Teorias da aprendizagem

92 visualizações

Publicada em

resumo teorias da aprendizagem

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
92
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teorias da aprendizagem

  1. 1. João Paulo Barros Silva ELAINE TURK FARIA
  2. 2. Para Skinner o ensino é um processo de condicionamento através do uso de reforçamento das respostas que se quer obter. Trata-se de um enfoque diretivo do ensino, centrado no controle das condições que cercam o organismo que se comporta.
  3. 3. Enfatiza o processo de cognição, através do qual a pessoa atribui significados à realidade em que se encontra.
  4. 4. É o processo pelo qual o indivíduo cognitivamente capta o ambiente e o organiza possibilitando, assim, a ampliação de seus esquemas. Na assimilação o indivíduo usa as estruturas que já possui. É a modificação de um esquema ou de uma estrutura em função das particularidades do objeto a ser assimilado. É o processo da passagem de uma situação de menor equilíbrio para uma de maior equilíbrio. Uma fonte de desequilíbrio ocorre quando se espera que uma situação ocorra de determinada maneira, e esta não acontece.
  5. 5. Pode-se dizer que o objetivo principal da abordagem socio-cultural é compreender a relação entre o funcionamento mental humano e os settings culturais, institucionais e históricos.
  6. 6. O desenvolvimento cognitivo do aluno se dá por meio da interação social, ou seja, de sua interação com outros indivíduos e com o meio. Para ocorrer a aprendizagem, a interação social deve acontecer dentro da zona de desenvolvimento proximal (ZDP), que seria a distância existente entre aquilo que o sujeito já sabe, seu conhecimento real, e aquilo que o sujeito possui potencialidade para aprender, seu conhecimento potencial.
  7. 7. O diálogo é condição de gênese do processo educativo, ou seja, através de uma relação dialógica, o ser humano se descobre e toma consciência de sua objetividade diante da vida. O ser humano é um ser de diálogo e comunicação, de abertura e comunhão, de crescimento mútuo, um ser que cresce, espiritual e conscientemente, na relação dialética da construção da sociedade.

×