Projeto pm cam

180 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
180
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto pm cam

  1. 1. PROJETO PM-CAM
  2. 2. Considerando que a nossa segurança pública necessita de maior credibilidade quanto a uma qualificação capaz de propiciar um procedimento padrão quanto a: a) Técnicas operacionais; b) Respeito ao direito do cidadão; c) Comportamento ético e d) Cidadania.
  3. 3. Considerando que o trabalho do policial, devido ao imperativo de estar armado com arma letal, o que implica em perigo iminente de vida dele, do abordado e daqueles em torno da operação, sujeito a interpretações precipitadas e por vezes errôneas por parte da comunidade ou local da operação e, principalmente da mídia que tem uma concentração de matéria voltada para a operação policial, e que, constantemente emite parecer que afeta negativamente a opinião pública.
  4. 4. Considerando também que o trabalho do policial, é um dos principais enredos de vídeos (filmes, novelas, casos especiais) mais explorados devido a cenas de ação preventiva ou corretiva, cujo enfrentamento envolve coragem, ousadia, disfarces, emboscadas, confrontos, armamento, podendo ser concluído com feridos e mortos, que constitui o dia-adia dos envolvidos na nossa segurança pública.
  5. 5. Apresentamos o projeto PM-CAM, que irá atender a: a) Segurança da ação policial; b) Segurança do cidadão policial; c) Segurança do cidadão abordado; d) Maior credibilidade da segurança pública; e) Geração de recurso financeiro próprio; f) Premiação financeira para o policial (com recurso financeiro gerado pela corporação). g) Incorporar, como coadjuvante para tal fim, cães adestrados ou outros animais.
  6. 6. OBJETO DO PROJETO: Equipar o uniforme ou capacete do policial de uma câmera de Vídeo Digital HD, capaz de gravar som e imagem (MP4) e, se necessário, ser manuseada por um celular smartphone através de Wi-Fi, cujo exemplar adquirimos para demonstração, fabricante SONY modelo HDR-AS15, que pesa 90 gramas, que também é a prova de água. (Tal equipamento é de uso doméstico, disponível em lojas credenciadas e serve apenas para exemplificar). Acreditamos que exista câmera melhor, menor e mais apropriada.
  7. 7. JUSTIFICANDO A UTILIZAÇÃO CÂMERA a) SEGURANÇA DA AÇÃO POLICIAL A partir da aprovação da medida, todo início de operação policial iria requerer que o policial acionasse a tecla “START/STOP” da câmera para iniciar a gravação que também é a mesma para interrompê-la. Assim a operação policial geraria um vídeo, que uma vez analisada pela sua corporação, seria o seu aval para comprovar a sua ação.
  8. 8. JUSTIFICANDO A UTILIZAÇÃO CÂMERA b) SEGURANÇA DO CIDADÃO POLICIAL O procedimento do vídeo iria comprovar um procedimento padrão acrescido de iniciativa, coragem, tipo de abordagem, comportamento ético, etc., protegendo assim o cidadão policial de interpretações outras.
  9. 9. JUSTIFICANDO A UTILIZAÇÃO DA CÂMERA b) SEGURANÇA DO CIDADÃO ABORDADO Os cidadãos estariam conscientizados de que a ação policial, quer seja de abordagem, repressão, etc , estaria gerando um vídeo disponível para avaliação de outros órgãos encarregados de se garantir um procedimento padrão, respeitando os seus direitos constitucionais.
  10. 10. JUSTIFICANDO A UTILIZAÇÃO DA CÂMERA d) MAIOR CREDIBILIDADE DA SEGURANÇA PÚBLICA A população carioca estaria tendo conhecimento de cenas de ação policial que seriam selecionadas pela corporação para tal fim, passando maior credibilidade da nossa segurança pública.
  11. 11. JUSTIFICANDO A UTILIZAÇÃO DA CÂMERA e) GERAÇÃO DE RECURSO FINANCEIRO PRÓPRIO Os vídeos obtidos com tal recurso seriam de grande interesse da mídia para sua exibição, porque envolvem ação, heroismo, coragem, tática, etc., o que seria objeto de geração de recurso financeiro próprio, ou seja, da corporação da ação policial, através de contrato firmado entre a mídia interessada e a Secretaria de Segurança Pública.
  12. 12. JUSTIFICANDO A UTILIZAÇÃO DA CÂMERA f) PREMIAÇÃO FINANCEIRA PARA O POLICIAL. Os vídeos de interesse da mídia que fossem selecionados e pagos, um percentual seria destinado ao policial detentor da câmera, o que resultaria em maior cuidado e motivação pelo trabalho policial
  13. 13. JUSTIFICANDO A UTILIZAÇÃO DA CÂMERA g) INCORPORAR, COMO COADJUVANTE, CÃES ADESTRADOS OU OUTROS ANIMAIS. A câmera tem como um dos seus acessórios uma fivela para adaptar a câmera num cão. Neste caso o policial poderá acompanhar o vídeo gerado pela câmera do cão pelo seu smartphone através de Wi-Fi, podendo inclusive operar a câmera. Para tal basta baixar o software de gerenciamento de imagem “PlayMemories Homes” no site www.sony.net/pm. Assim, determinadas vielas, ruas, esquinas poderiam ser monitoradas inicialmente pelo cão, para uma ação policial mais segura.
  14. 14. CONSIDERAÇÕES FINAIS a) Tal proposta terá ainda que ser avaliada em seus aspectos jurídicos, inerentes a exposição de imagens geradas de terceiros, uma vez que seriam comercializadas. Entretanto, já existem seriados em canais fechados de televisão que exibem cenas de policiais atuando ao vivo. Dois exemplos são: seriados “AS PRIMEIRAS 48 HORAS” (canal 50 A&E – SKY) com milhares de vídeos; canal 51 NATGEO, série nacional, intitulada OPERAÇÃO POLICIAL, cenas vivenciadas no Rio e São Paulo.
  15. 15. b) Uma vez viável, haveria a necessidade de se pensar na instalação de uma CENTRAL DE MONITORIZAÇÃO dos vídeos, onde se realizaria o acompanhamento, análise, seleção, edição, orie ntação, etc. Este é um projeto auto sustentável, razão pela qual acreditamos na obtenção de recursos para sua implantação.
  16. 16. c) A diferença entre o que já existe e este projeto é: - Nos seriados de cenas ao vivo existentes, estas foram geradas por repórter e equipe de gravação que deve ser de uma emissora particular, o que implica menos sigilo devido a participação de terceiros tanto no aspecto de recursos humanos quanto de equipamentos e seleção antecipada de “O que filmar?). - No projeto proposto, os recursos seriam todos da corporação (mais sigilo, menos recursos logísticos, milhares de cenas geradas diariamente, seleção criteriosa do material a ser divulgado pela corporação, ou seja, o diaa-dia da ação de cada policial em serviço de rua.

×