Garimpeiros grajaú ma -

1.141 visualizações

Publicada em

VIVECIAS DOS GARIMPEIROS GRAJAUENSES QUE SAIRAM EM BUSCA DA REALIZAÇÃO DO SONHO DA RIQUEZA NA SERRA PELADA.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
193
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Garimpeiros grajaú ma -

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA PROFEBPAR CURSO DE PEDAGOGIA Grajaú 2012
  2. 2. BENILDA ARAÚJO DOS SANTOSCORACI DUARTE BELÉMDILVANE INÊS M. ALVES DE SALESELISÂNGELA FERREIRAERBENE DE MELO ARAÚJOÉRICA LIMAFRANCISCA M. DE CARVALHO
  3. 3. MEMORIAL DOS GARIMPEIROS DE GRAJAÚ
  4. 4. Local onde se fazia SERRA as prospecções, vista a partir da Vila dos Garimpeiros.PELADA Altitude máxima 503 m Comprimento 5.800 há Localização Curionópolis Pará País(es) Brasil
  5. 5. Brasília, abril de 1998.Aos garimpeiros da nossa cidade e do Brasil nossa mais sincera homenagem!
  6. 6. PRIMEIROS GARIMPEIROS AQUE ENTRARAM NA SERRA PELADA: 1º Zé Baixinho ( Camisaria Chaves) 2º E 3º Francisco Sales da Rocha( Chico Rocha) e Raimundo Periquito em 16 de maio de 1980. O grajauense que ganhou mais dinheiro nogarimpo ficou conhecido como Adão Soldado. Ele “banburrou” com 102 kg de ouro, no entanto, morreu pobre, muito pobre. A 1ª mulher a entrar no garimpo era maranhense ,em 24 de junho de 1986.
  7. 7. EM GRAJAÚ... São 333 garimpeiros associados na Cooperativa dos Garimpeiros da Serra pelada – COOMIGASP;Em torno de 10% são mulheres;Outros 10% aproximadamente são herdeiros. “Todos compartilham o mesmo sonho: Receber uma indenização que varia de valor de acordo com o tamanho do sonho”.
  8. 8. José Agostinho Franclin Sales, assim como tantos outros, se foi sem levar nenhum proveito do seu sonho, porém, deixou muito de si, principalmente seu carinho e sua bondade, um exemplo a ser seguido.
  9. 9. • Quantos pais de família deixaram seus filhos e suas esposas e foram em busca deuma vida melhor! Quantos deles voltaram? Quantos deles ao chegar em casa não tiveram o prazer de reencontrar seus entes-querido...
  10. 10. • Pensou-se nessa pesquisa a partir de relatos orais e escritos de amigos e parentes que viveram e vivem um sonho: Ganhar dinheiro, ficar rico, ou apenas conseguir o sustento de suas famílias, educar seus filhos, comprar um carro, enfim, ter uma vida digna e, por considerar interessante a forma de luta desta classe de trabalhadores do Brasil.
  11. 11. No início era assim... Tronco de árvores serviam de pontes para os carregadores de cascalho passar. Essas pontes mediam em média 200 metros.
  12. 12. Os garimpeiros carregavam emmédia 50 sacos decascalhos por dia. Subindo essa serra eles formavam uma multidão, que ficou conhecida como “formigueiro humano”.
  13. 13. • Ao observar algumas imagens é possível imaginar o sofrimento, a angústia, a saudade, mas também, a esperança depositada em cada saco de cascalho, em cada passo forçado na subida daquela imponente ladeira.
  14. 14. Alguns homens aventuravam a sorte e matavam a fome lavandopequenas porções de terra que ganhavam dos barranqueiros de bom coração. Essas porções eram chamadas de REQUE.
  15. 15. • Falar sobre a Serra Pelada émuito difícil, especialmente paraquem não esteve lá, vivenciandoo dia-a-dia dos garimpeiros: suaslutas, tristezas, mazelas e muitas, muitas alegrias.
  16. 16. Garimpeiro em plena atividade no garimpo. O melechete (lama) fazia parte do dia-a- dia desseshomens valentes e corajosos...
  17. 17. Esta fotografia retrata a luta entre os trabalhadores de Serra Pelada e a polícia militar. A posição e a fisionomia dospersonagens principais mostram, apesar do conhecido poder da guarda, a imponência da figura do trabalhador, que segura ocano da arma sem medo de levar um tiro.O trabalhador, vítima da políticaeconômica e social, é forte e estáem destaque na imagem.. Todos aguardam o desenrolar da cena – um, com os braços cruzados, ainda olha com deboche para a arma.
  18. 18. Em sua parte mais profunda, este lago da Serra Pelada formado a partir dasescavações manuais, possui 120 metros de profundidade. Acima dágua não difere muito de um lago comum,exceto pela montanha recortada que se projeta morro acima. Abaixo da superfície, depositadas no solo envenenado de mercúrio, estão sobrepostas camadas de ouro, lama, sangue e ganância humana.

×