Cesário verde

1.156 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.156
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cesário verde

  1. 1. Linguagem e Estilo
  2. 2.  Impressionismo literário; Visão objetiva da realidade – realismo; Descrição objetiva dos aspetos quotidiano; Adjetivação expressiva; Recurso a várias figuras de estilo.
  3. 3.  Objetivo: ilustrar e embelezar o poema, a nível musical, rítmico e conhecer as figuras de estilo utilizadas nos poemas.
  4. 4.  Adjectivação:“Eu Hoje estou cruel , fenético, exigente Nem posso tolerar os livros mais bizarros Doí-me a cabeça. Abafo uns desesperos mudos Pobre esqueleto branco entre as nevadas roupas !”
  5. 5.  Ironia:“Arte! Não lhes convém, visto que os seus leitores deliram por Zaccone.”“ Mais duma redação, das que elogiam tudo,Me tem fechado a porta.”
  6. 6.  Exclamação:“Que mundo! Coitadinha!”“Trata depravação nos usos, nos costumes!”
  7. 7.  Interrogação:“O que produz o estudo?”“ E a tísica?”“ E a vizinha?
  8. 8.  Estrangeirismo: “cortesia”“reclame” e “blague”
  9. 9.  Diminutivo final: “ que mundo, coitadinha!”
  10. 10.  Aliteração: “ Amo, insensatamente, os ácidos, os gumes E os ângulos agudos.”
  11. 11.  Simbolismo: “ Pobre esqueleto branco entre as nevadas roupas! Tão lívida!” “ Deu meia noite; e s paz pela calçada abaixo, Um sol-e-dó. Chuvisca. O populacho Diverte-se na lama!”
  12. 12. Trabalho realizado por:JESSICA LOPES nº15 11º3

×