duas forças. Uma quer viver e me puxa para cima. A outra nem tanto...e me puxa para baixo. Há uma sensação de estar deslocada no mundo e isto me leva à procura de alguma dimensão da vida onde seja possível transcender, de uma vez por todas, as limitações do mundo material. "A Terceira Força"
  2. 2. Há em mim um embate entre duas vontades: uma delas quer expandir-se, quer amar,quer sorrir, quer expressar-se, quer integrar-se e, como resultado, gerar respostas e comportamentos integrados e maduros, perante a vida. A outra força me bombardeia com mil obstáculos e me reduz a pó, numa sensação inquestionável de impotência e fragilidade. Nestas horas - que são tão freqüentes - eu espero nada mais nada menos que uma fada, um mago, um gênio da garrafa, ou... um príncipe encantado bem ao estilo de um intrépido mosqueteiro, a me dizer: Estás livre, mulher!
  3. 3. Daqui para frente eu te protegereie nada mais te causará medo. Medo...são tantos os medos!!!! Medo da vida, medo da morte, medo de envelhecer, medo de adoecer, medo de perder as pessoas que amo, medo de um súbito diagnóstico clínico desfavorável ... e tantos outros. E assim, caminho no fio da espada, resvalando ora de um lado, ora de outro, enquanto estas duas forças se degladiam silenciosamente dentro de mim e confesso que, às vezes , é muito difícil suportar este embate interno, somado aos externos.
  4. 4. Mas para que este relato nada perca em acuidade, algo precisa ser dito. No auge dos meus questionamentos existenciais, quando estou quase entregando os pontos e sucumbindo, me advém uma TERCEIRA FORÇA . Ela não vem quando eu quero e nem quando eu imploro por ela. Ela vem quando acha que deve vir e traz uma paz incomensurável .
  5. 5. Levanta-me do barro e eleva-me às puras águas que limpam, consolam , curam , fortalecem cada fibra da minha alma... E, em seguida, deposita em minhas mãos uma tocha crepitante de vida e ascensão . Que nome poderei eu dar a esta força ? Como explicá-la com os meus míseros conhecimentos? Não ouso ! Mas quando ela vem , ela ressoa na minha mente e no meu coração e seu ressoar assim murmura : - Eu vim para que você tivesse vida e a tivesse em abundância ... - Venha a mim , você que está cansada e oprimida e Eu te aliviarei ... - Eu sou o caminho, a verdade e a vida ...
  6. 6. Dou-me conta então, que recebi uma visita poderosa, milagrosa, inesperada . Não uma fada, nem um gênio, nem um intrépido cavalheiro candidato a salvador da pátria. Recebi a visita do salvador de todas as pátrias e de todas as almas: JESUS, o bom pastor . Aquele que jamais deixa sem cuidado as suas ovelhas ... mesmo as desgarradas... como eu . - Fátima Irene Pinto Mari Caruso Cunha
  7. 7. [email_address]

×